Ícone do site Pelote Ciclismo

Milano Torino a prova mais antiga do mundo!

Nesta quarta feira acontece a 103ª Milano Torino, a prova de ciclismo mais antiga do mundo, disputada desde 1876. É isso mesmo uma prova que atravessa três séculos e neste ano faz parte do calendário ProSeries.

Mark Cavendish, Peter Sagan e outras estrelas do ciclismo mundial disputam nesta quarta a Milano Torino.

Milano Torino 2022 – 197km

Uma viagem de Milão a Turim realizada desde o século 19, assim começa a Milano Torino 2022. Em 1876 oito ciclistas partiram de Milão com apenas quatro tendo chegado a Turim. Com algumas interrupções ela passou a ser anual em 1913, parando apenas em 1916 e 1944 nos períodos críticos da grandes guerras mundiais. Usualmente ela acontece no outono,  após o Giro do Piemonte e como prévia do Giro de Lombardia no que é chamado pelos italianos Trittico di Autunno (uma alusão a uma coleção de três óperas de Puccini). Contudo nesta edição uma nova escolha de data, como preliminar a Milano Sanremo, primeira monumento na temporada.

Largando da cidade de Magenta, a vinde minutos de Milão e cruza a Lombardia com destino a Turim por um trajeto praticamente plano. Apesar de todo marketing destacado pelo diretor de prova Mauro Vegni (o mesmo diretor do Giro d’Italia), veremos um aquecimento para a Milano Sanremo e não a Milano Torino. Isso ocorre em especial pela prova evitar subidas como a Superga em Torino que as vésperas de Sanremo desgastaria em demasia os velocistas.

Chegada da Milão Turim com a Mole Antonelliana ao fundo | Foto Divulgação RCS

Sem grandes dificuldades, a Milano Torino chegará em Rívoli, cidade com sítios arqueológicos datados do período neolítico e que é cruzada pela Strada delle Gallie (A Strada da Galia) que ligava Turim a França.

O favoritismo para a Milano Torino 2022 então fica a cargo dos velocistas. Destaque para Mark Cavendish com o trem de embalada da Quick Step, para o francês Nacer Bouhanni e sua Arkéa que vem vencendo importantes provas na temporada. Destaque ainda a UAE Team Emirates que aposta no Colombiano Juan Sebástian Molano. Por fora mas não muito temo o eslovaco Peter Sagan em sua Total Energies. O tricampeão mundial (2015 a 2017) vem de covid, gripe e ao que parece a adaptação a nova equipe não é das melhores. Nada como uma clássica para mudar isso.

A transmissão da Milano Torino para o Brasil se dá apenas pelo app GCN+.

 

Sair da versão mobile