Fórum – Não o deixe morrer…

Pedro Anselmo

As redes sociais são massa! Os portais de informações são incríveis e o WhatsApp revolucionou a forma que a gente se comunica, mas há um cara da internet que ninguém hoje mais dá valor: os fóruns.


O Nascimento

O Pelote.com.br nasceu em um fórum da internet, você sabia? Longa estória em poucas palavras, alguns amigos (cerca de 113) decidiram discutir livremente sobre ciclismo de estrada, pois estavam cansados que ter que ficar medindo palavras e serem cerceados por regras e mediações esquisitas. Foi dessa forma que em 2013 nasceu esse site, na tora, na raça, na vontade. Era um Fórum de internet, o que eu acho a melhor invenção da rede. Lá a gente criou amizades virtuais que extrapolaram os bits and bytes e acabaram se tornando uma amizade real em muitos casos (embora eu ainda não tenha encontrado todos pessoalmente).

No Fórum, discutíamos de um tudo. Até política (o que em certo ponto causou muita confusão e ataques). A idéia de um bulletin board é o que mais me atrai na internet, pois tudo fica registrado. Ainda hoje, quando eu preciso de alguma informação, é aos bulletin boards que eu recorro. Recentemente, tive um problema técnico com meus pedais Vector e foi lá que achei diversos casos semelhantes, registrados para a posteridade.

Estrutura em Diretórios

A estrutura do Fórum é bem prática, o que facilita a sua popularidade. Ele é dividido em tópicos e a participação faz com que esse tópico comece a ganhar importância. É um instrumento super-democrático, onde novatos e experientes convivem e podem participar. A leitura de tudo que está acima é uma das poucas regras que precisam ser observadas por quem vai postar, pois evita a repetição de perguntas já respondidas à exaustão, como por exemplo “Sou novo no ciclismo e qual bicicleta eu devo comprar?“. Essa pergunta ocorre a cada 2-3 páginas, acredite em mim.

Convém, antes de abrir um novo tópico, dar uma olhada no diretório. Às vezes, um tópico tem mais de 100 páginas e há muitas informações interessantes lá. Use as ferramentas de busca, elas vão te ajudar a encontrar as coisas rapidamente.

Etiqueta e Historicidade

Em todos os fóruns, existe as figuras do administrador e do moderador. No Pelote, só existe uma regra: sem mimimi. Porém, isso não lhe dá passe livre para vir discutir assuntos não relatos ao tópico ou para desrespeitar os outros membros que estão trocando informações e opiniões. Já tivemos problemas com isso no passado e ninguém tem mais saco para essa situação novamente.

Quem gerencia os fóruns mundo afora, sempre concorda que após os aplicativos de mensagem instantânea se massificarem, a audiência dessa plataforma caiu absurdamente. Chegando ao ponto de praticamente não existir mais. Uma vez me perguntaram se eu preferia as discussões via WhatsApp. Eu acho que gosto do formato híbrido. Conversar no grupo o que é instantâneo e perguntar/resolver as coisas no Fórum. A grande vantagem do bulletin board é a sua historicidade. Aquela dúvida marota ao montar os pedais ou ajustar o câmbio traseiro que você resolveu e decidiu dividir, ficará alí registrada (historicidade). Hoje, se eu quiser encontrar as coisas que falei sobre meus potenciômetro em 2013, elas estarão lá. Dá para entrar no DeLorean de Marty McFly e rever alguns posicionamentos sobre determinados assuntos. No WhatsApp, não rola isso.

Outro fator que contribui para a involução na troca de informações, é que nos grupos de WA, sempre você estará em contato com as pessoas que pensam muito parecido ou que tem afinidade com você. A discussão não é aberta. E assim perde-se a chance, a chance…

Nosso Diretório Favorito é o Treinamento e Alimentação (Figura 1). Lá tem informação suficiente para começar a treinar de forma mais estruturada. É importantíssimo destacar que não damos aulas nem prestamos consultoria alguma sobre treinamento ou nutrição. Considere que é apenas uma troca de informações entre leigos (nem sempre tão leigos) e amigos. Se você acha que precisa de um acompanhamento personalizado, procure uma acessoria esportiva com profissionais credenciados e qualificados.

Figura 1 – Splash do nosso Fórum sobre Treinamento e Alimentação.

Aprofundando

Em pouco tempo, você se ambienta com a estrutura de diretórios do fórum e começa a entender o valor que esse formato oferece. A informação não se esvai, ela fica. Muitas vezes de forma constrangedora vai lhe mostrar a sua evolução. Eu, ocasionalmente, tenho até saudades da minha ingenuidade dos primeiros posts nos fóruns que participo. Lembro-me de um que fiz, quando consegui o meu primeiro Rolo de treinamento que vinha com um algoritmo para estimar a potência. Aquilo nunca funcionou, mas me deu uma falsa sensação de poder e no meu primeiro teste de FTP saiu o resultado de 493W. Fiz forte, mas não o “forte pra caramba” que eu imaginava. Precisou que os amigos me dissessem que eu deveria estar disputando o Col d’Izoard no Tour de France. Mas isso faz parte do jogo.

Portanto, experimente. É um jeito bem legal de se trocar informações. As amizades e os laços de afirmação vão ficando fortes. A diversidade de pensamento é maior e lhe ajuda a aprender a ouvir o que é diferente ou o que não lhe agrada tanto também. Habilidades muito importantes nos dias de hoje. Eu estarei por lá, colaborando.

Grande abraço!

 


Sobre o autor

Pedro Anselmo Filho, Ph.D. é engenheiro mecânico e professor, com doutorado em combustão pela Universidade de Cambridge e mestrado em energia aplicada pela Universidade de Cranfield. Leciona para os cursos de Engenharia Mecânica e Automação e Controle da Universidade de Pernambuco (UPE) e nos cursos avançados da Escola Americana do Recife. Pedala sem rodinhas desde os 4 anos e ciclista entusiasta que gosta muito de estudar sobre potência. Seu email para contato é pedro.anselmo.filho@gmail.com e clique aqui para ter acesso ao seu Strava.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Mecenas espanhol salva equipe WorldTour

A equipe GreenEdge Cycling que correu nos últimos anos como Mitchelton Scott, ganhará novo nome a partir do retorno do ciclismo em julho. A equipe passará a chamar Team Manuela Fundación, uma fundação filantrópica espanhola. “Após um período problemático e incerto, especialmente nos últimos meses, estamos felizes em contar co […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: