Sky vence com Geraint Thomas que ganha a etapa e assume camisa amarela

Com uma subida avassaladora da Sky na última subida em La Rosière a equipe fez uma dobradinha com o galês Geraint Thomas e o britânico Chris Froome em terceiro. Mikel Nieve da Mitchelton esteve o dia todo na fuga mas foi pego quase sobre a linha. Tom Dumoulin que atacou a 5km do final ficou com a segunda colocação. Com o resultado Geraint Thomas assumiu a camisa amarela e Froome esta em segundo lugar. Tom Dumoulin fez um excelente final de prova e agora é o terceiro colocado na classificação geral com Vincenzo Nibali em quarto.

 

Resumo da etapa:

Ontem Quintana e outros ciclistas disseram que esperaram o movimento da Sky que não veio numa crítica a equipe britânica que hoje deu o troco em alto estilo. A Sky não colocou nenhum ciclista na fuga, somente foi para a frente do pelote na descida de 18,5km que antecedia a subida final a La Rosière. Assim que começaram a subir ficou latente a velocidade não só pelo modo como se aproximaram e passaram por Valverde e outro ciclistas da fuga, mas principalmente pela dificuldade de grandes escaladores em ficarem no grupo. De jovens como Pierre Latour a experientes como Domenico Pozzovivo um a um foram sobrando antes mesmo da metade da subida. Muito mais que uma vitória foi uma demonstração de força da Sky.

Albertville a La Rosière 108,5km

A 11ª Etapa do Tour de France foi uma repetição da 6ª Etapa do Criterium du Dauphiné deste ano, relembre como foi. Com quatro subidas categorizadas e chegada ao alto na La Rosière, a etapa prometia testar as pernas dos ciclistas nesta que foi a segunda de quatro duras etapas consecutivas nos alpes. Assim os ataques deveriam vir da fuga e não dos  favoritos que precisavam poupar as pernas. Na zona neutra 165 ciclistas largaram,

Na largada da etapa os líderes eram:

Greg Van Avermaet com 2:22s sobre Geraint Thomas

Peter Sagan com 101 pontos sobre Fernando Gaviria

Julian Alaphilippe com 13 pontos de vantagem sobre Rein Taaramae.

David Gaudu empatado com Pierre Latour no tempo.

 Movistar com 18 segundos a frente da Bahrain

 Greg Van Avermaet

Tão logo o diretor de provas Christian Prudhomme liberou a partida os ciclistas começaram à atacar. Sagan partiu com Caruso, Sicard e Navarro para conquistar a meta de sprint logo no princípio da etapa. Na sequência um grupo enorme com quase 40 ciclistas atacou enquanto na ponta Sagan conquistava a meta de sprint aumentando para 121 pontos sua liderança sobre Gaviria. A fuga já melhor formada tinha 8 ciclistas na ponta entre eles Alaphilippe da Quick Step e Barguil da Fortuneo. Um pouco atrás vinha o grupo com 38 ciclistas entre eles Philippe Gilbert da Movistar, Mikel Nieve da Mitchelton e Jon Izaguirre da Bahrein com o pelote 4:30 atrás.

 Montée de Bisanne, 12,4km com 8,2% de 
  1. Julian Alaphilippe 20
  2. Warren Barguil 15
  3. Thomas de Gendt 12
  4. Serge Pauwels 10
  5. Rein Taaramae 8
  6. Anthony Perez 6
  7. Mikel Nieve 4
  8. Darwin Atapuma 2

Após a descida a longa subida para o Col du Pré Alaphilippe sobrou do grupo líder que agora estava reduzido a 13 ciclistas, do pelote Valverde atacou para escalar a Col du Pré perseguindo a fuga. No topo a classificação de montanha foi:

 Col du Pré, 12,6km com 7,7% de 

1. Warren Barguil, 20
2. Serge Pauwels, 15
3. Elie Gesbert, 12
4. Darwin Atapuma, 10
5. Jesus Herrada, 8
6. Damiano Caruso, 6
7. Tanel Kangert, 4
8. Mathias Frank, 2

Veio uma pequena descida e começaram a subir novamente para o Cormet de Roselend, os 13 da ponta tinham  2:31 para o contra ataque agora com um solido grupo com Valverde (MOV), Soren Andersen (SUN), Rudy Molard (GFC), Soler (MOV), Perez (COF) e Kung (BMC). O pelote vinha quatro minutos atrás e dois grupos de sobrados um com Avermaet a nove minutos e a dupla da Dimension Data rebocando Cavendish vinte minutos atrás com risco de ficar fora de tempo. Na subida Marc Soler fez um excelente trabalho ao puxar Valverde na subida agora dois minutos atrás da fuga.

 Cormet de Roseland, 5,7km com 6,5% de 

1. Warren Barguil, 5
2. Jesus Herrada, 3
3. Elie Gesbert, 2
4. Mikel Nieve, 1

Após uma descida bem técnica com os clássicos hairpins a fuga começou a escalar a subida final,  La Rosière, 17,6km com 5,8% de . Atrás Marc Soler seguiu diminuindo a diferença até que a dupla da Sunweb Dumoulin e Soren Andersen os alcançou, assim Valverde e Dumoulin ficaram juntos por um tempo. Atrás a Sky comandava o pelote numa velocidade de subida impressionante. Valverde então sobrou, o pelote passou por ele e ainda restavam duros 5km. Na ponta Mikel Nieve tinha 35 segundos sobre o grupo perseguidor, 57 para Dumoulin e atrás o pelote 1’26”. Foi o momento em que Geraint Thomas da Sky atacou. Quintana, Nibali ficaram na  roda de Froome enquanto Thomas seguia abrindo vantagem. Bardet tentou atacar mas quem atacou foi Froome na tentativa de quebrar Quintana. Dan Martin então fez o movimento atacando e levando consigo Froome, os demais favoritos se entreolhavam e sem revezamento viam Dan Martin e Froome os deixando para trás.

Veja pelo alto a anatomia do ataque de Thomas:

Nos 1500m finais Nieve visivelmente cansado perdia espaço enquanto Thomas se aproximava velozmente, Froome então acelerou para conectar com o grupo de Dumoulin e eles passaram por Nieve quase sobre a linha de chegada. Ao final Thomas foi o primeiro com 20 segundos de vantagem sobre Dumoulin que foi segundo. Froome chegou junto com Dumoulin nessa etapa que foi principalmente uma demonstração de força da Sky. Alejandro Valverde foi premiado como mais combativo do dia, embora nós do pelote escolheríamos Dumoulin. Amanhã uma etapa mítica do Tour com final no Alpe d’Huez palco de diversas disputas históricas com Pantani, Armstrong, Contador e tantos outros ciclistas.

Cavendish e Kittel fora do Tour

A brutalidade da etapa de hoje fez vítimas no pelote. Pela Dimension Data Mark Cavendish e seu companheiro Mark Renshaw cruzaram a chegada fora do tempo limite. Já pela Katusha o velocista Marcel Kittel que ficou fora do tempo limite, Rick Zabel  também da Katusha ficou apenas 3 segundos fora e os comissários mostraram compreensão e o consideraram no resultado final.

Classificação da Etapa 11

1
THOMAS Geraint TEAM SKY 3h 29′ 36”
2 DUMOULIN Tom TEAM SUNWEB + 00′ 20”
3 FROOME Christopher TEAM SKY + 00′ 20”
4 CARUSO Damiano BMC RACING TEAM + 00′ 22”
5 NIEVE ITURRALDE Mikel MITCHELTON – SCOTT + 00′ 22”
6 MARTIN Daniel UAE TEAM EMIRATES + 00′ 27”
7 HERRADA LOPEZ Jesus COFIDIS SOLUTIONS CREDITS + 00′ 57”
8 BARDET Romain AG2R LA MONDIALE + 00′ 59”
9 NIBALI Vincenzo BAHRAIN – MERIDA + 00′ 59”
10 QUINTANA ROJAS Nairo Alexander MOVISTAR TEAM + 00′ 59”

Classificação Geral após 11 etapas 1835km

1
THOMAS Geraint TEAM SKY 44h 06′ 16”
2 FROOME Christopher TEAM SKY + 01′ 25”
3 DUMOULIN Tom TEAM SUNWEB + 01′ 44”
4 NIBALI Vincenzo BAHRAIN – MERIDA + 02′ 14”
5 ROGLIC Primoz TEAM LOTTO NL – JUMBO + 02′ 23”
6 KRUIJSWIJK Steven TEAM LOTTO NL – JUMBO + 02′ 40”
7 LANDA MEANA Mikel MOVISTAR TEAM + 02′ 56”
8 BARDET Romain AG2R LA MONDIALE + 02′ 58”
9 QUINTANA ROJAS Nairo Alexander MOVISTAR TEAM + 03′ 16”
10 MARTIN Daniel UAE TEAM EMIRATES + 03′ 16”

 

Classificação por Pontos após 11 etapas

1  PETER SAGAN BORA – HANSGROHE 339 PTS
2  FERNANDO GAVIRIA QUICK – STEP FLOORS 218 PTS
3  DYLAN GROENEWEGEN TEAM LOTTO NL – JUMBO 132 PTS
4  ALEXANDER KRISTOFF UAE TEAM EMIRATES 129 PTS
5  ARNAUD DEMARE GROUPAMA – FDJ 106 PTS

Rei da Montanha após 11 etapas

1
ALAPHILIPPE Julian QUICK – STEP FLOORS 61 pts
2 PAUWELS Serge TEAM DIMENSION DATA 49 pts
3 BARGUIL WARREN TEAM FORTUNEO – SAMSIC 40 pts
4 TAARAMÄE Rein DIRECT ENERGIE 36 pts
5 MOLARD Rudy GROUPAMA – FDJ 22 pts

Classificação Jovens até 25 anos após 11 etapas:

1 LATOUR Pierre-Roger AG2R LA MONDIALE 44h 18′ 02”

One thought on “Sky vence com Geraint Thomas que ganha a etapa e assume camisa amarela

  1. Prova excelente, cheia de variações táticas. Fiquei feliz por vários ciclistas, dentre os quais o Martin, o Valverde, o Dumoulin e até o Nieve. Triste pelo Uran, Bardet e Quintana. Mas os caras da Sky são frios e bons demais. Showzaço. Acho que o Thomas fica um bom tempo com a camisa amarela, pois o Froome marca bem demais os outros capitães.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Geraint Thomas vence no Alpe d'Huez em etapa fantástica no Tour de France

Uma etapa fantástica, assim pode-se dizer dessa que pode ser considerada a etapa rainha do Tour 2018. Geraint Thomas venceu no sprint contra Dumoulin, Bardet e Froome no topo do Alpe d’Huez. A fuga teve chances reais de vitória com Kruijswijk da Lotto Jumbo mas o trem da Sky fez novamente […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: