Elia Viviani vence sprint no Giro

Luiz Papillon

Mais uma vitória para Quick Step no Giro 2018 com Elia Viviani, uma etapa morna que foi para o sprint. A Katusha esticou o pelote, teve ataque de Coledan da Wilier mas não teve pra ninguém. Elia Viviani saltou no momento certo e venceu a etapa com Sam Bennett em segundo pela Bora e Danny Van Poppel pela Lotto Jumbo em terceiro.

https://twitter.com/twitter/statuses/997493525536264192

Ferrara a Nervesa 180km

Em mais uma etapa de transição do Giro com 150km planos e apenas uma subida de quarta categoria a 20km do final. Ao contrário de ontem onde a chuva fez diferença, na 13ª etapa do Giro o tempo esteve bom e sem vento. A largada em Ferrara ao norte de Bolonha e o pelote seguiu pelo vale do rio Pó em direção as Dolomitas, uma cadeia de montanhas ao pé da cordilheira dos Alpes europeus no nordeste italiano. Assim o Giro vai chegando para a fase final de alta montanha que começa amanhã com a chegada ao Zoncolan.

Logo no princípio de etapa a fuga partiu com:

  • Markel Irizar (Trek-Segafredo)
  • Marco Marcato (UAE Team Emirates)
  • Andrea Vendrame (Androni Gioccatoli-Sidermec)
  • Alessandro Toneeli (Bardiani CSF)
  • Eugert Zhupa (Wilier Triestina-Selle Italia)

Chegaram a ter vantagem de 3 minutos mas o pelote manteve sempre a fuga na alça de mira. Chegando no trecho final de prova o pelote aumentou um pouco o ritmo e a vantagem da fuga foi despencando. Aos 30km a  vantagem da fuga caiu para casa de 1′. Passaram pelas subidas de Via Armata com 2.5km e inclinação média de 3,1% e Montello de quarta categoria por 2.5km com inclinação média de 3,9%. Entraram nos 10km finais com a fuga 20″ a frente do pelote.

O pelote esticou e com 6km par ao final a fuga finalmente foi neutralizada. A Katusha foi para frente do pelote, possivelmente para desgastar os sprinters mas a estratégia não funcionou. Marco Coledan da Wilier ainda atacou no quilômetro final mas não conseguiu manter o ataque. No sprint Van Poppel foi o primeiro a partir, mas foi Viviani que lançou melhor para vencer fazendo um sinal de “calma, calma” num claro recado aos críticos. Sam Bennett da Bora foi segundo com Van Poppel em terceiro.

Na entrevista Viviani desabafou por conta das críticas ao ter sobrado nas últimas duas etapas. Com a vitória Viviani tornou-se o único italiano a vencer três etapas num mesmo Giro.

“É fantástico. Após alguns dias difíceis, isso é o que preciso e o que a equipe precisa, pois eles trabalharam duro por dois dias. Eles merecem isso. Ontem todos ficaram assustados e foi um dia ruim. Nós tivemos dois ou três dias realmente ruins, mas nós estamos realmente determinados em manter essa camisa (líder por pontos) até Roma.”

 

Dez primeiros colocados na 13ª Etapa

A classificação geral após 13 etapas segue com Simon Yates em primeiro seguido por Tom Dumoulin e Thibaut Pinot.

1 Simon Yates (GBr) Mitchelton-Scott
2 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 0:47:00
3 Thibaut Pinot (Fra) Groupama-FDJ 1:04:00
4 Domenico Pozzovivo (Ita) Bahrain-Merida 1:18:00
5 Richard Carapaz (Ecu) Movistar Team 1:56:00
6 George Bennett (NZl) LottoNL-Jumbo 2:09:00
7 Rohan Dennis (Aus) BMC Racing Team 2:36:00
8 Pello Bilbao (Spa) Astana Pro Team 2:54:00
9 Patrick Konrad (Aut) Bora-Hansgrohe 2:55:00
10 Fabio Aru (Ita) UAE Team Emirates 3:10:00

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Froome vence no Zoncolan

Com um público fantástico, o britânico Chris Froome venceu a etapa ao Zoncolan pela equipe Sky. Simon Yates  chegou em segundo muito próximo a Froome com Angel Lopez em terceiro. Com o resultado Froome volta ao Top5 da classificação geral e deixa para trás críticas ao desempenho neste Giro. Esta […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: