Grupo Bourrelier torna-se proprietário da Mavic

Luiz Papillon

O suspense chegou ao final, após audiência realizada na última semana em Grenoble na França, foi divulgada a empresa escolhida pelo tribunal para comandar a centenária fabricante de rodas e acessórios para ciclismo.

Cotada entre as melhores propostas, o grupo Bourrelier, uma empresa familiar de capital aberta conhecida pela rede Bricorama foi a escolhida.

O objetivo é claro: Permitir que a Mavic retorne ao crescimento e desempenho. A Mavic deve redescobrir a dimensão de uma empresa familiar com governança ágil, circuitos curtos e autônomos de tomada de decisão, algo que lhe faltou nos últimos anos, e com uma reorientação da essência que fez o sucesso da marca” destaca Jean Michel Bourrelier, diretor administrativo do grupo Bourrelier.

O plano de recuperação será totalmente revelado em dez dias, prevendo a reorientação ao mercado de rodas de alumínio e carbono que tornaram a MAVIC bem sucedida e notória entre os clientes que buscam desempenho. Os setores de pesquisa, desenvolvimento e esforços de inovação receberão atenção especial, assim como um reposicionamento da marca e uma reconquista comercial pela racionalização das gamas de produtos.

Uma nova política proativa de marketing com foco no atendimento irrepreensível ao cliente e modernização dos métodos de produção. Tudo isso com foco em mobilizar as equipes da Mavic em torno de uma visão de longo prazo, impulsionada por um acionista familiar. A presidência será composta por Yoann e Jean Michel Bourrelier e acompanhada por um gerente geral com fortes habilidades industriais.

Representante do Sindicato aprova escolha

“Já esperávamos a escolha do grupo Bourrelier, pois entre os quatorze candidatos, é a empresa que concentra o melhor know-how histórico da Mavic, ou seja em rodas de alumínio e carbono. O grupo investirá 18 milhões de euros em três anos, distribuídos em diversos setores como TI, pesquisa e desenvolvimento e a longo prazo a fábrica também será realocada” disse Gérard Meunier, representante do sindicato da Mavic.

Atualmente a Mavic emprega 250 funcionários na França distribuídos em duas plantas fabris, uma em Annecy a qual compartilha espaço com a Salomon, que era de propriedade da Amer Sports

.

 

 

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Muhlberger vence Sibiu Tour pela Bora

A primeira prova por etapas do circuito europeu de ciclismo acabou nesta tarde em Sibiu na Romênia. Após um prólogo e 4 etapas, o austríaco Gregor Muhlberger foi o campeão na classificação geral seguido pelo seu companheiro de equipe e também austríaco Patrick Konrad, ambos pela Bora Hansgrohe. O suíço […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: