Shimano completa 100 anos

Luiz Papillon

Marca japonesa com história que se confunde com a própria história da bicicleta completou um século de história.

Para comemorar seu centenário, a marca lançou um livro catálogo especial com tiragem limitada a 2000 unidades. O livro “Shimano 100 Works” trás em seu interior 100 produtos de destaque lançados pela empresa. Para adquirir um desses livros, o interessado deve se inscrever em um site comemorativo onde serão sorteados os compradores. Cada exemplar custará 10.000 Yens, o equivalente hoje a R$507,43.

Caixa e livro em comemoração aos centenário da Shimano | Foto Shimano
Caixa e livro em comemoração aos centenário da Shimano | Foto Shimano

“Nesta ocasião, gostaria de expressar minha mais profunda gratidão a todos que nos apoiaram ao longo destes anos.” Yozo Shimano, presidente da Shimano Inc.

 

Sakai 1921 – Shozubaro Shimano

Na cidade de Sakai, conhecida pela tradição com o trabalho em aço e metalurgia desde a fabricação de espadas para samurais, Shozaburo Shimano fundou a marca que leve seu nome aos 26 anos de idade. Shimano alugou um espaço de 40m2 em uma fábrica de celuloide desativada. O valor do aluguel era de apenas 5 yens (aproximadamente 10kg de arroz). O único equipamento que Shimano tinha a disposição era um torno emprestado da Sano Iron Works, de quem era amigo do dono.

Catraca Shimano 333 - Pelote Ciclismo - Fabricada em 1921
Catraca Shimano 333 – Fabricada em 1921 | Foto Shimano

O produto que revolucionaria a bicicleta seria lançado no ano seguinte, com a fabricação de roda livre, ou seja a “catraca”. É preciso lembrar que até aquele momento as bicicletas tinham relações fixas, e o advento da roda livre permitiu um ganho enorme em liberdade. No ano de 1940, ao atingir 300 funcionários, a empresa mudou o nome para Shimano Iron Works Co. Ltd. com o próprio Shozubaro Shimano como primeiro presidente.

Logo após o início da fabricação de cambios para troca de marcha, a primeira mudança no comando da empresa, Shozo Shimano, filho de Shozubaro torna-se o presidente.

Internacionalização da Shimano inicia-se em 1965

Em 1965 a Shimano abre escritórios nos EUA iniciando o caminho para a multinacional. No ano de 1972, inicia a abertura de capital, com inserção na bolsa de valores de Osaka. No mesmo ano abre escritório em Dusseldorf na Alemanha iniciando a expansão europeia. Já em 1973 a Shimano é listada na bolsa de valores de Tóquio como ação de primeira linha.

No ano de 1972, foi lançada a Linha Dura Ace de modo completo, a inovação foi agrupar os componentes de modo ao estilo e funcionamento estarem agregados, nascia o conceito de grupo de componentes. No ano seguinte a empresa começa o investimento em provas de ciclismo, com a criação da Shimano Racing Team no Japão e patrocínio na Europa.

Painel com a história da Shimano em sua sede | Pelote Ciclismo
Painel com a história da Shimano em sua sede | foto Shimano

Em 1982 a primeira linha para bicicletas fora de estrada é lançada, a Deore XT. A linha de produtos receberia uma inovação grande em 1984 com adição do sistema indexado de troca de marchas, o Shimano-SIS. A integração total chegou em 1989 com o lançamento do manete integrado, o STI -Shimano Total Integration – e o nascimento do conceito Rapid Fire para bicicletas fora de estrada (MTB).

Responsável pela expansão internacional da empresa, Yoshizo Shimano, terceiro filho de Shozubaro foi o quarto presidente da empresa e faleceu em 2020. Desde 2001 a direção da empresa segue com Yozo Shimano, filho de Shozo Shimano.

Atualmente a Shimano detém cerca de 40% do mercado de componentes de bicicleta no mundo com vendas globais na ordem de 113 bilhões de dólares. Em 2020 o lucro da empresa cresceu 21% no mundo todo.

 

Texto: Pelote Ciclismo, reprodução vedada.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Tadej Pogacar vence a Liège Bastogne Liège 2021

Após um ataque na Côte de la Roche aux Falcons um grupo de cinco ciclistas escapou para disputar a vitória da Liege Bastogne Liege 2021. Em um sprint selecionado, Tadej Pogacar o esloveno vencedor do Tour de France venceu a Liege Bastogne Liege 2021. Julian Alaphilippe, atual campeão mundial foi […]
Tadej Pogacar vence a Liege Bastogne Liege 2021 | Pelote Ciclismo | Foto @belga

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: