Contador e Quintana atacam e Froome toma 2 minutos!

Uma etapa curta, apenas 118,5km com três montanhas, o que poderia acontecer?

Nessa Vuelta 2016, tudo!

Logo no começo da etapa Contador atacou e foi seguido por Quintana, Froome estava numa posição que demorou para entender o que ocorria e partiu junto com um único gregário na perseguição da Orica com Chaves, tudo isso antes dos 10km iniciais!

Quatorze pilotos formaram a fuga com três da Tinkoff, Contador, Rovny e Troimov, três da Movistar, Quintana, Fernandez e Castrovejo além do líder de montanha Elissonde da FDJ e Omar Fraile vice líder de montanha da DD, Brambilla (Ettix), Formolo e Moser (Cannondale), Felline (Trek) entre outros.

contaodr

Atrás, a Orica organizou uma perseguição com a Astana e Froome entrou no trem, em pouco tempo a fuga tinha 2 minutos sobre o grupo de Froome/Chaves e 5 minutos sobre o pelotão com quase toda Sky.

Na chegada a primeira subida do grupo, quem puxava a fuga era Contador, logo que chegaram próximo ao topo, Fraile e Elissonde atacaram pelos pontos de montanha e logo voltaram ao grupo de fuga, uma veloz descida passagem pelo abastecimento e logo veio a segunda montanha do dia, ao pé do Alto de Cotefablo de segunda categoria a distância entre os líderes e Froome estava em 2’45”, novamente Fraile e Elissonde disputam os pontos de montanha com nova vitória de Fraile que reduz a distância para Elissonde na disputa.

Agora era descer e vinha a subida final, o grupo de Froome havia diminuído a distância para 2 minutos, e o que poderia acontecer na última subida? Como em outras etapas Froome alcançaria a fuga? Ou Contador e Quintana tinham “lenha pra queimar”?

No abastecimento o comentário de Ari Aguiar foi engraçado mas deu a pintura do momento:

– Froome pegou a sacolinha -musette-  com tanta raiva, que o rapaz -soigneur- quase pediu desculpas.

Uma escalada de 14km com média de 4.6% ao Alto de Formigal, Quintana logo de cara já partiu para dianteira com contador e Brambilla na roda, atrás Talansky oitavo no geral ataca e força Froome a responder, Valverde ataca do grupo de Froome quebrando mais o grupeto.

Enquanto a perseguição se despedaçava, Contador sobrava e viu Quintana e Brambilla irem para a disputa pela etapa, Brambilla parecia tanto saber que venceria que fechou a camisa antes de partir para o ataque final, Brambilla venceu com Quintana em segundo e Felline em terceiro, Chaves terminou 1’55” atrás de Quintana e Froome 2’40”.

vuelta-e15w

Confira os 10 primeiros na etapa:

1 Gianluca Brambilla (Ita) Etixx – Quick-Step 02:54:30
2 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 00:00:03
3 Fabio Felline (Ita) Trek-Segafredo 00:00:25
4 Kenny Elissonde (Fra) FDJ 00:00:28
5 David De La Cruz (Spa) Etixx – Quick-Step 00:00:31
6 Alberto Contador (Spa) Tinkoff Team 00:00:34
7 Davide Formolo (Ita) Cannondale-Drapac 00:00:53
8 Matvey Mamykin (Rus) Team Katusha 00:01:16
9 Esteban Chaves (Col) Orica-BikeExchange 00:01:53
10 Michele Scarponi (Ita) Astana Pro Team 00:01:59

E a classificação geral com Quintana cada vez mais rojo e uma grande disputa pelo segundo lugar:

1 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 61:36:07
2 Christopher Froome (GBr) Team Sky 00:03:37
3 Esteban Chaves (Col) Orica-BikeExchange 00:03:57
4 Alberto Contador (Spa) Tinkoff Team 00:04:02
5 Simon Yates (GBr) Orica-BikeExchange 00:05:07
6 Samuel Sanchez (Spa) BMC Racing Team 00:06:12
7 Andrew Talansky (USA) Cannondale-Drapac 00:06:43
8 Davide Formolo (Ita) Cannondale-Drapac 00:07:17
9 David De La Cruz (Spa) Etixx – Quick-Step 00:07:23
10 Michele Scarponi (Ita) Astana Pro Team 00:07:39

Confira os melhores momentos: