Anna van der Breggen ataca ao modo Froome para vencer mundial de ciclismo feminino!

Luiz Papillon

A holandesa Anna van der Breggen lançou um ataque a 42km do final para vencer solo o mundial de ciclismo feminino. Apenas durante a escalada inicial foi acompanhada pela australiana Amanda Spratt que sem poder seguir a holandesa também seguiu solo para ficar com a prata. Mais próximo da meta a italiana Tatiana Guderzo durante a última subida lançou seu ataque para conquistar o bronze. As brasileiras Camila Coelho e Clemilda Fernandes não completaram a prova.

O desafio de 156.2km partiu de Kufstein por 80km até entrar no circuito de Innsbruck. Antes uma queda no final do pelote logo no começo de prova atrasou algumas ciclistas como a americana Katharine Hall. Já prestes a atingir a subida de Gnadenwald as favoritas holandesas Annemiek Van Vleuten e Ellen Van Dijk caíram e tiveram que lutar muito para voltar a traseira do pelote. Assim que começaram a subir Gnadenwald, Van Vleuten deu show escalando o pelote mas o esforço seria cobrado mais tarde. Durante a escalada o grupo líder foi selecionando e na passagem de abertura da primeira volta no circuito, apenas 80 ciclistas estavam no grupo líder. Na frente após a fuga inicial ser neutralizada foi a vez de Van Dijk atacar com Nerlo e Lepisto e formarem com a americana Coryn Rivera a segunda fuga do dia. Na aproximação da subida ao IGLS veio o movimento vencedor, Anna van der Breggen atacou e levou consigo Amanda Spratt, a dupla escalou o IGLS e quase literalmente atropelou a fuga. No terço final da subida de 7.9km e 5.7% de inclinaçào, Spratte não conseguiu manter o ritmo e a holandesa mandou um “Froome” colocando quase três minutos na segunda colocada. Spratt por sua vez tinha uma vantagem confortável para o pelote e foi gerenciando essa vantagem com muito sofrimento chegando a pedalar “quadrado” no final.

As brasileiras

Durante a prova foi possível ver nos quilômetros iniciais as brasileiras Camila Coelho e Clemilda Fernandes no pelote. Durante a subida ao Gnadenwald a moto da organização filmou Clemilda no fundo do pelote, ambas entraram no circuito com atraso de 10 e 12 minutos respectivamente para a primeira volta e não completaram a volta, possivelmente desistindo na zona de abastecimento. Há de se lembrar que a primeira classificada do ranking nacional foi a Flávia de Oliveira que teve desistir da participação devido à uma lesão no quadril. Ana Paula Polegatch, terceira do ranking foi atropelada enquanto treinava em São Paulo as vésperas de viajar para o mundial. Camila Coelho que tem um perfil mais voltado para provas clássicas de sprint fez uma longa preparação na Europa visando o mundial e ter experiência para a prova de 2019 onde o trajeto lhe favorece no estilo.

Mundial de Ciclismo de Estrada – Elite Feminina 156.2km

1 Anna Van Der Breggen (Netherlands) 4:11:04
2 Amanda Spratt (Australia) 0:03:42
3 Tatiana Guderzo (Italy) 0:05:26
4 Emilia Fahlin (Sweden) 0:06:13
5 Malgorzata Jasinska (Poland)
6 Karol-Ann Canuel (Canada) 0:06:17
7 Annemiek Van Vleuten (Netherlands) 0:07:05
8 Amy Pieters (Netherlands)
9 Lucinda Brand (Netherlands) 0:07:17
10 Ruth Winder (United States Of America)

 

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Alejandro Valverde é o campeão mundial de ciclismo!

Em sprint o espanhol Alejandro Valverde de 38 anos sagrou-se campeão mundial de ciclismo de estrada. Restando 13km para o final no topo do Gramartboden três ciclistas se destacaram, o francês Romain Bardet, o canadense Michael Woods e o espanhol Alejandro Valverde. Desceram muito juntos e no final ainda foram […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: