Chefe de Nibali e Roglic envolvido na Operação Aderlass

Luiz Papillon

O diretor geral da equipe Bahrain Merida, Milan Erzen não apareceu no Giro 2019 para acompanhar Vincenzo Nibali. Ele foi citado na investigação da Operação Aderlass que envolve as polícias da Áustria, Alemanha e Eslovênia. Ex-ciclista, Erzen de 48 anos foi diretor de equipe da equipe Jumbo e ajudou muitos ciclistas eslovenos a chegarem no circuito mundial, entre eles Primoz Roglic. Roglic correu para Erzen na equipe continental Adria Mobil.

A influência de Milan Erzen na Bahrain Merida é grande, a ponto de transformar a equipe numa ponta para profissionais eslovenos. Fazem parte da equipe o diretor esportivo Borut Bozic e Kristijan Koren, ambos suspensos por envolvimento na operação Aderlass. Além deles seis ciclistas são eslovenos, entre eles Matej Mohoric campeão mundial júnior de 2012 e campeão mundial sub23 em 2013. Especula-se que Milan Erzen será convocado a depor muito em breve sobre seu envolvimento.

“Toda e qualquer implicação acerca de meu envolvimento na Operação Aderlass são absolutamente falsas e infundadas” Milan Erzen

Erzen nega qualquer envolvimento com a Operação Aderlass, porém ao deixar de comparecer ao Giro, deixou para seus ciclistas e ex-ciclistas a tarefa de responder perguntas. Roglic que correu por cinco temporadas com Erzen o descreveu como amigo mas sem “muito contato”

“Ele foi meu técnico principal na equipe Adria em 2013 quando comecei, então foi meu técnico ou diretor esportivo por um ano. Nesse período nós não tivemos problemas. Nos não temos muito contato. Ele tentou assinar comigo algumas vezes, então nós falamos um pouco. Porém mais como amigos porque somos eslovenos” Primoz Roglic

A suspensão de Kristijan Koren na primeira semana do Giro, deixou Nibali com um gregário a menos. Desde então o final de contrato do italiano e os rumores de mudança para a Trek aumentaram. A dificuldade de relacionamento entre Nibali e Erzen seria um dos fatores do italiano conversar com outras equipes para 2020. Questionado, Nibali desconversou:

“Vamos nos manter no momento, nós estamos focados no Giro, então nós não temos outros pensamentos. Nós queremos pedalar bem nesse Giro.  Depois terão questões do caso, e pessoas que melhor representem a equipe que eu para responder.” Vicenzo Nibali

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Ciccone vence etapa com Mortirolo! Roglic sobra no Giro 2019!

Vitória de Giulio Ciccone da Trek em Ponte di Legno no Giro 2019! Dia de chuva, muita montanha e fuga e Roglic sobrando! Ao final Ciccone bateu Jan Hirt da Astana na chegada conquistando a vitória. Em terceiro lugar chegou o italiano Fausto Masnada da Androni Giocattoli. O grupo de […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: