Ícone do site Pelote Ciclismo

Mathieu van der Poel venceu a Paris Roubaix

Dividindo o pódio com seu companheiro Jasper Philipsen e com o rival histórico Wout van Aert, Mathieu van der Poel era só felicidade em Roubaix.

Mathieu van der Poel vence a Paris Roubaix

“Tive um dos melhores dias da vida sobre uma bicicleta. Me senti muito forte e tentei atacar algumas vezes. Foi difícil tirar os meninos da roda.” Mathieu van der Poel

Alegria de Van der Poel, respeito de John Degenkolb, frustração de Wout van Aert, a Paris Roubaix 2023 teve de tudo um pouco. Novamente o recorde de velocidade foi batido e a edição 2023 é a mais rápida da história com 46,84km/h de média.

Sorte? Como na roleta, o azar faz parte do jogo

Uma curiosidade das monumentos em 2023 é o número 21, as três monumentos de 2023 foram vencidas pelo ciclista carregando o numeral 21, Van der Poel começou a saga na Milano Sanremo, depois Pogacar na Ronde e novamente Van der Poel em Roubaix. Se o numeral é ao acaso, os furos não são e fazem parte do espetáculo. A Paris-Roubaix tem 50km sobre paralelepípedos, o ciclista precisa de uma condução suave, leve e flutando sobre os paralelepípedos para ser o mais veloz dosando sua força.

Wout van Aert troca de bicicleta após furo

A Jumbo Visma e a Alpecin Deceuninck utilizaram o mesmo conjunto de pneus, claro cada um com sua calibragem guardada a sete chaves. E Wout van Aert sofreu um furo no final do trecho do Carrefour de l’Abre que lhe custou disputar a vitória. Contudo vale ressaltar, que Van der Poel estava tão impossível ontem que seria uma tarefa hercúlea lhe tirar a vitória.

Como foi vencida a Paris Roubaix 2023

A construção da vitória de Mathieu van der Poel começou antes da entrada no trecho de paralelepípedos da floresta de Arenberg e foi por obra de Wout van Aert. Wout atacou ali colocando um ritmo que selecionou o grupo líder. Para azar da Jumbo, Christophe Laporte furou e tentou sem sucesso voltar ao grupo seleto:

O grupo logo colocou uma vantagem sólida sobre o pelote e tudo mudou no trecho do Carrefour de l’Abre. Houve um contato (totalmente de prova) entre Van der Poel e Degenkolb e o alemão acabou no chão. Mathieu alcançou Wout e logo em seguida o rival belga sofreu um furo de pneu. Dali em diante Mathieu entrou no modo contrarrelógio e seguiu firme e forte e só parou para olhar para trás quando entrou no Vélo Club de Roubaix, o velódromo antigo tremeu com o público ovacionando Mathieu que conquistou a prova que escapou a seu pai Adrie e seu avô Raymond.

Classificação da Paris Roubaix 2023

Results powered by FirstCycling.com

Sair da versão mobile