Zdenek Stybar vence no Autódromo El Villicum e Remco é virtual campeão da Vuelta a San Juan

Luiz Papillon

O checo Zdnek Stybar da Deceuninck Quick Step atacou dentro do último quilômetro da etapa 6 da Vuelta a San Juan e venceu a etapa. Em seguindo ficou Juan Molano da UAE Etam Emirates e em terceiro o francês Rudy Barbier pela equipe Israel Start-up Nation. Com o resultado, o belga Remco Evenepoel também da Deceuninck praticamente garante o título da Vuelta a San Juan 2020.

Vuelta a San Juan – Etapa 6 – Autódromo El Villicum 174,5km

Penúltima etapa da Vuelta a San Juan 2020, uma etapa de 174,5km com duas passagens pelo Alto de las Vacas, uma subida de categoria 3 e retorno para o Autódromo El Villicum. Logo no começo da etapa quatro ciclistas escaparam do pelote. Entre eles o brasileiro André Gohr da seleção brasileira. Logo depois foram neutralizados e outra fuga saltou, desta vez com Jokin Aramburu da Fundação Orbéa, Cristoff Jurado da seleção panamenha e Veljkp Stojnic da equipe Vini Zabu.

A primeira meta de sprint foi vencida por Cristoff Jurado seguido de Veljko e Aranburu.  Já a meta de montanha teve nova vitória de Jurado desta vez com Aranburu em segundo. Logo em seguida o pelote alcançou o grupo e neutralizou a fuga. Não passou muito tempo para a próxima tentativa de fuga, desta vez escaparam Mirco Maestri (Bardiani), Andrea di Renzo (Vini Zabu), Laureano Rosas (Transportes Puerto de Cuyo) e Agustin Fraysse (Sel. Argentina).

A segunda meta de sprtin foi vencida por Augustin Fraysse seguido de Andrea Di Renzo e Mirco Maestri. Restavam então 38km para o final da etapa e o pelote seguia cerca de um minuto atrás. O pelote neutralizou a fuga na marca de 15km para o final. Dai em diante foi a preparação para o sprint. Os ciclistas deram uma volta no autódromo El Villicum e fecharam em sprint.

Na preparação do sprint um ataque monstruoso de Zdenek Stybar pegou o pelote de surpresa no último quilômetro e o checo da Deceuninck Quick Step venceu a etapa.

Brasileiros: Rangel o melhor

Mais uma etapa em que Vinicius Rangel é o melhor entre os brasileiros. O ciclista da equipe Valverde Terra Fecundis, representando a seleção brasileira ficou na 64ª posição, confira a posição dos brasileiros:

  • 64. Vinicius Rangel – Sel. Brasileira +00
  • 66. Alessandro Guimarães +00
  • 81. Leonardo Finkler +0:19
  • 93. André Gohr +0:28
  • 122. Magno Prado +1:58
  • abandonou Renan Quadri.

Classificação da Etapa 6

Na classificação geral, Remco praticamente garantiu o título já que amanhã é uma etapa plana, mais voltada para o sprint. Entre os brasileiros o melhor colocado é o jovem Vinícius Rangel na 26ª posição, 5:45 do líder.

 

 

Sua opinião é importante, compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Supergregário Dries Devenyns venceu a Cadel Evans Road Race

Vitória da Deceuninck Quick Step em clássica não é novidade, mas quando ela vem com um improvável vencedor é muito gostoso de ver! E hoje foi a vez de Dries Devenyns vencer pela primeira vez uma prova WorldTour. Dries estava no ataque que tinha nomes fortes como Daryl Impey e […]

Receba as novidades em seu e-mail

%d blogueiros gostam disto: