Nizzolo vence Clássica Almeria pela Qhubeka Assos!

Luiz Papillon

A equipe quase fechou, mas Giacomo Nizzolo esperou até o final para renovar com a equipe e o prêmio veio com uma vitória impressionante. Em segundo ficou o francês Florian Sénéchal da Deceuninck Quick Step e em terceiro o estoniano Martin Laas pela Bora-Hansgrohe.

36ª Clássica Almeria – Pueblo de Vicar a Roquetas de Mar – 183.3km

Primeira clássica espanhola pós parada pela segunda onda do coronavírus, a Clássica Almeria é uma prova ProSeries (Segunda Divisão do Ciclismo Profissional). Nossos colegas do Camisa Amarela contaram sobre a prova que já teve vitória do brasileiro Luciano Pagliarini. Entre os ciclistas cotados para vitória estava Mark Cavendish, o maior velocista do século correndo pela equipe Deceuninck Quick Step. Cavendish amargou quatro temporadas péssimas após ser diagnosticado com Mononucleose Infecciosa (Vírus Epstein-Barr).

Com 183km em um trajeto com quatro subidas categorizadas, a Clássica de Almeria tem um grau dificuldade duro para os ciclistas em começo de temporada. Os escapados do dia foram:

  • Robbe Ghys (Sport Vlaanderen),
  • Luis Angel Maté (Euskaltel),
  • Alex Molenaar (Burgos BH), Davide Bais (Eolo Kometa),
  • Oier Lazkano (Caja Rural),
  • Amanuel Ghebreigzabhier (Trek Segafredo).

O pelote manteve a fuga sempre sob controle, sem permitir grande vantagem aos escapados. A neutralização aconteceu a 33km do final, logo na entrada do circuito de 10km onde o pelote passou por quatro vezes.

Restando 16km para o final o pelote vinha em alta velocidade com vento a favor com o velocímetro da moto de apoio marcando 72km/h. Um toque de rodas aconteceu e alguns ciclistas foram ao chão, entre eles Ivan Garcia Cortina da Movistar, Jack Bauer da Bike Exchange e Alvaro Hodeg da Deceuninck Quick Step. Hodeg não conseguiu retornar a prova e precisou de atendimento na ambulância da organização.

Logo depois nova queda a 12km para o final, desta vez foram ao solo Jodri Meeus da Bora, Boy Van Poppel e Jonas Koch da Intermarché, Nickolas Zukowsky da Rally e Fortunado da Eolo Kometa. Mark Cavendish não caiu, mas teve um problema mecânico que o tirou do pelote, o que provocou uma perseguição ao pelote.

No sprint, o campeão europeu Giacomo Nizzolo venceu pela Qhubeka Assos! Florian Sénéchal da Deceuninck Quick Step foi segundo seguido pelo Estoniano MArtin Laas da Bora Hangrohe.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Imposto de Importação sobre bicicleta no Brasil deixa de ser o maior do mundo

Ontem por meio da rede social twitter, o presidente da república anunciou a redução do imposto de importação de bicicletas, o II. Embora pareça uma conquista, trata-se apenas de uma adequação. A Letec (Lista de exceções a tarifa externa comum) é um instrumento do Mercosul que permite um dos países […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: