Dinamarquês Fuglsang vence na Vuelta!

Vitória da Fuga hoje na dura etapa com chegada ao Alto de la Cubilla. A vitória ficou com o dinamarquês Jakob Fuglsang da Astana. O britânico Tao Geoghegan Hart da Ineos foi seguindo com Luis León Sánchez também da Astana no terceiro posto. Entre os favoritos, Valverde perdeu contato com o grupo de Roglic no final da subida e perdeu mais 23 segundos para o líder da Vuelta 2019.

Vuelta 2019 – Etapa 16 – Pravia ao Alto de la Cubilla – 144.4km

O assentamento humano em Pravia data do período paleolítico. A terra fértil atraiu os primeiros humanos e a cidade em si cresceu no século 8 d.c quando a capital do Reino das Astúrias mudou para Pravia. A igreja de Santianes data desse tempo e é um dos melhores remanescentes de construção Romana. O final de prova em um local que recebe pela primeira vez uma etapa da Vuelta, o Puerto de La Cubilla com longa subida em inclinação média de 5% ao longo de mais de 20km.

Alto de La Cubilla – Foto: Roberto Menéndes Mateos

Véspera de dia de descanso na Vuelta 2019. Uma etapa com duas subidas de primeira categoria e uma de categoria especial com chegada ao alto. Uma segunda feira de grande desafio aos ciclistas da Vuelta.

Assim que a prova começou um grupo de quatro ciclistas tentou fazer a fuga mas foi neutralizado. Na marca de 36km de prova finalmente a fuga se estabeleceu. O grupo de 15 ciclistas entre eles Luis León Sánchez da Astana e Philippe Gilbert da Deceuninck Quick Step cruzou o Puerto de San Lorenzo com mais de três minutos de vantagem sobre o pelote.

Mudança na camisa de Rei da Montanha

E justamente na meta de San Lorenzo a primeira mudança do dia, o francês Geoffrey Bouchard da Ag2r venceu a meta e ultrapassou Ángel Madrazo na luta pela camisa de rei da montanha. A segunda subida do dia foi o Alto de la Cobertoria com 7.9km e 8.7% de inclinação média. Bouchard novamente coletou os pontos de montanha com Madrazo em seu encalço.

Restava então o Puerto de La Cubilla com a fuga iniciando a escalada com mais de nove minutos para o pelote. Nos quilômetros finais Jakob Flugsang atacou da fuga e abriu 15 segundos para Geoghegan Hart da Ineos. Atrás vinha o grupo de Sánchez, Knozx e Brambilla e filnalmente 6:30 atrás o grupo de favoritos.

Vitória de Flugsang, Valverde sobra no final

Fuglsang venceu com Geoghegan Hart a 15 segundos e Luís León Sànchez em terceiro. Atrás Valverde sentia dificuldades na escalada, o primeiro a sobrar foi Nairo Quintana. O grupo de Roglic manteve-se com Pogacar e López e foi abrindo de Valverde. Ao final Valverde chegou cerca de 23 segundos atrás de Roglic.

Classificação da Etapa 16 – Vuelta 2019

  1. Jakob Fuglsang (Dinamarca) Astana Pro Team    4:01:22
  2. Tao Geoghegan Hart (Reino Unido) Team Ineos    0:00:22
  3. Luis León Sanchez (Espanha) Astana Pro Team    0:00:40
  4. James Knox (Reino Unido) Deceuninck-QuickStep    0:00:42
  5. Gianluca Brambilla (Itália) Trek-Segafredo    0:01:12
  6. Thomas De Gendt (Bélgica) Lotto Soudal    0:02:09
  7. Mikel Bizkarra Etxegibel (Espanha) Euskadi Basque Country-Murias    0:02:15
  8. Amanuel Ghebreigzabhier (Eritreia) Dimension Data    0:02:21
  9. Philippe Gilbert (Bélgica) Deceuninck-QuickStep 0:02:32
  10. Geoffrey Bouchard (França) AG2R – La Mondiale 0:02:32

 

Classificação Geral – Vuelta 2019

  1. Primoz Roglic (Eslovênia) Team Jumbo-Visma    62:17:52
  2. Alejandro Valverde (Espanha) Movistar Team    0:02:48
  3. Tadej Pogacar (Eslovênia) UAE Team Emirates    0:03:42
  4. Miguel Angel Lopez (Colômbia) Astana Pro Team    0:03:59
  5. Rafal Majka (Polônia) Bora-Hansgrohe    0:07:40
  6. Nairo Quintana (Colômbia) Movistar Team    0:07:43
  7. Nicolas Edet (França) Cofidis, Solutions Credits    0:10:27
  8. Wilco Kelderman (Holanda) Team Sunweb    0:10:34
  9. Carl Fredrik Hagen (Noruega) Lotto Soudal    0:10:40
  10. Hermann Pernsteiner (Áustria) Bahrain-Merida    0:12:05

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.