Conheça as 14 empresas que tentam comprar a Mavic

Luiz Papillon

A fabricante francesa Mavic foi colocada em liquidação pela justiça francesa em maio. O obscuro negócio envolvendo a venda para um fundo de negócios nos EUA foi suficiente para o sindicato conseguir na justiça que tudo fosse esclarecido. Sem que o comprador oficial aparecesse, o tribunal de Annecy estabeleceu um prazo para que potenciais interessados fizessem suas propostas.

“Várias ofertas sérias, mas com financiamento ainda fora das nossas necessidades. Ainda não temos preferências mas as ofertas são sérias, na melhor das hipóteses há manutenção de metade da nossa força de trabalho. No investimento ainda estamos longe da conta, em nossa opinião, serão necessários 20 milhões de euros para reviver a Mavic. Anunciaremos nossa preferência até o meio da próxima semana.” Gérard Meunier, secretário do sindicato da Mavic

Quatorze empresas se candidataram à adquirir a Mavic:

  • Guers – França, o fabricante de bicicletas elétricas Whattfornow que recentemente comprou a francesa Time do grupo Rossignol. Promessa de manter 113 funcionários com transferência dos funcionários de Anneccy e Saint Trivier para Rumilly na Haut Savoie. Além disso 50% da fabrica na Romênia seriam realocados para Rumilly.
  • Gravity code et Lxow – Suíça, esta empresa promete manter 124 postos de trabalho e criar local de produção em Annecy. Saint-Trivier se tornaria o local exclusivo de fabricação de rodas de alumínio.
  • Ronan Le Moal e Selas Poulmaire (grupo com Bernard Hinault)– França, manutenção de 110 empregos em Saint-Trivier.
  • O. Salaun, P. Marias, L. Delorme, S. Vigouroux – França, 100 empregos mantidos, transferência dos postos de Annecy e St Trivier para outro local.
  • Benjamin Moine – França, 87 empregos garantidos e manutenção das três fábricas em Annecy, Saint-Trivier e Romênia.
  • Bourrelier (antigo grupo Bricorama) – França, 84 empregos garantidos, manutenção da fábrica em Saint-Trivier e relocação da planta de Annecy.
  • Pelican Ventures, França. Garantia de 65 empregos, transferência de Annecy em um ano, a exceção de permanecer gratuitamente no local.
  • Kindernay CA Tech – Noruega, 51 empregos garantidos.
  • Azimute – França, 46 empregos garantidos com encerramento da planta de Annecy e transferência da produção para Saint-Trivier.
  • Fox EUA/Reino Unido – 16 postos de trabalho e manutenção a médio prazo da planta fabril na região de Annecy. Transferência de Saint Trivier para a Europa Oriental.
  • Chamatex – França, 12 empregos garantidos e as fábricas em Annecy e Saint Trivier fechadas.
  • Beringer St Jean Industries , França. Apenas a manutenção de um emprego.
  • Liberty House – Singapura, sem garantias.
  • Pumped Shops, França – Sem garantias.

Agora as empresas terão um prazo até 10 de julho para apresentar e refinar suas ofertas e garantias. A Mavic atualmente emprega 250 pessoas, sendo 170 na sede da sua antiga controladora a Salomon próximo a Annecy além de mais 50 funcionários em Saint Trivier.

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Nova Specialized Epic 2021

Tradicional modelo da fabricante americana Specialized, a Epic Evo e Epic Race 2021 chegam as lojas com modificações radicais em relação as versões passadas. Desde o lançamento da Specialized Epic Full Suspension em 2002 o modelo construiu uma história de sucesso e títulos no MTB XC. A modalidade cresceu muito […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: