Vingegaard vence etapa e assume a liderança do Tour de France!

Luiz Papillon

Desde o meio da etapa a Jumbo Visma fez um verdadeiro terror de ataques contra Pogacar e a estratégia funcionou a ponto do esloveno não conseguir resistir ao ataque de Vingegaard a 4km do final. O dinamarquês de 25 anos venceu um minuto a frente de Nairo Quintana e 1:10 a frente de Romain Bardet que completou o pódio.

Jonas Vingegaard vence no Tour de France | Foto AP Daniel Cole
Jonas Vingegaard vence no Tour de France | Foto AP Daniel Cole

Tour de France 2022 – Etapa 11 – Albertville a Col du Granon – 151.7km

Uma etapa épica do Tour de France! Assim como em 1986 quando Greg Lemond atacou e tirou a camisa amarela de Bernard Hinault, a história hoje foi de uma série de ataques incríveis da Jumbo contra Pogacar.

Sem baixas por covid, a etapa partiu de Albertville, sede dos jogos olímpicos de inverno em 1992 e tinha no trajeto os Lancets de Montvernier e a longa subida que passa pelo Col du Télégraphe, uma pequena descida e outra subida longa e dura ao Col du Galibier. Uma longa descida e a subida da Serre du Chevalier ao col du Granon.

Jumbo Visma puxa o pelote | Foto Jumbo Visma
Jumbo Visma puxa o pelote | Foto Jumbo Visma

Logo nos Lancets de Montvernier Oliver Naesen abandonou a prova enquanto nos primeiros patamares da subida ao Col du Télégraphe foi a vez de Mathieu van der Poel abandonar. Na fuga Wout van Aert era o primeiro da Jumbo Visma com mais de seis minutos de vantagem.

Ataque atrás de ataque da Jumbo Visma contra Pogacar

No pelote, durante a descida do Col du Telégraph, a Jumbo sentiu o momento e montou o ataque, com uma sequência de pancada de Roglic, Vingegaard e Laporte colocando Pogacar em pânico. O esloveno líder do Tour de France resistiu a primeira sequência de ataques, mas ainda restava muita prova pela frente. Sem gregários que conseguissem acompanhar o grupo, Pogacar optou por assumir a ponta e colocar o ritmo para tentar eliminar os ciclistas da Jumbo. A estratégia funcionou e apenas Jonas Vingegaard conseguiu seguir Pogacar enquanto de perto Romain Bardet o seguia.

Premio Henri Desgrange para Warren Barguil

 

Na ponta da prova, Warren Barguil se isolou com Simon Geschke seguindo a quase um minuto. Barguil foi o primeiro a cruzar a meta de montanha no Col du Galbier e ganhou o prêmio Henri Desgrange de 5.000 euros  por ser o líder na montanha mais alta do Tour de France 2022. No Galibier está um monumento em homenagem a Desgrande, ciclista que deteve o recorde da hora e depois jornalista que criou o Tour de France.

Subida ao Col du Granon

O grupo líder se reagrupou e desceu o Galibier em direção o vale de La Salle-les-Alpes que antecedeu a subida da Serre du Chevalie ao Col du Granon. Uma subida de 11.3km com duríssima inclinação em especial a partir do terceiro quilômetro, praticamente 10% o tempo todo. Na ponta a fuga ia sucumbindo ciclista a ciclista e no grupo dos favoritos quem se destacou foi Nairo Quintana. O pequeno colombiano colocou um passo e seguiu pouco a frente do grupo e foi colocando tempo para subir na classificação geral.

Restando 5km para o final, Quintana já tinha 50 segundos de vantagem para o grupo de Pogacar e estava 50 segundos atrás de seu companheiro de equipe. Restando 4km do final veio o ataque matador de Jonas Vingegaard, o dinamarquês deixou Pogacar para trás e o esloveno não conseguiu reagir. Vingegaard passou por Nairo e seguiu solo para vencer e assumir a camisa amarela de líder do Tour de France.

Nos quilômetros finais um a um os favoritos foram atacando e deixando Pogacar para trás, imprimindo uma derrota histórica para Pogacar. Pogacar não é um extraterrestre, é humano e não resistiu. Em segundo um minutos depois chegou Nairo Quintana da Arkéa Samsic e em terceiro Romain Bardet da DSM.

A classificação geral ficou então com Jonas Vingegaard em primeiro, Romain Bardet em segundo e Tadej Pogacar caindo para o terceiro lugar.

 

Classificação do Tour de France 2022

Results powered by FirstCycling.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Tom Pidcock conquista o Alpe d'Huez

O jovem britânico medalhista olímpico do MTB conquistou hoje a etapa rainha do Tour de France no famoso Alpe d’Huez. O sul-africano Louis Mientjes foi segundo e Chris Froome o terceiro. Entre os favoritos muito jogo mental e pouca disputa, Pogacar deixou para lançar suas ataques no final mas foi […]

leia também

Receba as novidades em seu e-mail