Chinesa GCP promete investir mais que a Sky no ciclismo!

Com um discurso pra lá de entusiasmado o diretor executivo Tim Kay responsável pelo projeto da equipe chinesa até agora conhecido como GCP ou Global Cycling Project.

A revolução financeira pode estar chegando ao ciclismo. Depois da onda de investidores árabes é a vez dos chineses aportarem na mais alta categoria do ciclismo mundial. Uma nova equipe chinesa tem planos de literalmente despejar dinheiro no ciclismo no ciclismo com um investimento sólido e de muitos anos.  Atualmente o investimento da equipe Sky é muito maior que da maioria dos oponentes, algo ao redor dos R$120 milhões anuais ante R$90 milhões de uma equipe como a Quick Step. O presidente da equipe até o momento conhecida como GCP, Tim Kay que comentou:

“Eu não estarei lutando por um punhado de dinheiro, estou indo com um investimento enorme!”

Para levar a cabo o projeto, Kay leva consigo Brian Smith ex diretor da MTN Qhubeka como diretor de equipe e Shane Sutton ex diretor da equipe britânica como chefe de desenvolvimento chinês. Um projeto ambicioso nos moldes da Sky com o objetivo de ter ciclistas asiáticos com destaque na categoria máxima do ciclismo. Shane Sutton esteve a frente do projeto britânico que começou em 2002 e culminou no recorde de medalhas olímpicas em 2012 nos jogos de Londres e em paralelo na criação da equipe Sky.

As pretensões não são pequenas, estar na elite do ciclismo mundial já em 2020 e conquistar o Tour de France até 2025. Tudo isso promovendo os efeitos positivos do ciclismo na China e ajudando a reduzir a poluição urbana.

A história é muito bonita mas…ainda carece do principal fomento: Investidor. Atualmente Sutton trabalha com a equipe de pista nacional chinesa em busca de talentos para os jogos olímpicos de Tóquio. Dois anos atrás antes da Lampre tornar-se UAE os dirigentes italianos estiveram próximos a um acordo com a gigante de vendas Alibaba (dona da plataforma Aliexpress) que recente de penetração justamente no mercado europeu. Obviamente não podemos duvidar da capacidade chinesa de investimento e em especial do talento de Brian Smith e Shane Sutton em transformar sonhos em realidade.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.