Ícone do site Pelote Ciclismo

Medalhista olímpico condenado a prisão por tráfico de drogas

O ciclista aposentado australiano Jack Bobridge foi sentenciado a quatro anos de prisão por tráfico de drogas. Bobdridge foi medalha de prata nos jogos do Rio em 2016 na modalidade de perseguição por equipes. Bobridge foi preso em Perth na Austrália quando vendeu pastilhas de ecstasy para um policial disfarçado. O policial teria sido apresentado a Bobridge por um amigo, o também ex-ciclista profissional Alex McGregor. A quantidade de drogas vendida por Bobridge variava de 10 a 100 pastilhas entre março e agosto de 2017.

Em sua defesa Bobridge acusou McGregor de ser seu fornecedor e que a droga seria de uso pessoal. Bobridge alegou que é dependente químico de substâncias ilícitas como cocaina e ecstasy. O juiz do caso disse que a situação de Bobridge era uma “tragédia absoluta” mas que sua dependência não era desculpa para fornecer drogas na comunidade.

Bobridge foi sentenciado a quatro anos de prisão com liberdade condicional não antes de dois anos e meio no regime fechado. Bobridge correu pela Garmin Cervelo, Orica Greendege, Belkin e Trek Segafredo em oito anos como profissional, tendo se retirado do ciclismo profissional após os jogos do Rio em 2016 com apenas 26 anos de idade.

Sair da versão mobile