Padun vence e Richie Porte assume a liderança no Dauphiné

Luiz Papillon

A penúltima etapa do Critérium du Dauphiné terminou em chegada ao alto com vitória do ucraniano Mark Padun de 24 anos da Bahrain Merida.  Padun atacou a 8km do final e venceu solo em La Plagne. Atrás na disputa entre os favoritos da classificação geral, o australiano Richie Porte atacou e ficou com a segunda posição que lhe assegurou a camisa amarela de líder da competição. O colombiano Miguel Angel Lopez completou o pódio pela Movistar.

“Isso é inacreditável! Para mim, um momento inacreditável. Essa é minha primeira vitória WorldTour em uma das mais duras etapas do Critérium du Dauphiné. E falando honestamente, nas últimas seis etapas eu me senti tão mal, todos os dias eu pensava que seria impossível terminar a prova. Quando cruzei a chegada eu tive aquele sentimento de ter acordado da minha cama, mas não era um sonho e obrigado Jesus por isso.” disse Mark Padun, vencedor da etapa.

Mark Padun vence no Criterium du Dauphiné 2021 | Foto A.S.O.
Mark Padun vence no Criterium du Dauphiné 2021 | Foto A.S.O.

Com o resultado desta que foi considerada a etapa rainha (a mais difícil) desta edição do Critérium du Dauphiné, Richie Porte da Ineos Grenadiers passa a liderança da prova com dezessete segundos de vantagem sobre Alexey Lutsenko da Astana.

Criterium du Dauphiné 2021 – Etapa 7 – Saint-Martin-le-Vinoux a La Plagne – 171.1km

Com quatro subidas categorizadas, sendo duas fora de categoria, a etapa 7 do Critérium du Dauphiné foi considerada a etapa rainha dessa edição. Apesar de muitos ataques o pelote manteve-se compacto nos primeiros 70km de prova, até que cinco ciclistas conseguiram estabelecer a fuga do dia:

  • Alexis Renard – Israel Start-Up Nation
  • Marco Haller – Bahrain Victorious
  • Martin Salmon – Team DSM
  • Pierre Rolland – B&B Hotels
  • Franck Bonnamour – B&B Hotels

Durante a escalada a Col du Pré, a fuga mantinha uma vantagem de pouco menos de um minuto para o grupo perseguidor e 2:30 para o pelote. Na longa escalada a fuga foi alcançada por Lawson Craddock que venceu as metas de montanha do Col du Pré e de Cormet de Roselend, assumindo a liderança de montanha.

Restando 27km para o final da etapa, o grupo perseguidor absorveu a fuga e seguiu rumo a La Plagne, uma escalada de 17.1km a 7.4% de inclinação. Durante a escalada, o primeiro ataque veio de Richie Porte, depois Enric Mas, Sepp Kuss e Mark Padun atacaram. Kuss e Padun conseguiram ganhar vantagem e seguraram até que Padun atacou a 4km do final para vencer solo. Atrás um grupo de favoritos atacou mas não conseguiu alcançar Richie Porte que completou em segundo.  O colombiano Miguel Angel Lopez completou o pódio pela Movistar.

Classificação do Criterium du Dauphiné 2021

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Alaphilippe e Van der Poel disputam Tour de Suisse!

  Em junho a última grande prova antes do inicio do Tour de France é a Volta a Suíça ou “Tour de Suisse”, como a transmissão oficial utiliza, aqui no pelote vamos seguir essa nomenclatura pra a disputa que vai de domingo 06 de junho a domingo 13 de junho […]
Stefan Kung Tour da Suíça 2019 - Foto Gian Ehrenzeller

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: