Tour de France 2020

Luiz Papillon

Largando de Nice, a edição 2020 do Tour de France tem tudo para marcar a história do ciclismo de forma única. Primeiro pela realização em setembro, onde a França já deve encarar sinais do outono, claro em função da pandemia do coronavírus. E também por ser uma edição totalmente na França e desenhada para escaladores.

Tour de France 2020

A partir deste sábado, o mundo do ciclismo acompanhará a mais esperada prova da temporada. Falo claro do Tour de France 2020. Com largada em Nice, serão 21 etapas com um total de 3.484km em uma viagem a França de bicicleta. Com apenas uma etapa de contra relógio individual, o Tour de France 2020 foi desenhado para escaladores. Assim as principais equipes tiveram a difícil missão de selecionar ciclistas que resistam a essa verdadeira maratona sobre bicicleta.

Tour de France 2020, Guia de Etapas | Arte A.S.O. adaptação Pelote Ciclismo

Para o Brasil, o Tour de France será televisionado pela ESPN, que tem em sua programação uma abertura neste sábado a partir das 9:30 na ESPN2. As demais etapas devem ser transmitidas ao redor das 10:30 com chegada por volta das 12:30. Além da ESPN os canais internacionais franceses como a TV5 devem passar a prova.

O trajeto do Tour de France 2020 passa por 29 montanhas

 

Várias competições em uma, saiba o que está em jogo no Tour de France 2020

A maior competição de ciclismo do mundo não tem apenas um vencedor. O Tour de France envolve uma série de disputas, essas disputas são identificadas por camisas e prêmios especiais:

  • A camisa amarela é a mais importante e é utilizada pelo ciclista com o  menor tempo na classificação acumulada da prova.
  • O ciclista que conquista mais pontos, seja por vitórias ou por vencer metas intermediárias, utiliza a camisa verde.
  • A camisa de bolinhas vermelhas indica o ciclista com mais pontos em montanha.
  • Por fim a camisa branca, é utilizada pelo líder da classificação por tempo entre os jovens até 25 anos.

Além das camisas, o Tour de France tem prêmios distintos:

  • Numeral amarelo, dado a equipe melhor colocada na soma dos quatro melhores ciclistas em tempo.
  • Numeral vermelho, dado ao ciclista escolhido por um juri como o mais combativo na etapa.
  • Prêmio de vencedor da etapa.

 

Equipes participantes do Tour de France 2020

Ao todo, 176 ciclistas divididos em 22 equipes largam para o Tour de France 2020. Além das equipes da primeira divisão do ciclismo mundial, estão presentes mais três equipes. A equipe Total Direct Energie, que foi a primeira colocada na categoria ProTeam (segunda divisão) no ano de 2019, conquistou a vaga, além dela receberam convites da organização a B&B Hotels – Vital Concept e a Arkéa Samsic. Abaixo você pode conferir o quadro de etapas e as equipes participantes.

 

Números do Tour de France 2020

Sem representante brasileiro no Tour desde 2013, quando Murilo Fischer competiu pela Groupama FdJ, o Tour de France 2020 terá ciclistas de 30 países. A França, claro lidera alista com 38 ciclistas, seguida pela Espanha com 18 e Béglica com 17. Entre os latino americanos, a Colômbia tem 10 representantes enquanto Equador e Costa Rica, um representante cada.

A idade média dos ciclistas que iniciam o Tour de France 2020 é de 29,84 anos, com altura média de 1.80m e peso médio de 68.1kg. O ciclista mais velho nesta edição é Alejandro Valverde, espanhol de 40 anos que foi campeão mundial em 2018. Valverde é também o mais experiente no Tour de France com 12 participações, seguido do alemão Tony Martin com 11 participações. Já o mais novo é Maxime Chevalier da B&B Hotels com 21 anos e 106 dias.

Entre as equipes, a Mitchelton Scott tem a equipe com maior média de idade, com 32 anos e 296 dias, seguida pela Movistar com 32 anos e 47 dias. Já as mais jovens são a EF Pro com 27 anos e 264 dias e a Team Sunweb com 26 anos e 254 dias de média.

Serão 43 ciclistas estreando no Tour de France, entre eles o atual campeão mundial, o dinamarquês Mads Pedersen da Trek Segafredo.

Amanhã teremos um texto comentando a lista de favoritos e inscritos de forma detalhada.

 

 

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Equipes WorldTour devem formar fundo para segurança

O dono da equipe Deceuninck Quick Step, Patrick Lefevere visitou os ciclistas acidentados de sua equipe e falou ao jornal Sporza. Na entrevista, Lefevere conta que juntamente com a equipe Ineos Grenadier e Jumbo Visma, pretende implementar novas medidas de segurança. Após as duras quedas de Fabio Jakobsen e Remco […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: