Vitória da fuga na Vuelta com Tim Wellens da Lotto Soudal

Luiz Papillon

Em uma etapa de transição com terreno muito acidentado, o belga Tim Wellens da Lotto Soudal venceu em Ourense na Vuelta 2020. Wellens estava na fuga e atacou no final da subida final para vencer. Em segundo ficou o canadense Michael Woods da EF Pro Cycling e em terceiro o checo Zdenek Stybar da Deceuninck Quick Step.

Vuelta 2020 – Etapa 14 – Lugo a Ourense – 204.7km

Hoje a largada da Vuelta 2020 foi em Lugo na Galícia, cidade quem mantem registros do Império Romano. A chegada foi em Ourense, destaque para a ponte Millennium. Uma etapa considerada plana mas com relevo acidentado teve uma fuga muito qualificada partindo logo no início da etapa:

  • Marc soler (Movistar)
  • Michael Woods (EF Pro Cycling)
  • Tim Wellens (Lotto Soudal)
  • Zdenek Stybar (Deceuninck Quick Step)
  • Dylan Van Baarle (Ineos Grenadiers)
  • Thymen Arensan (Sunweb)
  • Pierre Luc Périchon (Cofidis)

O pelote tentou manter a fuga na alça de mira e entraram nos 90km finais de prova com cinco minutos de vantagem. Quando o pelote entrou nos 10km finais ficou claro que a fuga venceria. No final o grupo de escapados disputou um sprint com vitória do belga Tim Wellens da Lotto Soudal. Wellens estava na fuga e atacou no final da subida final para vencer. Em segundo ficou o canadense Michael Woods da EF Pro Cycling e em terceiro o checo Zdenek Stybar da Deceuninck Quick Step.

Pela classificação geral o pelote chegou sem corte e portanto sem mudanças na classificação geral.

Primoz Roglic é o líder na classificação geral.

Primoz Roglic (Jumbo Visma) lidera a disputa por pontos.

Guillaume Martin (Cofidis) é o atual rei da montanha.

Enric Mas (Movistar) lidera entre os jovens até 25 anos.

A Movistar é a melhor equipe da Vuelta 2020.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Jasper Philipsen vence etapa mais longa da Vuelta!

Parecia que seria vitória da fuga, mas hoje o pelote foi impiedoso. O italiano Mattia Cattaneo atacou a 32km do final mas foi alcançado pelo pelote já dentro dos quilômetros finais na Vuelta 2020. No sprint em subida, a vitória ficou para o belga de 22 anos Jasper Philipsen da […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: