Jesus Herrada vence e Dylan Teuns é o líder da Vuelta!

Luiz Papillon

Vitória da fuga com Jesus Herrada da Cofidis, Dylan Teuns o segundo colocado assumiu a liderança da Vuelta pela Bahrain. E muda tudo novamente nessa Vuelta “maluca”. A notícia triste do dia foi uma queda com cerca de 100km para o final quando Rigoberto Uran abandonou juntamente com Nicolas Roche e Hugh McCarthy.

Vuelta 2019 – Etapa 6 – Mora de Rubuelos a Ares del Maestrat – 198,9km

Hoje a etapa da Vuelta partiu da cidade de Mora de Rubielos, uma cidade da província de Teruel conhecida por seu castelo. Uma fortificação provavelmente reconstruída sobre ruínas de uma fortificação árabe no século XII. O final da etapa foi em Ares del Maestrat, outra cidade com um castelo e logistica importantes na Reconquista espanhola por Jaime I. Com três subidas de terceira categoria e uma de segunda categoria a etapa foi classificada como montanhosa. Porém o final no Puerto de ares ofereceu uma disputa fantástica.

Logo no começo de etapa Wout Poels da Ineos foi para o ataque e seguido por Lawson Craddock da EF e Stephane Rossetto da Cofidis. Passaram na subida de segunda categoria e logo em seguida subiram a segunda subida do dia. Poels subiu praticamente sozinho a subida de 7.7km e 5.7% de inclinação. Atrás vários ataques no pelote e Jesus Herrada cruzou em segundo seguido de Sergio Henao da UAE. Ainda com 150km de prova pela frente o grupo foi alcançado e a fuga finalmente se estabeleceu com:

  • Bruno Armirail -Groupama-FDJ
  • David de la Cruz  – Team Ineos
  • Dorian Godon- AG2R La Mondiale
  • Dylan Teuns -Bahrain-Merida
  • Gianluca Brambilla  -Trek-Segafredo
  • Jesus Herrada -Cofidis
  • Nelson Oliveira -Movistar Team
  • Pawel Poljanski -Bora-Hansgrohe
  • Robert Gesink -Jumbo-Visma
  • Tejay Van Garderen -EF Education First
  • Tsgabu Grmay -Mitchelton-Scott

Queda tira Rigoberto Uran da prova!

Próximo da marca de 100km para o final uma queda levou diversos ciclistas para o solo. Um ciclista da Jumbo perdeu o controle em uma descida rápida e muitos ciclistas foram ao solo.  Abandonaram em função da queda:

  • Nicolas Roche – Sunweb
  • Victor de La Parte – CCC
  • Hugh Carthy e Rigoberto Uran – EF Education abandonaram.

A equipe Astana que liderava a perseguição a fuga reduziu o ritmo permitindo uma vantagem grande aos escapados. Após o reagrupamento o pelote voltou a aumentar o ritmo e foi reduzindo paulatinamente a vantagem da fuga. Na marca de 34km para o final atingiram a subida de Puero de Culia de categoria 3. A subida de 7.9km a 5% de média teve uma descida e em seguida a subida final de 7.9km a 5% até a chegada. Durante a descida Tejay Van Garderen caiu, colocando mais uma “marca” no capacete. Na fuga as hostilidades começaram enquanto o pelote vinha a cinco minutos liderado pela Astana. Já era certeza que a vitória seria da fuga.

Os ataques começaram na fuga com Nelson Oliveira, Grmay depois foi a vez de Armirail. Veio então o movimento com Dylan Teuns e Jesus Herrada e com 2.6km para o final a dupla se isolou na ponta. Assim que abriram vantagem começaram a negociar o trabalho. Teuns dava “bracinho” pedindo para Herrada revezar e o espanhol continuava de roda. Assim foram até os metros finais quando Herrada atacou para vencer. Mas nada de tristeza para Teuns, o belga da Bahrein assumiu a camisa de líder da Vuelta 2019.

Classificação da Etapa 6 da Vuelta 2019

1 José Herrada Lopez (Espanha) Cofidis Solutions Credits 4:43:55
2 Dylan Teuns (Bélgica) Bahrian-Merida 4:44:02
3 Dorian Godon (França) AG2R La Mondiale 4:44:16
4 Robert Gesink (Holanda) Team Jumbo-Visma 4:44:16
5 Bruno Armirail (França) Groupama-FDJ 4:44:32
6 Pawel Poljanski (Polônia) Bora-Hansgrohe 4:44:34
7 Nelson Oliveira (Portugal) Movistar Team 4:44:40
8 Gianluca Brambilla (Itália) Trek-Segafredo 4:44:42
9 David de la Cruz (Espanha) Team Sky 4:44:45
10 Tsgabu Grmay (Etiópia) Mitchelton-Scott 4:46:30

Classificação Geral da Vuelta 2019

1 Dylan Teuns (Bélgica) Bahrain-Merida 23:44:00
2 David de la Cruz (Espanha) Team Sky 23:44:38
3 Miguel Angel Lopez (Colômbia) Astana Pro Team 23:45:00
4 Primoz Roglic (Eslovênia) Team Jumbo-Visma 23:45:14
5 Nairo Quintana (Colômbia) Movistar Team 23:45:23
6 Robert Gesink (Bélgica) Team Jumbo-Visma 23:45:23
7 Alejandro Valverde (Espanha) Movistar Team 23:45:28
8 Esteban Chaves (Colômbia) Mitchelton-Scott 23:46:17
9 Rafal Majka (Polônia) Bora-Hansgrohe 23:46:18
10 Tadej Pogacar (Eslovênia) UAE Team Emirates 23:46:47

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Pelote experimentou a Turbo Creo SL a e-bike superleve da Specialized

Estive na sede da Specialized Brasil para conhecer os lançamentos e novidades da marca para o mercado brasileiro. Vou contar um pouco sobre os principais lançamentos em outro texto. Mas faço um destaque ao “rolé” que fiz com a Turbo Creo SL a e-bike superleve da Specialized. Com apenas 11.3kg […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: