Mads Pedersen venceu no Tour da Polônia!

Uma chegada em alta velocidade, o medo e o receio de um acidente como o de ontem ficaram em segundo plano. O campeão mundial Mads Pedersen finalizou o trabalho de sua equipe Trek Segafredo vencendo “na foto”. Em segundo lugar ficou o alemão Pascal Ackermann da Bora seguido do italiano Davide Ballerini que completou o pódio.

Pensamento em Jakobsen

Após a tragédia que foi a chegada de ontem no Tour da Polônia, tivemos muita repercussão dos acontecimentos e mudanças para etapa de hoje. Claro toda preocupação segue com o estado de saúde de Fabio Jakobsen. O velocista holandês passou por duas cirurgias, uma de emergência e outra plástica e os médicos prevem para hoje retirar os sedativos para assim desperta-lo.

Groenewegen duramente criticado

Entre os profissionais e comentaristas da mídia internacional, a condenação de Groenewegen é total. O velocista holandês cruzou a diagonal do colega e sua atitude foi fundamental para o acidente, contudo não foi a única que colaborou para a gravidade. Uma verdadeira conjunção de fatores levou a termos um acidente de tamanha proporção. O mais evidente deles foi a movimentação da barreira de proteção, fato que a UCI veta em suas regras para provas WorldTour, ou seja houve falha nessa montagem.

Esse fator foi observado por uma série de especialistas como os velocistas Sacha Modolo e  Robbie McEwan (atual comentarista da SBS Australiana). Assim a dinâmica do acidente envolveu uma chegada massiva em alta velocidade numa descida (dados do Strava indicaram velocidade em torno de 85km/h), barreiras montadas com erro e claro à ação de Dylan Groenewegen. Muitos pedem ação da CPA (Associação dos Ciclistas Profissionais) em relação ao holandês.

Aqui fica minha opinião, acidentes assim acontecem todo ano, ao redor do mundo e até com barreiras piores, mas sempre com barreiras amarradas para evitar a movimentação. Com barreiras melhor montadas, provavelmente Dylan seria punido mas as consequências de seu ato seriam muito menores.

Tour da Polônia Etapa 2

Uma prova sem líder, assim começou a Etapa 2 do Tour da Polônia. A camisa de líder seria utilizada por Jakobsen que está em coma induzido no momento, Marc Sarreau o segundo colocado também teve que abandonar devido aos ferimentos e assim por força do regulamento a camisa de líder seria de Kamil Malecki da CCC, porém a equipe não quis utilizar a camisa em respeito aos feridos.

Apesar de uma subida de categoria 1 no início do percurso, a etapa de hoje teve um final muito parecido com a etapa 1 em termos de desenho. Com tentativas de fuga controlada nos últimos quilômetros, o pelote desenvolveu altíssima velocidade para o sprint.

A chegada em Zabrze teve a Ineos entrando na frente no quilômetro final. Logo em seguida a Trek assumiu a liderança do pelote e veio o sprint. O primeiro a lançar o ataque foi o campeão mundial Mads Perdersen, vieram Pascal Ackermann entre outros mas não havia mais tempo. Mads Pedersen venceu a etapa 2 do Tour da Polônia.

One thought on “Mads Pedersen venceu no Tour da Polônia!

  1. apesar das regras da UCI, a barreira poderia ter espinhos, lancas, mas elas nao sao feitas para serem usadas como apoio, mas cara, vc nao deve ter visto o que Dylan Groenewegen fez, alem de ter jogado a bike em cima do Fabio Jakobsen, ele deu com o cotovelo.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Fabio Jakobsen acorda e tem quadro clínico bom

Nesta tarde o ciclista Fabio Jakobsen despertou bem após ficar três dias em coma induzido. Os médicos descrevem sua condição como boa e estável. Jakobsen, de 23 anos está internado no Hospital de Sosnowiec na Polônia desde o acidente na Etapa 1 do Tour da Polônia. Segundo declaração de Patrick […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: