Strade Bianche 2021

Strade Bianche é uma prova neoclássica, uma prova jovem com apenas 15 edições mas com um cenário fantástico. Criada com o nome “La Eroica Strade Bianche” em 1997 como evento para bicicletas clássicas em formato de granfondo ao redor da bela Siena na Itália. Desde 2007 a corrida passou a ter versão UCI World Tour, enquanto o granfondo continua acontecendo no domingo após a prova profissional.

Com traçado e paisagem que conferem o status de nova monumento – as 5 monumentos são Milan-San Remo, Tour de Flanders, Paris Roubaix, Liège-Bastogne-Liège e Lombardia- Strade Bianchi . A prova tem largada na Fortaleza Médici e mistura os longos trechos de terra branca com pouco mais de 50km em terra batida, um asfalto e um final em uma subida de 18% após 184km. O ponto mais alto da prova é a escalada a Montalcino, uma serra de 12km ao longo de belíssimas vinícolas, que obtém do solo rico em xisto -que confere o tom branco das estradas- potentes vinhos sangiovese o Brunello di Montalcino.

Na edição deste ano estarão presentes todas equipes WorldTour. Entre as equipes da segunda divisão do ciclismo, chamada ProTeams, a belga Alpecin Fenix teve participação direta ao vencer o ranking ProTeams UCI 2020. Assim as equipes convidadas foram:

  • Alpecin Fenix (Primeira do Ranking 2020)
  • Androni Giocattoli Sidermec
  • Bardiani CSF Faizané
  • Eolo-Kometa
  • Vini Zabu p/b KTM

Favoritos e destaques da Strade Bianche 2021

A Strade Bianche 2021 é o primeiro grande teste para os ciclistas que passaram o inverno em treinamentos diferenciados devido a pandemia. Todos os grandes ciclistas clássicos estarão presentes, entre eles destaco:

  • Mathieu Van der Poel, o holandês da Alpecin Fenix poderá colocar suas habilidades de ciclo-cross e MTB em ação.
  • Wout Van Aert, o belga chega para tentar o bicampeonato na prova onde possui também dois pódios.
  • Tiesj Benoot, com 4 top 10 nas ultimas edições o vencedor da prova em 2019 pode surpreender novamente.
  • Greg Van Avermaet, o ciclista que mais Top10 tem em clássicas não só na Strade Bianche, mas na carreira.
  • Peter Sagan, o eslovaco tem 4 top 10 na Strade Bianche, o final é muito duro para o peso de Sagan que será sempre marcado de perto pelos adversários. Essa será a primeira prova de Sagan em 2020, visto que foi diagnosticado com covid-19 no começo de fevereiro.

Poderia ficar escrevendo aqui ainda mais 10 ou 15 nomes que podem disputar a vitória. A Strade Bianche é uma prova sensacional de assistir e se você curte ciclismo, não deve perder.

Prova sem transmissão para o Brasil

A Strade Bianche foi transmitida nos últimos anos pela ESPN. Nesta temporada a emissora não transmitiu nenhuma prova, sequer pela plataforma online. Como os direitos são da emissora, a transmissão para o Brasil ficam bloqueadas pela GCN em seu aplicativo pago, restando ao fã do esporte buscar meios alternativos como o uso de VPN (vendo pela RAI) ou fontes alternativas como  Tiz-cycling.io.

Horário da transmissão internacional: 9:50 às 13:30 (prova masculina).

2 thoughts on “Strade Bianche 2021

  1. Uma pena a ausência de transmissão! Comprou os direitos mas não transmite….nesse caso deviam revender pra GCN e não nos deixar sem a prova….

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Jean-Pierre Monseré, o único que morreu vestindo a camisa arco-íris

Nesta semana a Bélgica saúda Jean-Pierre Monseré, o único ciclista que morreu vestindo a camisa arco-íris de campeão mundial. A prova GP Jean-Pierre Monseré marca também o retorno ao ciclismo de Fabio Jakobsen, o holandês que quase morreu na abertura do Tour da Polônia ano passado. O GP Jean-Pierre Monseré […]
Jean-Pierre Monseré recebendo o título mundial em 1970 | Foto Arquivo @Belga

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: