Como funciona o Photo Finish

Luiz Papillon 4

Muita polêmica acontece desde a vitória milimétrica de Wout van Aert ontem na Amstel Gold Race. Afinal, as fotos dos ciclistas cruzando a linha de chegada dão a entender que Tom Pidcock estava a frente. Para entender melhor o resultado da prova, vamos falar sobre como funciona o sistema de Photo Finish.

Câmera do Photo-Finish durante os Jogos Olímpicos do Rio 2016 | Divulgação Swatch Omega
Câmera do Photo-Finish durante os Jogos Olímpicos do Rio 2016 | Divulgação Swatch Omega

A técnica utilizada para o photo-finish foi desenvolvida na primeira metade do século passado. Sua primeira aplicação aconteceu nos jogos olímpicos de 1948 em Londres. Apesar do patrocínio da Omega (marca do grupo Swatch), por dentro trata-se de uma câmera suíça Scan’O’Vision Myria que dispara até 10.000 fotos por segundo em uma resolução de 2048 pixels vertical.

Detalhe do Photo Finish
Detalhe do Photo Finish | Foto e arte: Rapidcam

O funcionamento do equipamento acaba por criar uma ilusão em quem procura detalhes na imagem. As 10.000 fotos por segundo disparadas são pequenas fatias da linha de chegada, que por sua vez são alinhadas pelo software para gerar a imagem que é analisada pelos comissários e por vezes mostrada ao público. Cada pedaço dessa imagem é uma foto do mesmo ponto, ou seja da linha de chegada, e o software alinha do primeiro ao último frame, conferindo uma precisão de 1/10.000 por segundo.

Esquema de montagem da imagem do Photo-Finish | Arte Pelote Ciclismo
Esquema de montagem da imagem do Photo-Finish | Arte Pelote Ciclismo

Montagem e alinhamento são fundamentais para o funcionamento do Photo-Finish

Utilizando equipamentos de alinhamento e nível a laser, os comissários montam e testam o photo-finish antes da prova iniciar. Sem o preciso alinhamento a imagem ficaria na diagonal. Nas fotos convencionais da chegada da Amstel Gold Race, é possível identificar os sensores de disparo no asfalto:

Detalhe imagem chegada Amstel Gold Race | Foto Getty
Detalhe imagem chegada Amstel Gold Race | Foto Getty

Algumas dúvidas dos leitores via twitter dão conta da ausência da linha no piso e da distorção no ciclista, isso se dá por dois motivos. Primeiramente, como explicado acima, a imagem é uma colagem de recortes de imagem na linha de disparo, por isso não há detalhes pois as fotos são exatamente da linha. Segundo, a distorção no tamanho do ciclista Tom Pidcock, que aparenta estar “encurtado” em relação a Wout Van Aert. Essa distorção se dá por conta do ângulo da câmera e não tem influência no resultado. Necessariamente a câmera é posicionada no alto para que possa ficar livre de interferências no caso de muitos ciclistas cruzarem ao mesmo tempo a linha.

Detalhe do Photo-Finish na Amstel Gold Race 2021 | Captura TV
Detalhe do Photo-Finish na Amstel Gold Race 2021 | Captura TV

A principal pergunta que fica é: -É possível o photo-finish errar? Sim, é possível, mas dependeria de dois fatores, um seria estar desalinhado, marcando a chegada num ponto diferente da linha, e por fim poderia simplesmente não estar calibrado e os ciclistas aparecerem como um borrão. Não foi o caso da Amstel Gold Race. O pneu da bicicleta de Wout toca a linha 4 frames (0,0001 segundo por frame) antes do pneu de Pidcock. Assim é seguro afirmar que realmente Wout Van Aert venceu a prova pela ínfima margem de 0,0004 segundos, ou em função do calculo de velocidade x distância, cerca de 1/2 centímetro.

Onde fica a linha de chegada?

Há uma regra no código de provas da União Ciclística internacional para a linha de chegada. Em provas de estrada a linha de chegada tem 72cm de largura pintada em branco com uma linha de 4cm ao centro. Assim ficam 34cm para cada lado. Nas provas de Mountain Bike a linha tem 20cm, deixando 8cm de cada lado.

Representação da Linha de Chegada
Representação da Linha de Chegada | Arte Pelote

A chegada ocorre no instante em que o pneu da roda da frente encontra o plano vertical  do início da linha de chegada. E para essa finalidade, o veredito do foto-finish é definitivo. Excepcionalmente , a chegada pode ser observada por meios técnicos apropriados que sejam aceitos pelos comissários de prova.

 

4 thoughts on “Como funciona o Photo Finish

  1. Muito boa a matéria explicando o photo finish!
    Agora em relação ao vencedor, eu considero empate, porque a diferença é mínima, não prova que o Van Aert foi melhor que o Tom Pidcock.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Alaphilippe vence a Fleche Wallonne

Julian Alaphilippe atacou no finalzinho do Mur de Huy e venceu a Fleche Wallonne 2021! Após neutralizar a fuga no pé do Mur de Huy, os favoritos se destacaram trocando ataques até que Primoz Roglic se destacou e só foi perseguido por Alaphilippe e Valverde. No final Alaphilippe alcançou a […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: