Lance Armstrong estará em Israel na abertura do Giro d’Italia

Banido do esporte, Lance Armstrong busca mais um degrau no retorno ao esporte que o consagrou e ajudou a consagrar. Após recentemente chegar ao acordo para pagar cinco milhões de dólares ao governo americano e aos advogados de Floyd Landis. Lance confirmou em seu podcast a presença na abertura do 101º Giro d’Italia.

 

Armstrong confirma que irá a Israel para o Giro

Recentemente Armstrong foi impedido de participar como comentarista da prova amadora Colorado Classic Race por risco de violar seu banimento para vida do esporte. Lance declarou que irá à abertura do Giro:

“Nós iremos para Israel para cobrir o Giro. A chance de ir a um lugar como Israel e cobrir um evento icônico como o Giro é insana! Nós sabemos que eventos assim como o Tour de France tem largada na Holanda, Belgica ou Alemanhã, mas ir tão distante do centro europeu é fantástico e único.”

Lance também confirmou que pretende cobrir a Volta da Califórnia e dar destaque a prova feminina:

“Agora nós iremos cobrir a Volta da Califórnia, iremos falar diariamente sobre a prova. Nós também falaremos bastante sobre a prova feminina que durará três dias”

Organização do Giro nega convite ou credencial

A RCS, empresa que organiza e detém os direitos do Giro informou que não irá dar credenciais a Lance Armstrong em função de seu banimento do esporte. A organização também disse que “qualquer um pode ver a prova das laterais da estrada.”

O código da Agência Mundial Anti-Doping a WADA possui uma regra que se refere a suspensão de atletas. O trecho “em qualquer função competitiva ou atividade” no qual a UCI entendeu que o termo atividade inclui também ser oficial, diretor, empregado ou voluntario da organização.

Lance no Giro

Após processo movido pela Agência Americana Anti-Doping a USADA, o texano foi removido de todos resultados entre 1999 e 2005. Incluindo a participação no Giro d’Italia de 2009 onde completou na 12ª posição. O Giro de 2009 também teve desclassificados devido ao doping, Danilo di Luca o então vice campeão, Franco Pellizotti terceiro colocado e Tadej Valjavec, oitavo colocado. Todos por doping. Mesmo outros ciclistas no Top10 daquele ano foram pegos no doping em algum momento da carreira como Menchov, Basso, Leipheimer e Garzelli. Enquanto Carlos Sastre e Marzio Bruseghim foram investigados ou impedidos de largar por sansão a equipe.

Abaixo um vídeo da etapa 17, subida ao Blockhaus com vitória de Pellizotti e Armstrong mostrando forma no “comeback”.

One thought on “Lance Armstrong estará em Israel na abertura do Giro d’Italia

  1. Eita! Esse Giro já tá cheio de polêmica! E-bikes, Froome correndo, saída em Israel, Armstrong comentando.
    Negócio sério, hein? Deixar de ver eu é que não vou!

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Power Meter Shimano Dura Ace R9100

Sonho de consumo de atletas competitivos, a Shimano trouxe ao Brasil o primeiro potenciômetro totalmente integrado da marca. Dotado de protocolo de transmissão Bluetooth e Ant+ o potenciômetro esta incorporado ao pedivela Dura Ace. Fisicamente nota-se apenas o botão de inicialização em uma pedivela Dura-Ace, mas de perto notamos também […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: