Dinamarquês Magnus Cort vence na divisa de Portugal pela Vuelta!

Luiz Papillon

Uma etapa muito veloz e com disputa o tempo todo. Assim foi a 16ª Etapa da Vuelta 2020. Remi Cavagna esteve na fuga o tempo todo mas foi engolido pelo pelote a 1.5km do final. No sprint selecionado, o dinamarquês Magnus Cort de 27 anos venceu pela EF Pro Cycling. O líder da Vuelta, o esloveno Primoz Roglic chegou em segundo pela Jumbo Visma. Rui Costa que chegou em terceiro foi rebaixado ao último posto por fechar Valverde. Dion Smith (Mitchelton) herdou o terceiro posto.

Vuelta 2020 – Etapa 16 – Salamanca a Cidade Rodrigo – 162km

A Vuelta partiu hoje de Salamanca, capital da província de mesmo nome na Comunidade Autônoma de Castela e Leão na Espanha. A região muito próxima a Portugal. A chegada foi em Cidade Rodrigo cidade na fronteira com Portugal. O trajeto de 162km contava com duas subidas categorizadas.

Vento Contra e fuga qualificada

Com tempo um pouco melhor que ontem, o temor era que o vento cruzado pudesse causar cortes no pelote. A fuga do dia iniciou-se com o ataque de Remi Cavagna. O francês da Deceuninck Quick Step esteve durante toda etapa na fuga:

  • Remi Cavagna – Deceuninck Quick Step
  • Robert Stannard – Mitchelton Scott
  • Angel Madrazo – Burgos BH
  • Julien Amazqueta – Caja Rural
  • Willie Smit – Burgos BH
  • Jesús Ezquerra – Burgos BH
  • Juan Felipe Osório – Burgos BH

Nas subidas categorizadas a fuga foi minguando até que ficaram apenas Cavagna e Stannard. A dupla lutou muito e entrou nos 20km finais um pouco a frente do grupo perseguidor. Com 18km para o final Cavagna ficou solo, e atrás os velocistas tiveram dificuldades para passar na Serradilla del Llano.

Dai em diante seria uma luta entre Cavagna e o grupo perseguidor. Especialista em contra-relógio entrou nos 5km finais com 15 segundos de vantagem para a perseguição. Na marca de 1,5km o pelote engoliu Cavagna e teríamos uma chegada em sprint selecionado.

Valverde da Movistar iniciou o sprint mas quem venceu foi o dinamarquês Magnus Cort Nielsen da EF Pro Cycling, em segundo chegou o líder da Vuelta Primoz Roglic. Rui Costa que chegou em terceiro foi rebaixado ao último posto por fechar Valverde. Dion Smith (Mitchelton) herdou o terceiro posto.

 

Pela classificação geral o pelote chegou sem corte e portanto sem mudanças na classificação geral, exceto pelo bônus de tempo conquistado por Roglic.

Primoz Roglic é o líder na classificação geral.

Primoz Roglic (Jumbo Visma) lidera a disputa por pontos.

Guillaume Martin (Cofidis) é o atual rei da montanha.

Enric Mas (Movistar) lidera entre os jovens até 25 anos.

A Movistar é a melhor equipe da Vuelta 2020.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Gaudu vence, Carapaz dá show e Roglic é o bicampeão da Vuelta!

Uma etapa sensacional, daquelas para serem vistas e revistas por anos! Assim a penúltima etapa da Vuelta coroa Primoz Roglic como bicampeão da Vuelta. O francês David Gaudu da Groupama FDJ estava na fuga e venceu a etapa atacando no final. Em segundo ficou o suíço Gino Mader e em […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: