Vida não é piada!

Luiz Papillon

Todos os dias mais de 80 pessoas morrem em função de acidentes de trânsito no Brasil. Parte dessas vidas estavam sobre uma bicicleta. São mais de 30.000 vidas perdidas anualmente no trânsito. Você acha que é motivo para rir?

Vida não é piada | Arte Pelote Ciclismo
Vida não é piada | Arte Pelote Ciclismo

Humorista incita o atropelamento de ciclistas

Um vídeo no qual um humorista não só zomba dos ciclistas (o que é a função do humor) mas também incita o atropelamento de ciclistas de modo banal. Claro que se o humorista incentivasse a morte de pessoas negras ou pessoas LGBT ele estaria preso. A Aliança Bike, entidade do setor das bicicletas, emitiu nota de repúdio ao “humorista”.

Talvez o humorista nunca tenha levado uma fechada em a proteção de uma casca de aço. Não saiba qual é o cheiro da sua própria carne em brasa após ralar no asfalto. Talvez ele não saiba como é o primeiro banho após um ralado e a dificuldade em remover pedaços de asfalto de um simples ralado. Dos dias, meses e anos de recuperação que milhares de pessoas são submetidos diariamente em função de acidentes de trânsito.

Muito provavelmente o humorista desconhece que os acidentes de trânsito consomem perto de 3% do PIB brasileiro anualmente, são 220 bilhões de reais. O equivalente a DUAS vezes toda a verba do orçamento federal para educação. Caso os acidentes diminuíssem em 10% seria possível por exemplo aumentar a verba da cultura em 10 vezes.

Vida não é piada, o trânsito brasileiro mata e mata demais

Na cidade de São Paulo, que dispõe da maior infraestrutura da América Latina para bicicletas, 874 vidas foram perdidas no ano de 2019, sendo 36 ciclistas. Qual o número ideal de mortos no trânsito? Eu respondo, ZERO o número ideal é não ter mortos e para isso é preciso revisitar a cultura do automóvel.

Repudiar posturas, exatamente como a do humorista é necessário e urgente. Não se trata de processar ou calar o humorista, trata-se de conscientizar a população de que fechar um ciclista, jogar o carro sobre outra pessoa é uma violência inaceitável.

Enquanto o vídeo viraliza e atinge centenas de milhares de exibições nas redes sociais, o humorista em questão conquistou 100.000 seguidores, assim convido o colega ciclista ou entusiasta a compartilhar esse texto e pedir a seus amigos que deixem de prestigiar o “humorista”, pois afinal a morte não é tão engraçada assim.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Mogi das Cruzes abre Ranking Paulista de Ciclismo

Nos dias 24 e 25 de julho, a cidade de Mogi das Cruzes na Grande São Paulo receberá o evento de abertura do Ranking Paulista de Ciclismo de Estrada. A temporada 2021 do ciclismo paulista já tem data para começar. A Federação Paulista de Ciclismo confirmou o evento de Abertura […]
Av. das Orquídeas em Mogi das Cruzes | Foto Divulgação Prefeitura de Mogi das Cruzes

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: