Gavíria vence no encerramento da Vuelta a San Juan com Remco Campeão

Vitória de Fernando Gaviria, o colombiano da UAE Team Emirates venceu pela terceira vez na Vuelta a San Juan. Gaviria esperou até o último momento até perdendo a roda de seu companheiro na marcação a Hodeg, quando o colombiano lançou o ataque, Gaviria saltou para vencer por mais  de uma bicicleta. Em segundo ficou Peter Sagan seguido de Alvaro Hodeg. Com o resultado Remco Evenepoel é o campeão da Vuelta a San Juan 2020, o pódio é completado por Filippo Ganna correndo pela seleção italiana e com o veterano espanhol Óscar Sevilla pela Team Medellin.

Brasileiros na Vuelta a San Juan

Os brasileiros encerraram a Vuelta a San Juan com ótima performance. Na etapa 7, Alessandro Guimarães foi o melhor colocado em 21º no sprint, confira:

  • 21. Alessandro Guimarães – Sel. Brasileira +0
  • 51. Vinícius Rangel – Sel. Brasileira +0
  • 101. Leonardo Finkler – Sel. Brasileira +0
  • 110. André Gohr – Sel. Brasileira +0
  • 142. Magno Prado – SEP San Juan +0

Na classificação geral, Vinicius Rangel foi o melhor brasileiro com a 26ª colocação e 5º colocado entre os jovens até 25 anos. Leonardo Finkler foi o 8º entre os jovens até 25 anos. Parece pouco mas é um resultado excelente para uma seleção com ciclistas jovens. Além disso Magno Prado também fez uma ótima Vuelta pela equipe SEP San Juan.

Vuelta a San Juan etapa 7 – San Juan – 141.3km

Chegamos ao encerramento da Vuelta a San Juan, primeira prova ProSeries da temporada. Utilizando um anel viário (av. Circunvalacion) em San Juan que também foi palco do campeonato panamericano de ciclismo em 2018 a etapa seria uma das bem conhecidas pelos brasileiros. Assim como as etapas anteriores, duas metas de sprint foram previstas. Com o título praticamente definido a prova começaram os ataques até que oito ciclistas conseguiram estabelecer a fuga do dia:

  • Nathan Brown – Rally
  • Colin Joyce – Rally
  • Francisco Monte – Sel. Argentina
  • Juan Ignácio Curuchet – Sel. Argentina
  • Iginio Daniel Lucero – Rawson
  • Leonardo Rodriguez – Rawson
  • Andrea Garozio – Vini Zabù
  • Riccardo Marchesini – Amore & Vita

Na primeira meta de sprint, vitória de Curuchet seguido por Leonardo Rodríguez e Francisco Monte. Já com o grupo reduzido a seis escapados, a segunda meta de sprint teve novamente Curuchet como vitorioso, seguido por Lucero e Marchesini. Restavam 48km para o final, sem grandes pretensões a fuga permitiu o ataque da dupla da Rally. Logo depois Colin Joyce ficou solo. O pelote seguiu calmo permitindo a Joyce folga em torno de um minuto até a entrada nos 20km finais onde o pelote acelerou e na marca de 14km para o final Joyce foi neutralizado.

A organização da prova anunciou que os tempos para a classificação geral seriam congelados na penúltima volta. O asfalto molhado e a tensão para os ciclistas em início de temporada não valeria os riscos de uma queda. Assim de forma prudente a disputa passou a ser pelo último sprint.

Vitória de Fernando Gavíria

O pelote esticado seguiu com vários ciclistas testando a chance de uma fuga. Na ponta a Deceuninck Quick Step seguia puxando o pelote com a Bora e Movistar ao lado. No sprint, Gaviria marcou Hodeg a ponto de deixar seu embalador sozinho na frente, somente quando o colombiano acelerou que Gaviria então saltou para vencer por uma bicicleta de diferença. Peter Sagan foi o segundo seguido de  Álvaro Hodeg.

 

Remco Evenepoel Campeão da Vuelta  a San Juan

Iniciando sua segunda temporada como profissional o prodígio belga Remco Evenepoel de 20 anos conquista seu segundo título no ciclismo profissional. Após vencer a Volta a Bélgica ano passado, Remco é campeão da Vuelta a San Juan 2020.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.