Tobias Foss surpreende e vence mundial de contrarrelógio

Luiz Papillon

O norueguês Tobias Foss surpreendeu e venceu o campeonato mundial de contrarrelógio individual. A disputa que aconteceu em Wollongong na Austrália teve ainda Stefan Kung e Remco Evenepoel no pódio.

Tobias Foss | Foto Getty
Tobias Foss | Foto Getty

“Parece um sonho, ainda não acredito. Minhas pernas estavam boas, eu sabia que vinha de boa forma das provas no Canadá, mas não esperava por isso. Por muito tempo não estava claro quem ficaria com a vitória, não sou a pessoa mais confiante, então eu não acreditei enquanto não acabou. Eu dei tudo hoje, não poderia ter corrido melhor, estou muito satisfeito, é inacreditável” disse o campeão mundial de contrarrelógio individual, Tobias Foss.

A prova com duas voltas no difícil circuito montado em Wollongong com muitas curvas fechadas e uma subida consideravelmente dura com 700m e 6,7% de inclinação deram contornos dramáticos a disputa. O primeiro ciclista a ir para o circuito foi o maltês Daniel Bonello. Um pouco mais tarde seria a vez do português João Almeida, mas o ciclista de Caldas da Rainha sentiu-se mal e acabou não largando para a disputa. As dificuldades do circuito fizeram algumas vítimas como Magnus Sheffield:

https://youtu.be/40hjtZtz8f8

Os tempos começaram a ficar mais sérios com o suíço Stefan Bissegger com média de 50,261km/h, mas o cenário mudou quando o britânico Ethan Hayter largou já entre os mais bem ranqueados na disciplina colocando-se em primeiro na primeira parcial apenas 57 centésimos de segundo mais rápido que o norueguês Tobias Foss. Os tempos muito próximos indicavam uma disputa apertada e na sequência Stefan Kung e Evenepoel bateram a marca.

Tobias Foss voa no terceiro trecho e garante título mundial

A surpresa veio com o tempo final de Tobias Foss, o ciclista que compete regularmente pela Jumbo Visma cravou 51,24km/h de média. Enquanto se dirigia para o banco esperar os adversários concluírem, Tobias viu o favorito Filippo Ganna passar quase 30 segundos atrás na segunda parcial. Já Stefan Kung vinha voando e com um tempo melhor que Foss nas duas primeiras parciais, a narração e comentaristas esperavam que o título ficasse com o ciclista da Groupama. Mas “King Kung” como é chamado em algumas provas não conseguiu o mesmo desempenho na terceira parcial e ficou 2,950 segundos atrás de Foss enquanto Remco Evenepoel fechou a prova com quase dez segundos de atraso. Favorito Filippo Ganna teve que contentar-se com um sétimo lugar.

Tobias Foss vence o mundial de CRI 2022 | Foto UCI
Tobias Foss vence o mundial de CRI 2022 | Foto UCI

Após a vitória, Foss começou a realizar o feito e fez uma promessa ao descrever a dificuldade da prova:

“Antes da largada eu pensava em estar entre os dez primeiros ou talvez cinco primeiros, será muito especial vestir a camisa arco-íris. Vou honra-la da melhor maneira possível.”

Confira o vídeo na íntegra do mundial de ciclismo de contrarrelógio individual:

https://youtu.be/IcU1HwAuZZU

 

Classificação do Mundial de Contrarrelógio Individual 2022

Results powered by FirstCycling.com

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Ellen van Dijk vence pela terceira vez o mundial de contrarrelógio

Aos 35 anos Ellen van Dijk conquistou seu terceiro título mundial de contrarrelógio. Durante a prova não quis ouvir nada sobre como estavam as demais competidoras, só ouviu seu técnico dizer que estava bem. Ao final com um “bom choque” pode curtir mais uma conquista. Na cadeira por muito tempo […]

leia também

Receba as novidades em seu e-mail