Marthieu van der Poel é campeão mundial pela sexta vez no cyclo-cross

Luiz Papillon

De ponta a ponta com uma supremacia raramente vista em um mundial, assim Mathieu van der Poel confirmou seu sexto título mundial na categoria. A cada trecho de cronometragem Van der Poel abria vantagem e os ciclistas atrás tinham que se contentar em disputar os lugares restantes no pódio. Joris Nieuwenhuis foi o segundo e Michael Vanthourenhout completou o pódio.

Mathieu van der Poel | Captura TV

Mundial de Cyclo-cross 2024 – Tabor República Tcheca

Com um circuito seco, com muitos setores técnicos e rápido, assim o mundial de Cyclo-cross voltou a Tábor onde em 2015 Mathieu van der Poel conquistou seu primeiro título mundial. As disputas começaram na sexta-feira com a França surpreendendo e vencendo o revezamento por equipes. Neste sábado as disputas começaram com a Junior Feminina, vencida pela francesa Célia Gery logo a frente da britânica Cat Fergunson e da tcheca Viktória Chladonová. Na sequência foi a vez do neerlandês Tibor Del Grosso detonar a disputa sub-23 masculina vencendo com 27s sobre os belgas Emiel Verstrynge e Jente Michels. Na elite feminina foi a vez de Fem van Empel confirmar o bicampeonato.

Na elite masculina todo favoritismo era todo de Mathieu van der Poel. O neerlandês cinco vezes campeão mundial fez uma temporada praticamente perfeita com 12 vitórias em 13 provas (ficou em quinto na Copa do Mundo de Benidorm após um problema mecânico). Assim que largaram Van der Poel confirmou o favoritismo e assumiu a ponta na primeira curva para não mais perder. A cada trecho de cronometragem, Van der Poel abria vantagem. Atrás Joris Nieuwenhuis logo se estabeleceu em segundo e deixou para os demais a disputa pelo terceiro lugar.  A disputa pelo pódio teve Michael Vanthourenhout e Pim Ronhaar.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Volta ao Algarve tem Remco Evenepoel, Wout van Aert e Tom Pidcock

Uma prova portuguesa com certeza! Criada nos anos 60 a Volta ao Algarve mostra um trajeto de paisagens belíssimas de uma região rica em Portugal. Até os anos 80 era disputada somente por atletas locais, até que em 1993 o primeiro estrangeiro venceu a Volta ao Algarve, o brasileiro Cássio […]

leia também

Receba as novidades em seu e-mail