Vuelta a San Juan terá Sagan e Seleção Brasileira

Luiz Papillon

Primeira prova da nova categoria UCI ProSeries começa amanhã na província de San Juan na Argentina. Com novo status em importância a prova terá grandes estrelas do ciclismo mundial como Peter Sagan, Fernando Gavíria, Remco Evenepoel e brasileiros! Além da Seleção Brasileira, o veterano e especialista em contra relógio Magno Prado defenderá as cores da equipe SEP San Juan.

Vuelta a San Juan 2020

Disputada desde 1982, a Vuelta a San Juan vem se firmando como principal prova de ciclismo na América Latina. A 38ª edição da Vuelta a San Juan terá sete etapas, são quase 1.000km em seis etapas em largada massiva e um contra relógio individual. Uma prova bem equilibrada com etapas para velocistas em circuito, outra etapa para classicomanos com muito sobe e desce. E ao menos duas etapas para escaladores. A etapa 5 tem chegada no Alto Colorado uma serra de Categoria 1 digna das mais belas paisagens da temporada de ciclismo.

Some-se a isso um povo apaixonado pelo ciclismo e a novidade na categorização da prova. A Vuelta a San Juan será a estreia da categoria ProSeries, a segunda mais importante do ciclismo mundial. Nesta temporada serão 52 provas ProSeries, a grande diferença para os anos anteriores é que o campeão e vice da ProSeries (entre equipes ProTeam a segunda divisão do ciclismo) terão entrada automática nas três grandes voltas (Tour de France, Giro d’Italia e Vuelta a España). Já o terceiro colocado terá presença garantida nas principais provas clássicas da temporada.

Seis equipes World Tour são destaque em San Juan

Estão presentes na Vuelta a San Juan, Movistar, Bora Hansgrohe, Cofidis, Deceuninck Quick Step, Israel Start Up Nation e Uae Team Emirates. Além delas as equipes ProTeam Androni Gioccattoli, Bardiani, Fundación Orbea e Vini Zabù representam o continente Europeu. Entre as equipes Pro UCI America, está a Rally (EUA). As equipes continentais europeias presentes são a Amore & Vita que corre sob bandeira da Letônia e a Atum General de Tavira, Portugal. Do continente americano estão as equipes Agrupacion Virgem Maria de Fátima da Argentina, Equipe de Pocito, Equipe San Luis, Equipe Rwson, SEP San Juan e Transportes Puertas de Cuyo. As colombianas Team Medellin (COL), Colombia Tierra (Col) e SEP San Juan (ARG).

Peter Sagan, Fernando Gaviria e Julian Alaphilippe são destaques

O tricampeão mundial de ciclismo entre 2015 e 2018 Peter Sagan dispensa apresentações. Onde o eslovaco de 30 anos vai, uma multidão o persegue. Com muito bom humor e um tato especial com as crianças, Sagan entra por sua 11ª temporada como profissional e carregará nos ombros a responsabilidade e o favoritismo do super campeão que é. Equipe ainda tem o polonês Pawel Poljanski para a classificação geral.

Para bater guidão com Sagan nas chegadas para velocistas, o colombiano Fernando Gaviria é o grande nome. Após uma temporada com dificuldades devido a quedas em momentos críticos, Gavíria terá muito a mostrar em 2020.

Pela equipe “bicho papão” em vitórias, a Deceuninck Quick Step, temos muitos destaques. A equipe trouxe Julian Alaphilippe o francês que ganhou muitas provas em 2019 e usou a camisa amarela do Tour de France por 11 dia, além dele o jovem Remco Evenepoel inicia sua segunda temporada como profissional após um ano espetacular. Foi na mesma San Juan o primeiro pódio da carreira do jovem belga. Para completar o time, está o veterano checo Zdenek Stybar e o colombiano Alvaro Hodeg que será o homem do sprint da equipe.

Estreante na primeira divisão em 2020, a Cofidis trouxe um time forte para San Juan. O velocista Christophe Laporte e dois bons escaladores, Guillaume Martin e Luis Angel Maté. Já a outra estreante Israel Start up Nation, tem um time mais discreto com Rudy Barbier e Travis Mccabe.

Seleção Brasileira

Em um período de renovação a seleção brasileira representada pela equipe de Ribeirão Preto, teve alguns reforços como Vinícius Rangel da equipe Valverde e André Gohr da Funvic. Completam a equipe Felipe Ronzani, Leonardo Finkler, Renan Quadri e o velocista Alessandro Guimarães que terá a missão de substituir Rafael Andriatto. Andriatto sofreu uma queda em uma prova de preparação na Argentina e precisou voltar ao brasil para se recuperar de fraturas. E tem mais Brasil em San Juan, Magno Prado compete pela equipe local SEP San Juan e está confirmado para a prova.

Vuelta a San Juan 2020

As prova não terá transmissão oficial para o Brasil. Assim será possível assistir pelos canais da GCN (Global Cycling Network) via facebook e youtube.  Ao longo da semana irei postar regularmente os relatos da prova e horários de transmissão.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Richie Porte é campeão do Tour Down Under, jovem Mathew Holmes venceu etapa final em Wilunga Hill

Com um ataque monstruoso, Richie Porte da Trek escapou do pelote e atropelou a fuga, seu único porém foi o jovem Mathew Holmes da Lotto Soudal que grudou na sua roda e venceu pela primeira vez uma prova WorldTour. Porte ainda cruzou feliz pela conquista da volta com o segundo […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: