Tinha que ser o Chaves!

Hoje o Giro 2016 em sua 14ª parte de Alpago, na região do Venetto, um dos berços da civilização humana, datada do período da era do ferro, essa pequena cidade de 10.000 habitantes separa a região de Treviso do Veneto aos pés das Dolomitas que foram escaladas ao longo do dia, por 210km passando por famosas estações de esqui o Giro segue a Corvara, uma minúscula cidade no alto Trentino.

passo sella

A etapa de ontem foi dura? Foi, mas a de hoje judiou demais do pelotão!

Com uma subida de primeira categoria de 70km logo de cara, da pra ver como a etapa é bruta, além de Passo Pordoi, temos Passou Gau em categoria 1 também, Passo Sella, Passo Campolongo e Passo Valparola em categoria 2 e Passo Gardena em categoria 3, totalizando 4.700m de escalada.

É a etapa Rainha do Giro 2016.

T15_MadonnaDC_2_alt

Passo Sella é a montanha Pantani do Giro, que relembra o épico momento de 1998 em que Pantani assumiu a camisa rosa:

Logo pela manhã na fuga matinal, o grupo que luta pela camisa azul de montanha se destacou, Cunego, Denifl, Lopez Garcia levaram a primeira meta em Passo Pordol com 7′ para o pelote, já em Passo Sella vimos Lopez Garcia, Roche e Atapuma levar a meta, aumentando a vantagem para 8′ sobre o pelote.

Chegando no Passo Gardena (cat3), meta vencida por Plaza Molina, Lopez Garcia e De La Cruz, com 9′ para o pelote. No Km130 Ryder Hesjedal abandonou a prova.

Na meta de Passo Campolongo (cat2), mais uma vez Plaza Molina, Lopez e Atapuma mantendo 9′ para o pelote levaram a meta, faltavam 75km para o final, o pelote quebrou todo e um grupo de perseguição se formou tendo o camisa rosa Andrey Amador no grupo.

Ai veio a subida de Passo Giau, a meta foi vencida por Atapuma, Siutsou e Preidler, que viram a vantagem cair para 4′, mas o importante aconteceu na escalada, Amador sobrou e Nibali atacou, foi seguido por Chavez e Kruijswijk enquanto Valverde mostrava dificuldades e sobrou com o restante dos perseguidores.

No Passo de Valparola, Atapuma, Siutsou e Preidler levaram a meta e já tinham no seu encalço Chaves e Kruijswijk, Atapuma atacou solo faltando 11km e seguiu perdendo pouco a pouco sua vantagem até que com 2km para o final foi alcançado pelo trio formado por Kruijswijk, Chaves e Preidler, seguiram puxando até o final onde Chaves venceu no sprint com Kruijswijk em segundo e Preidler em terceiro, Nibali seguiu solo até encontrar a pouco do final Siutsou com quem revezou e fez um grande resultado na luta pela camisa rosa.

giro-chaves

 

Classificação da Etapa:

giro-14c

Classificação da camisa rosa, se tudo indicava o favoritismo de Nibali, agora ainda mais, com 2’18” de vantagem sobre Valverde, já da para dizer que será difícil bater o Tubarão de Messina!

giro-14gc

 

Confira o vídeo com os melhores momentos da etapa: