Retomada do ciclismo tem mudanças de data e agencia internacional controlando antidoping

Luiz Papillon

A UCI se prepara para retomada do ciclismo e anuncia a transferência da responsabilidade de executar controle antidoping para agência internacional de testes antidoping.

Em videoconferência, o comitê gestor da UCI tomou uma série de decisões sobre o calendário internacional de ciclismo em função da pandemia do coronavírus e no endurecimento da luta contra o doping.

O Conselho para o Ciclismo Profissional, formado por representantes dos ciclistas (CPA), equipes (AIGP) e organizadores (AIOCC) efetuou ajustes ao pré calendário divulgado em maio. O Giro da Lombardia (Il Lombardia) será realizado em 15 de agosto, o Tour de Guangxi na China será realizado em novembro e a clássica Euroyes de Hamburgo na Alemanha acontecerá em 3 de outubro. Foram confirmados os cancelamentos das edições 2020 das provas:

  • Eschborn-Frankfurt – Alemanha
  • Prudential Ride London – Reino Unido
  • A Travers la Flandre – Bélgica.

No ciclismo feminino, o Tour de Guangxi acompanha a prova masculina sendo realizado em 10 de novembro. O calendário feminino também sofreu baixas, com as provas canceladas:

  • Postnord Vangarda TTT (Contra Relógio por Equipes) – Suécia
  • Postnord Vangarda RR (Clássica)-  Suécia
  • Ladies Tour of Norway – Noruega

Campeões mundiais 2019 seguirão com camisa até 2021

Devido a pandemia, muitos dos mundiais UCI não serão disputados em 2020, assim o comitê decidiu que os ciclistas que não puderem defender seus títulos em 2020, seguirão utilizando a camisa de campeão mundial até a realização do mundial 2021. A UCI não especificou ainda quais serão as categorias que ficarão sem disputa em 2020.

Colômbia perde Mundial de MTB Maratona 2021

No fora de estrada a principal mudança é a mudança da sede do mundial MTB Maratona de 2021. A prova que seria realizada em Manizales na Colômbia foi realicada para Elba na Itália.

Agência Internacional de testes Antidoping (ITA)

 

A partir de 2021, o laboratório Internacional de Testes Antidoping será  responsável pelos testes no ciclismo profissional hoje a cargo da Fundação pelo Ciclismo Antidoping (CADF). Mais especificamente, uma unidade técnica do ITA será dedicada exclusivamente ao ciclismo. Esse corpo técnico  é formado por ex-funcionários do CADF que auxiliarão o ITA a colocar os atuais protocolos UCI em prática.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Protocolo de Retomada do Ciclismo Brasileiro

A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) publicou uma série de orientações e recomendações para a retomada das atividades do ciclismo brasileiro após a pandemia de covid-19. O cronograma de retomada do ciclismo brasileiro foi dividido em quatro etapas: Cenário 1 – Isolamento Social Atividades de corridas, resistência, Treinamento específico da […]

leia também

Receba as novidades em seu e-mail