Victor Campenaerts vence sob chuva no Giro

Luiz Papillon

Em mais uma vitória da fuga no Giro, Victor Campenaerts da Qhubeka Assos venceu a etapa 15 do Giro 2021 em Gorizia. Campenaerts venceu o duelo no mano a mano contra o holandês Oscar Riesebeek da Alpecin Fenix. Pouco atrás o grupo perseguidor decidiu no sprint o terceiro lugar com o alemão Nikias Arndt da equipe DSM completando o pódio.

Victor Campenarts vence no Giro 2021 | Pelote Ciclismo
Victor Campenarts vence no Giro 2021 | Captura TV

Giro 2021 – Etapa 15 – Grado a Gorizia – 147km

Com largada em Grado, uma pequena cidade no extremo leste do litoral italiano na região do Friuli-Venezia-Giulia a etapa 15 do Giro cruzou a divisa entre Itália e Eslovênia para a chegada em Gorizia. Antes da largada, a confirmação do abandono de Giacomo Nizzolo, o velocista italiano vencedor da etapa 13, a exaustão foi o motivo do abandono.

Toda atenção da etapa para a chegada, onde nos últimos quilômetros uma subida curta e dura com até 14% de inclinação, do lado esloveno de Gorizia faria a diferença.

Acidente no início da etapa levou a paralização

Pouco após a largada oficial, um acidente levou a paralização da etapa. O motivo foi o deslocamento de todas ambulâncias disponíveis para o  atendimento médico aos quinze ciclistas envolvidos. Confira aqui os detalhes do acidente. A queda levou ao abandono de quatro ciclistas:

  • Emannuel Buchmann – Bora Hansgrohe
  • Ruben Guerreiro – Ef Nippo
  • Jos Van Emden – Jumbo Visma
  • Natnael Berhane – Cofidis
Ambulância chega ao local de acidente no Giro 2021 | Pelote Ciclismo
Ambulância chega ao local de acidente no Giro 2021 | Captura TV

Após trinta minutos de paralização a prova recomeçou. Ruben Guerreiro chegou a pedalar por alguns quilômetros mas logo desistiu, subindo no carro médico.

Chuva e vento

Assim que a prova foi reiniciada, os ataques se sucederam. Um grupo com quinze ciclistas formou a fuga inicial. O holandês Bauke Mollema o mais bem classificado entre eles, a 41 minutos de Egan Bernal. Destaque também para três ciclistas da Qhubeka.

A fuga aproveitou o vento a favor e Victor Campenaerts (Qhubeka) trabalhou muito para fazer a diferença crescer. Na marca de 85km para o final a vantagem já estava em onze minutos. Após a escalada ao Gornje Cerovo, uma subida de quarta categoria mas com trechos com mais de 10% de inclinação, a fuga se partiu, ainda com muita vantagem para o pelote.

Os ciclistas entraram nos 15km finais com Riesebeek (Alpecin) e Campenaerts (Qhubeka) levando 30 segundos de vantagem para os remanescentes da fuga. A chuva passou a cair forte e criou sérias dificuldades para os ciclistas.

Na subida final, Campenaerts tentou deixar Risebeek para trás mas não conseguiu, seguiram juntos para a decisão no mano a mano com vantagem para o belga que conquistou a terceira vitória da equipe Qhubeka Assos no Giro 2021.

O pelote seguiu doze minutos atrás, a chuva e piso muito escorregadio parece ter tirado a vontade de um ataque por poucos segundos entre os favoritos que terminaram e bloco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Egan Bernal doutrina e vence etapa rainha no Giro!

O colombiano Egan Bernal está com as duas mãos no troféu Senza Fini de vencedor do Giro 2021. Bernal atacou hoje restando 22km para o final durante a escalada do Passo Giau na maior escalada do Giro 2021, passou por todos escapados, conquistou a meta de montanha e desceu para […]
Egan Bernal vence o Giro 2021 | Pelote Ciclismo

leia também

Receba as novidades em seu e-mail