Lutsenko vence escalada no Tour de France

Luiz Papillon

Remanescente da fuga do dia, o cazaque Andrey Lutsenko de 27 anos da equipe Astana venceu no Tour de France 2020. A etapa chegou no observatório do Mont Aigoaul. O pelote ficou na marcação dos líderes o que permitiu a fuga manter a vantagem obtida ao longo do dia. Em segundo chegou o espanhol Jesús Herrada da equipe Cofidis e em terceiro Greg Van Avermaet da equipe CCC, completando o pódio.

Tour de France 2020 – Etapa 6 – Le Teil a Mont Aigoual – 191km

A primeira escalada mais séria do Tour de France 2020, com uma serra de quase 40km e tendo mais de 1.000m de subida. O observatório do Monte Aigoual é o ponto mais alto do departamento de Guard na França. Com 1567m de altitude, foi construído em 1887 e hoje é ocupado pelo serviço meteorológico francês.

O pelote marcou as tentativas de fuga na largada e somente após algum tempo a fuga do dia conseguiu se estabelecer:

  • Nicolas Roche – Sunweb
  • Neilson Powless – EF Education First
  • Edvald Boasson Hagen – NTT
  • Daniel Oss – Bora Hansgrohe
  • Rémi Cavagna – Deceuninck Quick Step
  • Greg van Avermaet – CCC
  • Jesus Herrada – Cofidis
  • Alexey Lutsenko – Astana

O norueguês Boasson Hagen venceu a meta de sprint em Saint-Hippolyte-du-Fort. Sam Bennett foi o décimo colocado, a frente de Peter Sagan, aumentando a vantagem na luta pela camisa verde.

Na meta de montanha, Nicolas Roche conquistou os pontos em Cap de Coste  e Col de Mourèzes, sem ameaçar a camisa de bolinhas de Benoit Cosnefroy. Mas o mais duro do dia estava por vir.

Começa a escalada, Col de la Lusette

A subida oferecia já nos trechos iniciais inclinações próximas de 10%. A fuga já sofria e sua vantagem reduzia para menos de três minutos quando ainda faltavam 20km para o final.

“Hoje temos uma etapa muito boa para ataques no final da subida e que pode ser perigosa para Roglic. Mas penso que a Jumbo poderá colocar um ritmo forte para combater esses ataques. É um dia para quem não estiver bem perder tempo.” Disse Alberto Contador durante a transmissão da GCN.

O primeiro ataque veio do italiano Fabio Aru da equipe UAE Team Emirates. Aru, que não oferece riscos a classificação geral partiu solo. Vale lembrar que Aru não vence no Tour desde 2017. De proeminente favorito, o italiano de 30 anos passou a gregário de luxo. Com salário na ordem de 3 milhões de euros, o contrato de Aru vence no fim da temporada e não deve ser renovado, ao menos não nesses termos.

Na marca de 9.7km para o final, Aru foi neutralizado. Na ponta Andrey Lusenko começava seu ataque para vitória enquanto os remanescentes da fuga ficavam pelo caminho.

Vitória de Andrey Lutsenko

O cazaque não vencia desde o Memorial Marco Pantani, ano passado. A vitória recoloca Lutsenko na briga por um Top10 na classificação geral do Tour de France. Em segundo ficou Jesús Herrada pela Cofidis e em terceiro Greg Van Avermaet pela CCC. Na luta pela classificação geral, os favoritos ficaram na marcação e chegaram no mesmo tempo.

Líderes para Etapa 07

Camisa Amarela: Adam Yates – Mitchelton Scott

Camisa Verde: Sam Bennett – Decuninck Quick Step

Camisa de bolinhas: Benoit Cosnefroy – Ag2r

Camisa Branca: Tadej Pogacar – Uae Team Emirates

Ciclista mais combativo: Nicolas Roche – Team Sunweb

Equipes: EF Pro Cycling

 

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Wout van Aert vence mais uma no Tour de France

No sprint o belga Wout van Aert venceu novamente no Tour de France. Uma etapa com muito vento cruzado em que a Bora usou de muita tática para quebrar os sprinters e assim reconquistar a camisa verde para Peter Sagan. Em segundo ficou Edwald Boasson Hagen da NTT e em […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: