Começa limpeza do Velódromo

A equipe da Comlurb no Rio publicou foto com o início dos trabalhos de limpeza no Velódromo atingido por um incêndio na madrugada do último dia 30, a equipe da estatal Autoridade de Governança do Legado Olímpico -AGLO- esteve no Velódromo e informou que a avaliação preliminar dos peritos da Polícia Civil que estiveram no local confirmou que o incêndio foi por origem externa, também foram descartados com prometimento das instalações elétricas, hidráulicas e do complexo sistema de refrigeração que mantem a pista de pinho siberiano na temperatura ideal.

Segundo a perícia os danos internos são decorrentes da queima da cobertura e da água utilizada para apagar o incêndio.

Após a operação de limpeza, deverão ser feitas licitações emergenciais para reparo da cobertura que deverá receber cobertura provisória enquanto a estabilidade da estrutura metálica é avaliada.

Confira a nota a nota da AGLO na íntegra:

Em decorrência do incêndio ocorrido nesta madrugada, no velódromo do Parque Olímpico da Barra (RJ), a Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO) informa que tomou as medidas legais cabíveis até o presente momento, inclusive com registro de ocorrência na Polícia Federal, uma vez que se trata de crime de âmbito federal.

A autarquia também esclarece que peritos da Polícia Civil estiveram no local e, preliminarmente, a avaliação é de que a causa do incêndio tenha sido externa. Também ficou constatado que, a princípio, não houve qualquer dano de natureza hidráulica ou elétrica; não comprometendo, portanto, o sistema de refrigeração do velódromo, que segue em funcionamento e mantendo a devida temperatura da madeira siberiana que compõe a pista de ciclismo. Ainda de acordo com a polícia, a primeira avaliação é de que os danos internos são decorrentes da queima da cobertura do velódromo e da água utilizada para apagar o incêndio. A Defesa Civil também fez vistoria no local.

Durante a madrugada, o Corpo de Bombeiros já havia liberado acesso às instalações do velódromo para a equipe da AGLO, que no momento coordena as primeiras ações de limpeza e mitigação de danos, com apoio da Comlurb e de servidores municipais, enquanto aguarda o resultado da perícia policial para futura manifestação à imprensa.

O campeonato de karatê que ocorreria hoje (30.07) no local, de iniciativa da Federação de Karatê, foi transferido para o próximo domingo, dia 6, para a Arena 1 do Parque. O velódromo, palco de recordes olímpicos nos Jogos Rio 2016, também sediou um campeonato estadual de ciclismo de pista com 120 atletas no mês de junho, bem como, integrou um evento de passeio ciclístico com mais de 500 ciclistas durante o “Rio Bike Fest”, realizado no mesmo período. Desde sua reabertura, o espaço ainda é utilizado para treinos de atletas de alto rendimento às terças e quintas-feiras, e fins de semana, além de servir para realização de projetos de inclusão social supervisionado.

 

Deixe uma resposta