TDF 2015 – Etapa 2 – Greipel vence no sprint!

tdf2-1a

O cara é grande, o cara é forte e, acima de tudo, o cara tem os dentes mais invisíveis do planeta terra! Ver o Graipel levar uma etapa é sempre legal, mas hoje, além disso, a gente teve muita coisa para ver – embora sem ajuda metrológica.
Até mais ou menos 55 km para o fim, a etapa estava com aquela cara de etapa plana (nada para ver). Porém, uma tempestade com chuva e vento bagunçou tudo. Nessa hora tinha um monte de coisa para ver, mas a imagem não deixava, já chovia pra caralho.

Fui no banheiro e, quando voltei, tinham 3 grupos principais na estrada (depois fiquei sabendo que foi um tombo). No primeiro seguiam Contador, Froome, Van Gerderen, Martin, Cav, Cancellara e equipes. No terceiro tinha a Movistar junto com Quintana e mais 80% do pelotão. No meio vinha mais um grupo, e nele tinha um Niba completamente desesperado.

O Tuba foi pra frente, tentou puxar, gesticulou igual italiano da Mooca, ficou mais puto que o Datena, mas não teve jeito, ninguém estava afim de fazer a obrigação da Astana.

Resultado? Além de não conseguir chegar no bloco da frente, ele ainda foi alcançado pelo grupo do Quintana. Pra piorar ele ainda teve um furo de pneu e, obviamente, teve que fazer uma forcinha pra recuperar o terreno perdido.

Lá na frente os líderes seguiam forte. BMC, Ettix, Tinkoff puxando, tudo para ferrar quem sobrou. Chegando a uns 18km da meta, a Ettix começou a trabalhar bastante, armando o sprint para o Cav. Contador, Froome e Cancellara seguiam só na sucção.

Com a chegada a uns 14 km, a bike do Sagan fez um furo no pneu (musiquinha) e ele teve que fazer força para conseguir voltar para o grupo. Os caras vieram compactos até bem pertinho do fim. Na frente, Martin e depois Renshaw embalaram Cavendish até uns 400m da chegada, quando o banguela meteu o sapato com Greipel em sua roda. Só que desta vez, faltou um pouco de Bananinha Paraibuna para o Manx Missile.

O britânico até que tentou, mas depois de um dia cansativo, não teve forças para sustentar um sprint tão longo. Greipel saiu da roda e ultrapassou Cavendish com certa facilidade. O alemão chegou em primeiro, sendo seguido de perto por Sagan.

O terceiro lugar ficou para o Fabian Cancellara. Terceiro colocado no ITT de ontem, o suíço aproveitou a bonificação de tempo e assumiu a camisa amarela da competição. E o mais legal é que ele fez isso CHUPANDO RODA O TEMPO TODO.

Quintana e Niba perderam quase um minuto e meio para Froome e Contador, péssimo para eles. Fiquem ligados que mais tarde soltaremos mais algumas paradas maneiras do Tour de France.

Como ficaram os contenders:

Uran +42
Tejay+44
Chris Froome +48
Alberto Contador +1:00
Thibault Pinot +2.07
Vincenzo Nibali +2.09
Valverde +2:22
Quintana +2:27
Porte +2:32
Talansky +2:41
Bardet +3:00

Últimos KM da Etapa:

Deixe uma resposta