Mundial de Contra Relógio não é somente Tom Dumoulin x Rohan Dennis!

Luiz Papillon

Em se tratando de contra relógio individual a temporada 2017/2018 teve dois nomes de destaque e se você acompanha o ciclismo de estrada sabe que o holandês Tom Dumoulin e o australiano Rohan Dennis são os favoritos ao título mundial. Especialidade para ambos o trajeto trás uma subida que promete separar os ciclistas e fazer a diferença não só na subida mas também no ataque na descida. Mas a prova de amanhã cedo a partir das 9:10 tanto pela SporTV como pelo canal da UCI no Youtube é muito mais do que uma batalha entre os dois especialistas.

O percurso do Mundial de Contra Relógio Individual

O trajeto de 52.5km partindo de Rattenberg com 654m de subida acumulada a maior parte na escalada de 4.9km com 7.1% de inclinação para Gnadenwald. Ao contrário da prova de contra relógio por equipes, na modalidade individual as curvas da descida são menos desafiadoras do ponto de vista técnico pois permitem ampla visão do percurso. Assim o desafio será ter um tempo suficiente bom na subida e ainda ter fôlego para 17.5km a maior parte em descida:

 

Tom Dumoulin x Rohan Dennis

Em 2017 Dumoulin venceu o Giro d’Italia e o mundial de contra relógio. Agora o holandês chegou ao mundial com objetivo triplo, o primeiro era o contra relógio por equipes que foi vencido pela Quick Step. O segundo objetivo é manter a camisa de campeão mundial no contra relógio, sua especialidade e por fim disputar o mundial no domingo dependendo também de uma ótima escalada para na descida distanciar de adversários mais explosivos. Nesta temporada Dumoulin venceu a abertura do Giro um prólogo de 9.7km e a etapa de contra relógio do Tour de France além de ser vice campeão na prova francesa. Rohan Dennis australiano manteve a maglia rosa por quatro dias no Giro 2018 contando com um atraso justamente de Tom Dumoulin na segunda etapa. Venceu também a etapa de CRI do Giro na 16ª etapa, além de vencer ambas etapas de CRI na Vuelta. Assim como Dumoulin, Dennis tinha objetivo de subir ao alto do pódio por equipes e a BMC não conseguiu ser páreo para a Quick Step e para o australiano esta é a chance para vestir a camisa de campeão mundial.

Porém a competição não é somente entre ambos, confira quem pode por água no chope da dupla

Ao todo 59 ciclistas estão inscritos para a prova que começa as 9:10 da manhã com transmissão pela SPORTV3 e canal da UCI no Youtube. Mesmo com as duas últimas temporadas discretas não podemos descartar o alemão Tony Martin, detentor de quatro títulos mundiais entre 2011 e 2016. O belga Victor Campenaerts é o atual campeão europeu da modalidade e vem num momento de bom desempenho na temporada. Considerando o circuito, Bob Jungels, luxemburguês da Quick Step também pode surpreender. Muito rápido e bom escalador foi um dos responsáveis pelo título da equipe neste domingo. O italiano “desgraçado” pelas atitudes pessoais Gianni Moscon da Sky é um nome fortíssimo para os primeiros lugares, além de subir muito bem fez um sexto lugar no mundial de 2017.

Correndo por fora, eu destaco como potenciais candidatos ao pódio o dinamarquês Soren Kragh Andersen, o holandês Jos Van Emden, o alemão Maximilian Schachmann e com até menos possibilidade dada a preferência pela prova de estrada, o polonês Michal Kwiatkowski. Da quase para cravar que o pódio terá três entre os citados nesse texto, mas surpresas acontecem e quem sabe Stefan Kung ou mesmo uma surpresa como o eslovaco Jan Tratnik possam dar mais emoção a prova de logo mais.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Rohan Dennis voa baixo para vencer o mundial de contra relógio!

A prova de contra relógio para elite masculina no ciclismo teve disputa do segundo lugar para baixo. O australiano Rohan Dennis dominou de forma impressionante a prova, penúltimo a largar o ciclista de 28 anos natural de Adelaide que corre 2018 pela BMC e a partir de 2019 correrá pela […]

leia também

Receba as novidades em seu e-mail