Antidepressivos + treinamento

Tudo sobre como melhorar sua performance na bicicleta
Regras do fórum Sem mimimi

Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Confundir » Seg 25 Mar 2019 13:40

Boa tarde pessoal!

Atualmente tenho passado por uns problemas de estresse/ansiedade que só com o ciclismo não consegui superar e acabaram me receitando um antidepressivo "leve" (cloridrato de paroxetina).

Em alguns artigos li que estes medicamentos podem afetar a performance esportiva, mas nenhum estudo científico comprova 100% esta verdade, que é só baseada na percepção de alguns atletas, que afirmam que a frequência cardíaca é elevada com muita facilidade e algumas pessoas tem uma tendência de aumento de peso (neste quesito até seria bom, estou 4kg abaixo do peso).

Alguém do fórum teria conhecimento mais técnico sobre o assunto ou que já passou por isto e estaria disposto em compartilhar a experiência do ciclismo + estas classes de medicamentos? Estou preocupado porque neste momento estou no auge(humilde) do meu ciclismo e não estou nem um pouco afim de abaixar o desempenho logo agora.

Matérias:
https://running.pocketoutdoormedia.com/ ... ing_166407
https://www.utoronto.ca/news/medication ... e-athletes

[]s
Confundir
Membro
 
Mensagens: 5
Registrado em: Sex 06 Out 2017 17:04
Localização: itajai, SC

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Seg 25 Mar 2019 18:07

Tenho estudado sobre tratamentos alternativos para algumas doenças. Ansiedade é uma das coisas que os tratamentos alternativos podem resolver com mais eficiência que a medicina.

Em primeiro lugar, diria para não abandonar a medicina tradicional ainda que opte por tratamentos alternativos. É possível aliar os dois sem prejuízo.

A medicina tradicional só vai agir nos efeitos que ansiedade produziu, não na causa. Ainda como ponto negativo, tem os efeitos colaterais dos remédios que vão muito além da perda de performance no ciclismo.

Uma coisa bem básica que ajuda a diminuir a ansiedade é praticar meditação, uns 10 minutos todo dia, fazendo o controle da respiração. Se tem dificuldade em dormir faça a noite, se quiser pode fazer de manhã e a noite também ou na hora que percebe o aumento da ansiedade. No Youtube tem algumas meditações guiadas, é um bom começo.

A ansiedade é originada na sua mente, esse é o lugar onde precisa atacar, a fonte do problema. O remédio vai agir nas reações químicas que foram consequências da origem do problema.

Algumas pessoas comem mais do que necessitam pela ansiedade, por isso engordam, mas se esse não for seu caso, você vai emagrecer, porque o ritmo cardíaco aumenta e o metabolismo acelera.
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Iberê » Seg 25 Mar 2019 18:47

Marcelo Marino escreveu:A ansiedade é originada na sua mente, esse é o lugar onde precisa atacar, a fonte do problema. O remédio vai agir nas reações químicas que foram consequências da origem do problema.


Apesar de não ser psiquiatra imagino que você esteja invertendo causa e consequência.

Confundir, imagino que se seu psiquiatra optou pela introdução de tratamento medicamentoso seu quadro de saúde estava te causando alguma forma de prejuízo e ele julgou melhor iniciar o tratamento farmacológico a despeito dos possíveis efeitos colaterais. Lembre-se, se os antidepressivos podem causar prejuízo no desempenho esportivo, quadros depressivos podem causar prejuízos ainda maiores (é melhor você sair para treinar, mesmo que não rendendo o tanto que gostaria, do que nem ter vontade de sair de casa, por exemplo). Além disso, existem várias classes de antidepressivos, cada uma com um perfil de efeitos colaterais (líbido, sono, fome, entre outros) converse com o seu médico quanto a outras possibilidades.
Imagem
Iberê
Membro
 
Mensagens: 546
Registrado em: Dom 26 Mai 2013 12:23

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Seg 25 Mar 2019 19:12

Não inverti, era isso mesmo que quis dizer. Infelizmente a maioria dos médicos desconhece um mundo muito maior que aquele restrito à medicina, um ou outro já alia esses conhecimentos dito alternativos a suas práticas médicas. O Hospital Albert Einstein por exemplo é um lugar que faz uso de algumas técnicas não científicas.

https://www.einstein.br/especialidades/ ... ntegrativa
Só mudaram o nome de alguns conhecimentos de milhares de anos atrás para medicina integrativa, para não chocar muito.


Para o médico e para indústria farmacêutica, quanto mais pessoas doentes, melhor.
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Iberê » Seg 25 Mar 2019 20:50

Marino,
note que eu não citei nada da parte de medicina integrativa, alternativa, holística, seja lá como você quer chamar, em nenhum momento diminui a importância dessa abordagem. Chamei atenção para uma única frase:

"A ansiedade é originada na sua mente, esse é o lugar onde precisa atacar, a fonte do problema. O remédio vai agir nas reações químicas que foram consequências da origem do problema.",

chamo atenção em especial para:

"O remédio vai agir nas reações químicas que foram consequências da origem do problema"

Foi a esse segmento que me referi a inversão de causa e consequência, o que também não tira a necessidade de abordagens não farmacológicas.

Irei me abster de debater comentários esdrúxulos da sua última resposta. Encerro minha participação aqui.

Confundir, qualquer coisa estou a disposição por MP.
Imagem
Iberê
Membro
 
Mensagens: 546
Registrado em: Dom 26 Mai 2013 12:23

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Seg 25 Mar 2019 22:48

O comentário que você diz ser esdrúxulo é só uma análise lógica. Pessoas procuram médicos e remédios por terem algum problema de saúde e pagam por isso. Eu não condeno a medicina e nem a cobrança dos serviços e produtos dessa área.

Qual substância gera a ansiedade e de onde essa substância vem segundo a medicina?
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Iberê » Ter 26 Mar 2019 00:06

Alteração do funcionamento de neurotransmissores em vias cerebrais específicas ligadas ao sistema central de defesa.

Se você der um google em fisiopatologia dos transtornos de ansiedade vai entender um pouco melhor.

Mas o ponto é: ao contrário do que você afirmou: 1. "A medicina tradicional só vai agir nos efeitos que ansiedade produziu, não na causa."; 2. "A ansiedade é originada na sua mente, esse é o lugar onde precisa atacar, a fonte do problema. O remédio vai agir nas reações químicas que foram consequências da origem do problema.",

a ansiedade é consequência de uma alteração da fisiologia cerebral. O que levou a essa alteração é discutível para cada caso.

Já a respeito das práticas integrativas acho que devemos olhar com certa cautela (não no Einstein onde cada um gasta seu dinheiro como bem entender, mas no SUS), o psiquiatra Daniel Barros escreveu um texto bom no Estadão há algum tempo: https://emais.estadao.com.br/blogs/daniel-martins-de-barros/nem-tudo-o-que-faz-bem-e-bom-sobre-a-oferta-de-praticas-integrativas-no-sus/


Não precisa tentar justificar seus comentários.
Imagem
Iberê
Membro
 
Mensagens: 546
Registrado em: Dom 26 Mai 2013 12:23

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Ter 26 Mar 2019 00:30

Neurotransmissores são substâncias químicas produzidas pelos neurônios (as células nervosas), com a função de biossinalização.
Isso já é a consequência.


A própria frase que usou mostra isso também "alteração do funcionamento...". Algo ocorreu antes para que o funcionamento fosse alterado, a partir daí é com a medicina.


Assim como para movimentar um braço eu preciso querer, ou seja, preciso que a mente tenha esse desejo para depois ocorrerem as reações no corpo, os neurônios só vão produzir essas substâncias se a mente assim permitir.

Os estímulos externos que nos deixam ansiosos são enviados para várias pessoas, algumas pessoas "aceitam" esses estímulos, outras não. Esse "aceitar" depende de como cada um trabalha sua mente.

Para certas doenças, algumas práticas são mais efetivas na cura, enquanto alguns remédios são de uso prolongado e usados apenas para controle. O custo a longo prazo para o Estado seria até menor.

Felizmente existem pessoas que fazem uso dessas práticas e não cobram nada por isso. Assim quem não pode pagar só fica sem acesso a elas ou por falta de conhecimento ou por preconceito.
Editado pela última vez por Marcelo Marino em Ter 26 Mar 2019 00:46, em um total de 1 vez.
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Iberê » Ter 26 Mar 2019 00:46

Tá bom Marino, você é inteligente pra caralho, sabe tudo, e eu sou burro, não tenho ideia do que estou falando. A informação não chega ao receptor do mesmo modo que saiu do emissor, não sei por incompetência de qual parte da linha, mas há um sério problema de interpretação. Passar bem.
Imagem
Iberê
Membro
 
Mensagens: 546
Registrado em: Dom 26 Mai 2013 12:23

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Ter 26 Mar 2019 00:57

Eu não disse que sou inteligente para caralho, ao contrário, disse que tenho estudado. Também não disse que você estaria errado no que se refere a parte de medicina, apenas digo que existe uma área do conhecimento que estaria antes das transformações que ocorrem no nosso corpo (que é parte que e a medicina estuda). Em nenhum momento achei que fosse burro, possivelmente só não teve interesse em estudar outras coisas, só isso.

Não são áreas excludentes, são áreas complementares.

Reportagem interessante, com ponto de vista de um médico e que diz os gastos com saúde diminuiriam.
https://veja.abril.com.br/saude/a-cura- ... iz-medico/
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Iberê » Ter 26 Mar 2019 01:33

o problema é a lógica que você está usando.

uma pessoa não tem transtorno de estresse pós-traumático porque a dinâmica de seus neurotransmissores foi alterada pela ansiedade. A alteração dos neurotransmissores não é a consequência do quadro de ansiedade como você tenta argumentar.

O caminho é: fatores genéticos e ambientais causaram um desbalanço de neurotransmissores em determinado circuito cerebral que se manifesta como um quadro de ansiedade. Existem diversos tratamentos farmacológicos e não farmacológicos (psicoterapia, psicodrama, terapia cognitivo comportamental, terapia de dessensibilização, n outras páticas), a ansiedade só vai melhorar quando a dinâmica do sistema nervoso central se restabelecer. A febre é um sintoma de infecção, você não trata infecção dando antitérmico ou banho gelado, você trata infecção combatendo o agente infeccioso. Mas a sua proposta é: trate a febre que a infecção vai passar; como a culpa é da bactérica? Um monte de gente tem contato com agente infeccioso e nem todo mundo desenvolve um quadro de febre.

Entende a diferença?

Essa abordagem de você tem um problema psiquiátrico porque você quer ou não é forte o bastante, que você antes de mais nada deve ser capaz de controlar seus neurotransmissores é falha.
Imagem
Iberê
Membro
 
Mensagens: 546
Registrado em: Dom 26 Mai 2013 12:23

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Ter 26 Mar 2019 02:21

Não estou fazendo o caminho contrário, possivelmente não fiz me entender e estou de acordo que o caminho se inicie com fatores genéticos ou ambientais.

A parte da genética existe explicação fora da ciência, mas é mais difícil entender. Não é com um texto aqui que eu conseguiria explicar.

A parte ambiental é mais fácil. Vamos dizer que você tenha um trabalho estressante e isso gere ansiedade. No mesmo local de trabalho outras pessoas estão submetidas as mesmas condições, mas nem todas ficam ansiosas ou até ficam, mas em graus diferentes. Isso se dá pelo fato de como cada uma encara essas condições e através de algumas práticas e estudos é possível fazer com que essas condições não te afetem (ou afetem em menor grau).

Eu sei que eu isolei o ambiente de trabalho e nós somos afetados em outros momentos de nossas vidas, mas vamos considerar que a origem foi o ambiente de trabalho. Se houver mais de um ambiente que originou o problema, ainda é válido usar de técnicas para fortalecer a parte mental e energética e assim se deixar afetar menos.

Não vejo como problema psiquiátrico. Todos temos falhas ou pontos fracos e é possível pelo menos amenizar esses nossos defeitos.
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Iberê » Ter 26 Mar 2019 08:22

Obrigado,
veja como agora você deixou claro que a ansiedade é a consequência, não a causa: "Vamos dizer que você tenha um trabalho estressante e isso gere ansiedade", chegamos a um acordo. Note como anteriormente sua afirmação era: "A medicina tradicional só vai agir nos efeitos que ansiedade produziu, não na causa", 2 afirmações bem questionáveis em uma mesma frase: a) medicina tradicional não age na causa; b) ansiedade é a causa.

Pode até ser que desde o começo não tenha sido isso que você quis dizer, o que parece após se aprofundar na explicação, mas o primeiro post deu margem para interpretações equivocadas.

A parte de que a forma como lidamos com fatores estressantes em nossa vida pode predispor a quadros ansiosos nunca questionei, mas lembro que também existem métodos na medicina tradicional, com validação científica, para abordá-los, o mais citado é a terapia cognitivo comportamental. Técnicas como meditação/mindfulness começaram a ser estudadas mais recentemente e não sei da qualidade dos trabalhos publicados (é mais difícil avaliar cientificamente parâmetros subjetivos), o quanto a psiquiatria/psiquiatras estão usando em sua prática, ou as indicações precisas.
Imagem
Iberê
Membro
 
Mensagens: 546
Registrado em: Dom 26 Mai 2013 12:23

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Ter 26 Mar 2019 12:23

A causa é a permissão da mente para que a ansiedade gere as transformações que ocorrem no nosso corpo. Essas transformações são o que a medicina estuda.

Mindfulness não difere em nada da meditação praticada há uns 3000 mil anos ( ou mais).
A medicina é que chegou agora só nessa parte.
Já li o trabalho da Ellen Gray e não tem nada de novo ali, mas é uma estratégia para introduzir uma coisa que era usada por motivos religiosos na medicina. Ela não está errada.

A medicina tem ferramentas para tratar a causa, mas quando você vai no médico ele te da um remédio para controlar os efeitos. Legal!
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Ter 26 Mar 2019 13:20

Coincidentemente saiu esse vídeo hoje. No finalzinho ela fala em reestruturar a mente, era isso que eu tava querendo falar quando disse sobre a mente permitir que algo nos afete.

Repara quando ela fala sobre as metas que colocamos em nossas vidas. Colocar como meta o aumento de performance no ciclismo poderia então piorar a ansiedade.

https://m.youtube.com/watch?v=2BppJ_aEkP8
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Idilio » Sáb 20 Abr 2019 20:53

Marcelo Marino escreveu:[i]
Assim como para movimentar um braço eu preciso querer, ou seja, preciso que a mente tenha esse desejo para depois ocorrerem as reações no corpo, os neurônios só vão produzir essas substâncias se a mente assim permitir.

Os estímulos externos que nos deixam ansiosos são enviados para várias pessoas, algumas pessoas "aceitam" esses estímulos, outras não. Esse "aceitar" depende de como cada um trabalha sua mente.


Marino, quer dizer que alguém pode escolher não ser diabético??? Analisando que Adrenalina, Noradrenalina, Dopamina, Serotonina, e outros neurotransmissores são hormônios, assim como a insulina, gostaria de saber como fazer para que alguém tenha força de vontade o suficiente para controlar seu nível de insulina ou outro hormônio?
Imagem
Avatar do usuário
Idilio
Membro
 
Mensagens: 127
Registrado em: Qua 03 Fev 2016 23:09
Localização: Belo Horizonte-MG

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Idilio » Sáb 20 Abr 2019 20:58

Confundir escreveu:Boa tarde pessoal!

Atualmente tenho passado por uns problemas de estresse/ansiedade que só com o ciclismo não consegui superar e acabaram me receitando um antidepressivo "leve" (cloridrato de paroxetina).



Como vc está se sentindo? Como tem sentido seu desempenho na bike e sua vontade de ir treinar/pedalar?

Ouça o Ibere, é melhor treinar medicado, do que não se medicar e perder a vontade de treinar. Desejo que você esteja bem! Abraço
Imagem
Avatar do usuário
Idilio
Membro
 
Mensagens: 127
Registrado em: Qua 03 Fev 2016 23:09
Localização: Belo Horizonte-MG

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Sáb 20 Abr 2019 23:31

Idilio escreveu:
Marcelo Marino escreveu:[i]
Assim como para movimentar um braço eu preciso querer, ou seja, preciso que a mente tenha esse desejo para depois ocorrerem as reações no corpo, os neurônios só vão produzir essas substâncias se a mente assim permitir.

Os estímulos externos que nos deixam ansiosos são enviados para várias pessoas, algumas pessoas "aceitam" esses estímulos, outras não. Esse "aceitar" depende de como cada um trabalha sua mente.


Marino, quer dizer que alguém pode escolher não ser diabético??? Analisando que Adrenalina, Noradrenalina, Dopamina, Serotonina, e outros neurotransmissores são hormônios, assim como a insulina, gostaria de saber como fazer para que alguém tenha força de vontade o suficiente para controlar seu nível de insulina ou outro hormônio?


Sentimentos como felicidade, tristeza, raiva, etc. se relacionam com os hormônios, não? Esses sentimentos partem da mente e se você treinar sua mente para o que for bom, eles vão afetar os hormônios para o bem da sua saúde.

Até onde sei, os médicos já sabem que uma das causas de câncer pode advir de sentimentos ruins nutridos por longo período.
Pessoas nervosas podem ter problemas como gastrite, úlcera.
Pessoas estressadas podem ter problema no coração.

Veja que existe uma relação de sentimentos com doenças. Isso já faz parte da medicina, não?

Se você entender o que faz aumentar/diminuir algum hormônio que causa alguma doença, você consegue relacionar com algum sentimento/emoção, aí teria que trabalhar mentalmente o oposto. Pelo que pesquisei rapidamente (então não estou dando certeza de nada, só usando como exemplo), esses hormônios estariam ligados ao pâncreas, então é possível que esteja ligado a algum tipo de prepotência, alguma mania de querer controlar tudo, a alguma falta de vontade de viver possivelmente. Então se conseguir identificar algo do tipo e conseguir trabalhar isso, é possível que as doses de remédios diminuam.

Iniciativas como Doutores da Alegria não são simplesmente um teatro para distrair crianças doentes, eles dão sua colaboração no tratamento.

Vocês estão lutando contra coisas que já fazem parte da medicina, que já estão no hospitais.

Em nenhum momento eu disse que seria possível curar todas as doenças através da mente, mas para os casos de ansiedade e depressão é bem eficiente. É eficiente também para acelerar um tratamento médico "convencional" e para evitar algumas doenças.
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Iberê » Dom 21 Abr 2019 13:13

Você não está tão errado, mas as coisas ainda não estão funcionando da forma que parece que você está entendendo, pode novamente ser apenas uma questão de interpretação, até existe um segmento da psiquiatria que estuda psiconeuroimunologia, outro segmento estuda psicossomática. Essas áreas de estudo geralmente são voltadas mais a explicar a doença do ponto de vista psicológico/psiquiátrico, mas via de regra são muito pouco ou nada utilizados pelas demais áreas da medicina. Tratam-se de abordagens complementares interessantes e possivelmente benéficas, mas que nenhum profissional responsável sugeriria como principal caminho diagnóstico ou terapêutico.

Entendo que quando procuram um profissional na medicina ocidental estão procurando alguém que detém um saber baseado em evidências científicas (isso inclui saber interpretar os trabalhos e preferencialmente ter ideia dos interesses de quem escreveu ou publicou), que sigam o método científico, qualquer profissional que saia dessa linha de trabalho sem deixar claro para o paciente que determinada conduta não está respaldada pela ciência está flertando com o charlatanismo. Por isso diversas práticas comuns nos cuidados a saúde em outras culturas são vistos com ressalvas pela medicina tradicional, pode até fazer sentido, trazer uma sensação de bem estar, mas se não tiver evidência não pode ser defendido, ou é assim ou praticasse o curanderismo. Agora você entende o motivo de muito do que você está pregando como a última fronteira da ciência médica ser contestado por quem vive disso honestamente?
Imagem
Iberê
Membro
 
Mensagens: 546
Registrado em: Dom 26 Mai 2013 12:23

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Dom 21 Abr 2019 16:06

Eu não estou pregando que seja a última fronteira da ciência. Pelo contrário, são técnicas muito antigas, a medicina só está fazendo algum uso delas.
No meu primeiro post nesse tópico eu escrevi que mesmo partindo para tratamentos alternativos, não deveria abandonar a medicina tradicional. Eu entendendo que sejam complementares e não que um substitua o outro.

No caso desse tópico, eu sugeri que começasse a praticar meditação. Que mal faria?
Nenhuma das práticas alternativas vai causar algum mal, muitas vezes nem mesmo se trata de um gasto de dinheiro, porque é possível encontrar essas práticas de modo gratuito ou fazer sozinho mesmo.
No caso da diabete citada, o paciente poderia ir a um psicólogo/psiquiatra e ver se encontra algo relacionado. Estaria ainda dentro do tratamento convencional, mas alguém precisa avisar ele, entende?

Acho bastante errado tentar impedir um paciente de procurar uma cura alternativa pelo fato da ciência não ter conseguido comprovar algo. O paciente não quer saber de ciência, quer saber do alívio de seus males. Você sabe, a medicina não cura inúmeras doenças, para algumas elas só faz um controle e o paciente fica a vida toda a base de remédios aguentando seus efeitos colaterais. A medicina também não resolve tudo, ela tem suas limitações.

A comprovação de algumas práticas se da de outro modo, para algumas pessoas basta provar para si mesmo. Entendo que os médicos não possam receitar como tratamento único, mas podem aliar ao tratamento convencional como sugestão, como complemento. E eu escrevo do ponto de vista do paciente, estamos em um fórum de ciclismo e não em um congresso de medicina.

Os médicos que procuram aliar os dois tipos de tratamentos, procuram fontes em outras áreas, não na medicina, aí conseguem juntar as duas coisas, não precisam abandonar seu conhecimento científico. Eu por exemplo, nunca tinha ouvido falar nesses segmentos da psiquiatria que citou (porque minhas fontes são outras), mas aí você começa a ver que tem sentido.

Para os médicos que tem interesse, poderiam começar lá do começo da medicina, por Imhotep e pelo Corpus Hippocraticum, mas em determinado momento vai ter que que abrir a mente para chegar a outros textos. Digo para apenas ler, sem um julgamento prévio. Eu tenho certeza que o médico que tem a mente aberta, consegue inserir algumas práticas no seu dia a dia, sem abandonar nada do seu conhecimento científico, sem risco de causar nenhum mal ao paciente. Vai inclusive passar a usar em si mesmo.

Apenas para lembrar, o julgamento dos médicos começa assim: "Eu juro, por Apolo, médico, por Esculápio, Higia e Panacea e por todos os deuses e deusas..."
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Idilio » Seg 22 Abr 2019 21:26

Marcelo Marino escreveu:
Sentimentos como felicidade, tristeza, raiva, etc. se relacionam com os hormônios, não?.


Sim!!! Eu te afirmei que sim!! Marino, entendo a sua visão, mas você precisa entender melhor do que está propondo soluções.

Concordo com você que atitudes positivas ou negativas podem sim influenciar até a saúde de um individuo, no entanto, você precisar rever sua noção de causa-efeito quanto a doenças mentais. Volto a repetir, uma vez que um neurotransmissor é um hormônio (Adrenalina, Noradrenalina, Ocitocina, Serotonina, Dopamina) os Sentimentos, ou seus desequilíbrios podem estar ligados a uma falha no mecanismo de produção desses hormônios, dessa forma sendo a causa da Depressão, por exemplo, e não a consequência dessa.

Ibere, me corrija se eu estiver falando abobrinhas.

#pas :jan1
Imagem
Avatar do usuário
Idilio
Membro
 
Mensagens: 127
Registrado em: Qua 03 Fev 2016 23:09
Localização: Belo Horizonte-MG

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Iberê » Seg 22 Abr 2019 22:47

foi basicamente essa minha discussão com ele a maior parte do tempo, definições de causa e consequência, nos demais aspectos preferi nem entrar, até pq não é minha área de atuação e me dedico pouco a estudar isso.

Marino, imagino que caso precise você vá gostar bastante do Dr. Franklin Antônio Ribeiro
Imagem
Iberê
Membro
 
Mensagens: 546
Registrado em: Dom 26 Mai 2013 12:23

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Seg 22 Abr 2019 23:51

Alguma coisa teria causado a falha no mecanismo, Idilio, então teve alguma etapa anterior a falha. E eu simplesmente fiz uma recomendação a um colega, que praticasse meditação. Sei que não causa nenhum mal, todas as mensagens que vieram depois foram só uma tentativa de explicar um pouco o que tenho estudado.

A área de atuação dos médicos é a cura, Carl Jung é um dos que procurou estudar e vivenciar outras áreas do conhecimento fora da ciência. Acabou entrando para história como um dos principais psiquiatras.

Eu não posso dizer que seja impossível sobreviver estando enterrado, se eu nunca fizer as práticas que eles fizeram.
http://asoutrasalmas.blogspot.com/2014/ ... encia.html

É um exemplo extremo, mas nem precisa tanto para começar a entender.
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Antidepressivos + treinamento

Mensagempor Marcelo Marino » Qua 25 Set 2019 23:36

Medicina começando a aceitar um pouco mais o reflexo da espiritualidade:
https://videos.band.uol.com.br/16700864 ... racao.html
Nunca medir a altura da montanha até chegar ao topo. Em seguida verá o quão baixa ela era.
Dag Hammarskjöld
Avatar do usuário
Marcelo Marino
Membro
 
Mensagens: 5261
Registrado em: Seg 22 Abr 2013 11:44
Localização: São Paulo - SP


Voltar para Treinamento e Alimentação

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes