UCI passará mundial ao vivo! Confira os horários e onde ver o mundial de ciclismo!

Há males que vem para bem já dizia o ditado popular. Pois a detentora dos direitos de transmissão do mundial de ciclismo de estrada não fará a transmissão da prova para o Brasil. E com isso o fã do esporte poderá acompanhar pelas redes sociais.

Poster do Campeonato Mundial de Ciclismo 2021 | Adaptação Pelote Ciclismo
Poster do Campeonato Mundial de Ciclismo 2021 | Adaptação Pelote Ciclismo

Praticamente todas as disciplinas do ciclismo fazem parte de um pacote de transmissão que a SporTV detém para transmissão exclusiva para o Brasil. Contudo a UCI que é a detentora original dos direitos de imagem, determina que se a prova não é passada ao vivo, o sinal da transmissão online pelos canais do Facebook e Youtube fica disponível para o país.

É uma pena claro que não tenhamos narração e comentários em português, o que sem dúvida ajuda a divulgar e difundir o esporte, porém, o mal vem para bem e o fã do esporte não terá que recorrer a meios piratas ou alternativos.

Passada Belga – Mundial de Ciclismo completa 100 anos!

Disciplinas e grade de horários do Mundial de Ciclismo

Durante o mundial de ciclismo, serão disputadas três disciplinas em nove categorias e dois gêneros. Um contrarrelogio por equipes mistas o “Mixed Relay”, o contrarrelógio individual e a prova de resistência. Entre as categorias os júniores (jovens entre 17e 18anos ) o Sub-23 para ciclistas entre 18 e 23 anos de idade e a elite. Todas as provas são disputadas no masculino e feminino, sendo a Mixed Relay uma prova que é disputada por equipes mistas.

Quadro com horário das provas do Mundial de Ciclismo | Arte Pelote Ciclismo
Quadro com horário das provas do Mundial de Ciclismo | Arte Pelote Ciclismo

Contrarrelógio Individual

A disputa contrarrelógio se dá com um ciclista largando de cada vez e sem poder se aproveitar do esforço de outro ciclista. Ou seja o ciclista não pode “ficar de roda” usufruindo dos benefícios do vácuo. Por isso a bicicleta utilizada é específica para a disciplina com apoios (clip) para os braços.

Primoz Roglic - Bicicleta Cervelo Campeão Olímpico | Foto Bettini Photo
Primoz Roglic – Campeão Olímpico | Foto Bettini Photo

A bicicleta de contrarrelógio é muito diferente da bicicleta de estrada convencional. Na bicicleta de contrarrelógio, cada mínimo detalhe faz diferença na busca pela melhor aerodinâmica. Todo ganho aerodinâmico é compensado pela menor resistência do conjunto ciclistas e bicicleta em cortar o ar. É por isso que os fabricantes de bicicletas, peças e assessórios colocam em suas propagandas a “economia em watts”.

Essa economia nada mais é que a utilização de peças aerodinâmicas tendo sua influencia na bicicleta medida e convertida em watts. Usualmente essa medição é feita no túnel de vento com velocidade constante de 40km/h em 1h. Na prática o ciclista utilizando um equipamento mais eficiente aerodinamicamente conseguirá ou economizar potência ou chegar mais rápido.

Ao contrário da bicicleta de estrada, a bicicleta contrarrelógio pode ter:

  • Clipe para apoio dos braços
  • Roda totalmente fechada
  • Roda com menos de 4 raios

Para poder garantir que nenhum ciclista está levando vantagem indevida a UCI desenvolveu um gabarito. Esse gabarito é regulado e toda bicicleta precisa passar na aferição. Confira o vídeo (em espanhol) com a explicação sobre esse gabarito:

 

Mixed Relay

É uma disputa onde cada nação disputa com equipes de três homens e três mulheres. Os homens iniciam o revezamento e quando o segundo homem completa seu trajeto, a equipe feminina larga. O tempo final é medido quando a segunda mulher completa a prova. A prova é disputada utilizando a bicicleta de contrarrelógio. Só é permitido o revezamento entre ciclistas da mesma equipe.

Serão para 2021, 14 equipes disputando o Mixed Relay com os Países Baixos como favoritos.

https://www.youtube.com/watch?v=ntSFrt5XJ10

Prova de Resistência

A disputa de resistência é a prova mais tradicional do ciclismo. Provas como a Liege Bastogne Liege são disputadas desde o século 19. O mundial é uma das poucas provas no ano em que o ciclista representa seu país e não sua equipe. A classificação para o mundial leva em consideração o Ranking UCI anual e confere a cada nação uma quota de participantes. Para 2021 a quota no masculino ficou distribuída:

  • 1º a 10º no ranking de nações: 8 vagas
  • 11º a 20º no ranking de nações: 6 vagas
  • 21º a 30º no ranking de nações: 4 vagas
  • 31º a 50º no ranking de nações: 1 vaga

Além do ranking, alguns ciclista obtem vaga direta, nesse caso a vaga remanescente é preenchida por uma nação que não tenha obtido vaga no continente deste ciclista. Para 2021 as vagas garantidas foram de:

  • Julian Alaphilippe, França – Campeão Mundial 2020.
  • Richard Carapaz, Equador – Campeão Olímpico 2020
  • Ryan Gibbons – Campeão Africano 2020

A prova de resistência tem algumas peculiaridades em relação ao usual no ciclismo profissional. A mais relevante é a ausência de rádio, o que confere um toque especial de planejamento e atenção. Sem o diretor esportivo acompanhando e ditando o que cada ciclista precisa fazer, o capitão do time tem um papel relevante na disputa. Além disso o ciclista precisa o tempo todo “procurar” seus companheiros para entender o andamento da estratégia de prova.

Canal da UCI no Youtube:

https://www.youtube.com/user/ucichannel

Eventos no canal da UCI no Facebook:

https://web.facebook.com/UnionCyclisteInternationale/events

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Top Ganna é bicampeão mundial contrarrelógio!

Em uma disputa apertada e emocionante o campeonato mundial de ciclismo começou com a prova de contrarrelógio individual. Favorito ao título, o italiano Filippo Ganna venceu com pouco mais de cinco segundos de vantagem sobre os belgas Wout Van Aert, que ficou com a medalha de prata e Remco Evenepoel […]

leia também

Receba as novidades em seu e-mail