Mikel Nieve vence solo, Froome é o campeão do Giro 2018

Luiz Papillon

Mikel Nieve da Mitchelton venceu a 20ª etapa do Giro em Cervinia, Robert Gesink foi segundo e Felix Grosschartner da Bora terceiro, ambos remanescentes da fuga. Apesar dos ataques sucessivos de Dumoulin, Froome resistiu bravamente e conseguiu conquistar virtualmente o Giro d’Italia. O equatoriano Richard Carapaz da Movistar ainda atacou no final para tentar vencer a camisa branca mas Miguel Angel Lopez da Astana foi em sua roda e garantiu a camisa branca. No finalzinho Poels ainda olhou para Froome passaram na frente de Dumoulin mostrando que a Sky ainda tinha lenha pra queimar.

Mikel Nieve da Mitchelton Scott – Vencedor da 20ª Etapa

Susa a Cervinia 214km

Última etapa de montanha do Giro 2018, com 126km planos e depois três montanhas duríssimas de categoria 1. Pela primeira vez na carreira Cris Froome começou uma etapa com a maglia rosa. A etapa começou com uma fuga tendo Elia Viviani o maglia ciclamino que buscava os pontos da meta intermediária. Um grupo grande atacou do pelote para compor a fuga com 27 ciclistas. Viviani venceu a meta e assim praticamente garantiu a camisa, abrindo vantagem de 58 pontos sobre Bennett.

1ª Col Tsecore: 1367m
2ª: Col St Pantaleón 1164m
3ª: Cervínia 924m

A medida que subiram a primeira montanha do dia, Col Tsecore a fuga foi selecionando e destacaram-se Nieve, Conti, Brambilla, Grosschartner, Visconti e Mohoric. Atrás visivelmente passando mal Thibaut Pinot sofria ficando muito para trás, o francês tossia muito e até empurrado morro acima por seus companheiros foi. O pódio do Giro teria mudanças.

Assim que começaram a longa descida, Matej Mohoric da Bahrein saltou a frente e foi abrindo vantagem, um dos melhores em descida do circuito mundial conseguiu colocar 30″ de vantagem sobre o grupo perseguidor. Mas tão logo começaram a subir a segunda subida de Col Saint Pantaléon, Mohoric ficou para trás. Na ponta Mikel Nieve abriu e passou com 1:40″ a frente dos remanescentes da fuga com o pelote 8:15 atrás.

Veio a última subida do dia, na ponta do pelote uma divisão entre Astana e Sky num ritmo claramente mais leve, lá na frente Mikel Nieve seguia para vencer solo. Atrás o pelote 9′ atrás começou a ter acelerações. O grupo selecinou ainda mais e ficaram Oomen e Dumoulin pela Sunweb, Froome da Sky, Carapaz da Movistar, Lopez da Astana e Pozzovivo da Bahrein, os cinco primeiros colocados. Dumoulin passou ao ataque tentando quebrar Froome. Atrás a Sky comandou uma perseguição de Poels para dar assistência a Froome, restando ainda 6km de escalada.

Dumoulin ataca, Froome responde num final sensacional

Em mais uma sequência de ataques desta vez com Carapaz, Froome e Lopez seguiram mas Dumoulin não conseguiu reagir. O ataque de Carapaz diminuiu a intensidade e com muito esforço Dumoulin conseguiu reconectar juntamente com Oomen e Poels. Na ponta Nieve passou vencendo enquanto o grupo passava pelo pórtico de 3km para o final. Carapaz atacou e Lopez foi na roda enquanto Froome seguiu comboiando Dumoulin e Poels. Apesar dos ataques sucessivos de Dumoulin, Froome resistiu bravamente e conseguiu conquistar virtualmente o Giro d’Italia. O equatoriano Richard Carapaz da Movistar ainda atacou no final para tentar vencer a camisa branca mas Miguel Angel Lopez da Astana foi em sua roda e garantiu a camisa branca. No finalzinho Poels ainda olhou para Froome passaram na frente de Dumoulin mostrando que a Sky ainda tinha lenha pra queimar.

 

Os dez melhores colocados da 20ª Etapa foram:

Na classificação geral, festa para Cris Froome que vence o Giro d’Italia! Froome também acumulou a camisa de montanha, a Maglia Azurra, pela primeira vez desde 1998 quando Marco Pantani ganhou ambas camisas.

Confira a classificação geral após 20 etapas:

O pódio do giro ficou definido com Chris Froome, Tom Dumoulin e Miguel Angel Lopez. Amanhã na etapa plana apenas a confirmação da camisa ciclamino que ficará com Elia Viviani.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Em festa de Froome, Bennett vence em Roma!

Sam Bennett venceu a última etapa do Giro 2018 em Roma no dia de festa para Froome! A 21ª e última etapa do Giro 2018, uma disputa festiva pelas ruas de Roma, que comprou o direito de sediar o final por cinco temporadas, teve Sam Bennett como vencedor da etapa. […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: