Ícone do site Pelote Ciclismo

Flèche Wallonne 2023

Pogacar irá fazer a limpa nas clássicas belgas? Nesta quarta feira o canibal esloveno é o principal favorito a vitória na Flèche Wallonne, mas corrida não se ganha no favoritismo!

Flèche Wallonne 2023

A última fase das clássicas belgas termina neste final de semana com a La Doyenne, a mais antiga das monumentos de ciclismo. Como aperitivo a Flèche Wallonne (Flecha Valona em português) percorrendo quase 200km entre Herve e o Mur de Huy. Realizada pela primeira vez em 1936, a Flèche Wallonne foi uma das provas de ciclismo que seguiu sendo realizada mesmo durante a ocupação nazista da Bélgica. Entre os grandes vencedores da prova estão Marcel Kint, Fausto Coppi, Raymond Poulidor e Eddy Merckx. Em 1985 a organização decidiu fazer a chegada em uma subida e assim começou a tradição que hoje tem como chegada o Mur de Huy.

Então o perfil do vencedor da Flèche Wallonne passou a ser muito específico, um ciclista potente, porém leve para atacar em trechos muito inclinados e quem melhor se encaixou nesse perfil foi Alejandro Valverde que venceu cinco vezes além de obter outros cinco pódios em 15 participações.

Pogacar o canibal leva mais uma?

Agora em 2023, com Valverde aposentado o franco favorito é o Canibal esloveno, Tadej Pogacar. Bicampeão do Tour de france 2020-2021, Pogi vem barbarizando na temporada. Venceu a Ruta del Sol, a Paris Nice, a Ronde e a Amstel Gold Race no último final de semana.

Dá até para dizer que Pogacar tem mais o perfil de vencedor da Fléche do que da Amstel ou da Ronde, mas corridas são corridas e só se vence quem chega em primeiro. Assim outros favoritos merecem destaque como:

26ª Flèche Wallonne Feminina

Nem Ronde, nem La Doyenne, a clássica feminina mais antiga na Bélgica é a Flèche Wallonne. Disputada desde 1988. E nela o reinado tem Anna van der Breggen como grande rainha com suas sete vitórias. Anna se aposentou no ano passado e com cinco vitórias está Marianne Vos. Embora a neerlandesa de 35 anos não esteja em sua forma habitual, será uma forte candidata a vitória. Além dela destaque para Demi Vollering, Silvia Persico e Annemiek van Vleuten.

 

Sair da versão mobile