Martinez vence em chegada ao alto em etapa espetacular no Tour de France

Luiz Papillon

Chegada ao alto é sempre um desafio especial. Hoje em uma etapa com mais de 4.000m de subida acumulada o colombiano Daniel Felipe Martinez venceu após estar na fuga toda a manhã. O ciclista da EF Pro Cycling bateu no sprint em subida o alemão Lennard Kamna da Bora Hansgrohe. Em terceiro ficou outro alemão também da Bora, o Maximilian Schachmann.

Tour de France 2020 – Châtel Guyon a Pas de Peyrol (Le Puy Mary) – 191.5km

 

A cidade da largada, Châtel Guyon é uma estância termal. A cidade já hospedou por duas vezes a largada da Paris Nice. A chegada de hoje é uma subida ao maior estratovulcão da Europa, que tornou-se inativo a cerca de 3 milhões de anos. Com algumas estrelas do ciclismo vencendo no topo como Bahamontes (1963), Lucien Van Impe (1973) e Richard Virenque (2004).

A prova teve uma fuga grande inicial com Valentin Madouas da Groupama e uma série de escaladores entre eles Pavel Sivakov, Lennard Kamna e Pierre Rolland. A 90km do fim uma queda levou ao abandono do holandês Bauke Mollema da Trek. Na marca de 50km para o final a vantagem da fuga era de 10 minutos. Era dia da vitória da fuga.

Subida a Puy Mary

 

Perfil subida Etapa 13 | Arte A.S.O.

Neilson Powless, o primeiro ciclista nativo norte americano a disputar o Tour, foi ao ataque na subida de Côte d’Anglards-de-Salers, ante penúltima do dia. Foi o momento em que Max Schachmann da Bora juntou-se a Powless para as duas ultimas subidas do dia e 35km. Atrás na perseguição Marc Soler da Movistar tentava acelerar.

Schaschmann não conseguiu abrir muito e no final da subida a Puy Mary onde os patamares de inclinação passaram de 10% foi alcançado por Daniel Felipe Martinez e Lennard Kamna. A dupla seguiu trocando ataques até o final onde Daniel Felipe Martinez  venceu Kamna no sprint em subida. Atrás Schachmann concluiu o pódio.

O pelote vinha oito minutos atrás. Quem mostrava dificuldade em acompanhar o grupo de favoritos era Egan Bernal, logo a dupla eslovena com Roglic e Pogacar atacou.  Ao final Roglic e Pocagar chegaram quatorze segundos a frente de Mikel Landa. Egan Bernal chegou 38 segundos atrás.

 

Líderes para Etapa 14

Camisa Amarela: Primoz Roglic – Jumbo Visma

Camisa Verde: Sam Bennett – Deceuninck Quick Step

Camisa de bolinhas: Benoit Cosnefroy – Ag2r

Camisa Branca: Tadej Pogacar – UAE Team Emirates

Ciclista mais combativo: Max Schachmann – Bora Hansgrohe

Equipes: Team Movistar

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Campeão belga Tim Merlier vence na Tirreno Adriatico

Mais um ciclista que vem do cyclocross vence no WorldTour. Atual campeão belga, Tim Merlier compete pela equipe Alpecin Fenix e vinha mostrando ótimos sprints em provas continentais. Dessa vez Merlier levou sua técnica para o nível mais alto vencendo grandes nomes como Pascal Ackermann e Fernando Gaviria. Tirreno Adriático […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: