Ícone do site Pelote Ciclismo

Quero ganhar o Tour de Flandres, a Paris-Roubaix e o Mundial, e quero usar amarelo no Tour!

Quero ganhar o Tour de Flandres, a Paris-Roubaix e o Mundial, e quero usar amarelo no Tour. Com esses objetivos “pequenos”, Ben Wiggins se apresenta no Kuip durante os Seis dias de Ghent mostrando que não herdou do pai Bradley apenas o gosto pelo ciclismo.

Ben Wiggins durante os Seis dias de Ghent | Foto @Belga

Três gerações de Wiggins nos Seis dias de Ghent

Se você acompanha o ciclismo sabe que Sir Bradley Wiggins, vencedor do Tour de France de 2012 e vencedor de 5 medalhas de ouro na pista é um dos melhores pisteiros da história. Agora a terceira geração dos Wiggins chega ao Kuip para continuar a história.
“Estava escrito nas estrelas com este sobrenome que eu me ternaria um ciclista, sou Ben Wiggins. Este lugar é muito importante para mim, eu estava aqui quando meu pai venceu em 2016 com Mark Cavendish.” disse Ben Wiggins
Gary Wiggins com o filho Bradley em 1981 | Foto John Taylor
Bradley é filho de Gary Wiggins, um ciclista australiano que morou em Ghent por alguns anos e durante esse período Bradley nasceu. Wiggo só conheceu o pai 14 anos depois mas levou a fama mundial tornando-se um dos principais velocistas deste século.
Bradley e Ben Wiggins | @Photo News
Com o início dos Seis dias de Ghent ontem,  Wiggo era esperado para dar a bandeirada para início das competições, porém devido a compromissos com a mídia britânica, não pôde comparecer e a honra foi dada a Ben.
 
Correndo em dupla com Harry Codd na disputa Sub23 da AVS Cup, Ben Wiggins aos 17 anos se mostra bem pouco modesto e não tem medo de colocar metas altíssimas para sua carreira.
 
“Essa é a meca para os verdadeiros fãs do ciclismo, as pessoas falam constantemente sobre isso. Agora chegamos a 3 gerações que correram aqui, Gary, Bradley e eu. As vezes é difícil ser filho dele, há muitas expectativas e sinto muita pressão em fazer tão bem quanto ele, mas lido bem com isso e sou ambicioso. Meu objetivo é a pista e a estrada, ano que vem quero me tornar campeão mundial júnior em ambas disciplinas.

Meu perfil é parecido com o do meu pai, embora ele era mais magro. Ainda não quero me rotular, sou jovem e quero ganhar tudo. Disseram a meu pai que ele nunca seria capaz de escalar.

Em um mundo ideal quero ser o melhor de todos,

quero vencer o Tour de Flandres, a Paris-Roubaix e o Mundial, e quero usar amarelo no Tour, fique de olho em mim!encerrou Ben Wiggins.
Sair da versão mobile