Alex Dowsett vence no Giro, primeira vitória da equipe Israelense!

Luiz Papillon

Vitória da fuga no Giro 2020, hoje foi a vez do britânico Alex Dowsett conquistar a primeira vitória WorldTour para a equipe Israel StartUp Nation.  O italiano Salvatore Puccio da Ineos foi o segundo colocado e o britânico Matthew Holmes o terceiro pela equipe Lotto Soudal.

Dowsett de 32 anos não vencia uma etapa WorldTour desde 2016, sendo esta sua primeira vitória em linha, já que é especialista no contra relógio individual. Uma curiosidade, Dowsett é hemofílico (doença genética, hereditária que se caracteriza pela não coagulação do sangue) o que demanda sempre uma preocupação extra em caso de acidentes. Dowsett será pai em janeiro e é fanático por café.  Sua entrevista foi muito emocionada, mostrando a tensão e drama que cercam um ciclista profissional em busca de um lugar para a próxima temporada:

“Eu não tenho contrato para o próximo ano, e agora Chanel (esposa) e eu temos um bebê que deve nascer em janeiro. Entào eu não consigo falar como tenho estado aterrorizado sobre o que irei fazer no próximo ano.” Alex Dowsett

Giro 2020 – Etapa 8 – Giovinazzo a Vieste – 200km

Percorrendo a canela da bota na Itália, a etapa 8 do Giro 2020 partiu de Giovinazzo a Vieste por 200km. Cidade da pizzella e da brasciole, conta com 20.000 habitantes. Já Vieste, embora tenha um pequeno porto e histórico na pesca, a cidade tornou-se a partir dos anos 60 cada vez mais voltada ao turismo. Vieste recebeu chegadas do Giro em 1979 e 1988.

O perfil da etapa teve um trecho plano inicial, a subida do Monte Sant’Angelo de Categoria 2. Deste ponto em diante o perfil mudou com 100km de trajeto montanhoso até uma chegada em descida para Vieste.

Antes da largada oficial, a primeira baixa do pelote no dia. Favorito ao título do Giro, Simon Yates da Mitchelton testou positivo para covid-19 sendo obrigado a deixar a prova. A lista de ciclistas que não larga foi maior, devido a queda na etapa de ontem:

  • Tony Gallopin – AG2R La Mondiale (fratura no punho),
  • Patrick Gamper – Bora-Hansgrohe (múltiplas contusões e lacerações no corpo),
  • Sean Bennett – EF Pr Cycling (fratura no punho),
  • Edoardo Affini – Mitchelton-Scott (fratura no dedo),
  • Simon Yates – Mitchelton-Scott.

Após um início de etapa muito veloz com diversos ataques, a fuga se formou com seis ciclistas:

  • Simone Ravanelli – Androni,
  • Joey Rosskopf – CCC,
  • Mathias Brandle – Israel Start-Up Nation,
  • Alex Dowsett – Israel Start-Up Nation,
  • Matthew Holmes – Lotto Soudal,
  • Salvatore Puccio – Ineos Grenadiers.

Na escalada do Monte Sant’Angelo com 9.4km e 6.2% de inclinação, vitória de Matthew Holmes com Mathias Brandle e Simone Ravaneli na sequência. Com a pontuação, Holmes assumiu a terceira posição na luta pela camisa de rei da montanha com 20 pontos. O líder segue sendo Filippo Ganna com 41 pontos.

Restando 87km para o final, o luxemburguês Ben Gastauer da Ag2r caiu juntamente com Filippo Fiorelli da Bardiani e abandonou em seguida.

A prova seguiu morna e ficava claro que a fuga venceria, na marca de 35km para o final a vantagem dos escapados era superior a dez minutos. Dowsett atacou na marca de 31km para o final e contou tanto com a hesitação da fuga na perseguição como com  seu companheiro de equipe Mathias Brandle “atrapalhando” a perseguição. Ao final Dowsett venceu a primeira prova WorldTour para a equipe israelense. Em segundo ficou o italiano Salvatore Puccio pela equipe Ineos e em terceiro o britânico Matthew Holmes da Lotto Soudal.

O pelote completou a prova mais de 13 minutos depois, sem grandes mudanças em relação a classificação geral. Entre os líderes das principais classificações, poucas mudanças. Confira os líderes do Giro 2020:

  • Geral – João Almeida – Deceuninck Quick Step
  • Pontos – Arnaude Démare – Groupama FDJ
  • Montanha – Jonathan Klever Caicedo – EF Pro Cycling
  • Jovem – João Almeida – Deceuninck Quick Step
  • Melhor Equipe – Deceuninck Quick Step

Confira o resultado da etapa:

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Mads pedersen venceu a Gent Wevelgem

Uma belíssima corrida e vitória de Mads Pedersen! O dinamarquês da Trek Segafredo que foi campeão do mundo ano passado venceu após um final de muitos ataques. Em segundo ficou o francês Florian Sénéchal da Deceuninck Quick Step e em terceiro o italiano Matteo Trentin pela CCC. 82ª Gent Wevelgem […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: