Uma hora depois de Sagan, Siskevicius completou a Paris Roubaix

Evaldas Siskevicius, lituano de 29 anos da equipe Pró Continental francesa Delko Marseille consta no resultado oficial da Paris Roubaix como um dos que não completaram a prova. É bem verdade que Evaldas chegou após o tempo limite de 30 minutos, mas o que aconteceu é digno de filme.

Durante a preleção pela manhã, nosso diretor esportivo nos motivou a ir ao limite e terminar a prova. Eu não gosto de desistir, não só na bike mas também nas coisas da vida. Eu não queria desistir também em respeito a organização. Paris Roubaix é um monumento que você precisa honrar. Disse Evaldas Siskevicius ao Sporza

 

Faltando 40km para o fim da prova de 257km, ele teve um rasgo de pneu e o carro vassoura o alcançou. No carro vassoura seguiam os ciclistas sobrados que desistiram da prova e atrás as bicicletas deles. Normalmente nenhum carro vem depois do carro vassoura, mas no último domingo um carro de apoio da equipe Delko Marseille também teve problemas e ficou atrás. Evaldas então trocou sua roda e seguiu até Roubaix. Ao chegar no velódromo encontrou o portão fechado, uma vez que o tempo limite estava esgotado.

Mas ao notar o ciclista nos portões, a organização abriu e solitário Evaldas deu sua volta e meia no lendário velódromo para cruzar a linha de chegada.

“Foi incrível como as pessoas me encoragaram. Nos trechos em paralelepípedos eles gritavam para mim : “Vá ao seu limite, continue até o velódromo!” E isso me motivou tremendamente”

 

Confira o vídeo:

 

One thought on “Uma hora depois de Sagan, Siskevicius completou a Paris Roubaix

  1. Os campeões são assim,nao importa que chegue em ultimo,mais vale chegar em ultimo e inteiro duque chegar maltratado por alguma queda,grande ciclista,força campeão,grande abraço…

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Tim Wellens vence Brabantse Pijl

Aberta temporada de provas nas serras Ardenas, região entre Bélgica, Luxemburgo e França, já deixando os paralelepípedos para trás. Esta clássica de meio de semana em sua 58ª edição teve 201.9km entre Leuven e Overijse. O retrospecto favorecia os belgas, 37 vitórias ante 6 de italianos e holandeses. As principais […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: