Vitória belga na De Brabantse Pijl em estreia da Memorial Santos na Bélgica

Uma fuga numerosa marcou a De Brabantse Pijl feminina na Bélgica. Com doze ciclistas entre elas Coryn Rivera da Sunweb, um contra ataque de Marianne Vos motivou a fuga a trabalhar e com isso matou as chances do pelote. Ao final a belga Sofie de Vuyst da equipe Parkhotel venceu no sprint selecionado com a campeã italiana Marta Cavalli em segundo e a americana Coryn Rivera em terceiro.

Memorial Santos estreia em provas UCI na Bélgica

Após dez dias trainando na Europa, a De Brabantse Pijl foi a primeira prova da Memorial Santos de nível na Europa (UCI 1.1). Uma prova com nível altíssimo contando com estrelas como a holandesa Marianne Vos, a americana Coryn Rivera entre outras. Participou também da prova a brasileira Clemilda Fernandes pela italiana Eurotarget. A Memorial Santos contou com Camila Coelho, Ana Paula Polegatch, Thayna Araújo, Estefania Pilz e Adriele Alves. Infelizmente nenhuma das meninas conseguiu terminar a prova.

As meninas da Memorial Santos já haviam disputado no último domingo o GP Oudenaarde onde Thayná Araújo venceu o prêmio por metas de sprint.

De Brabantse Pijl Feminina – 136,7km

Uma fuga numerosa com a Sunweb em peso incluisive a capitã Coryn Rivera dominou a De Brabandse Pijl. Doze ciclistas escaparam logo no princípio de prova e mantiveram vantagem ao redor de um minuto para o pelote.

  • Coryn Rivera – Sunweb
  • Leah Kirchmann – Sunweb
  • Floortje Mackaij – Sunweb
  • Elena Pirrone – Astana
  • Marta Lach – CCC Liv
  • Pauliena Rooijakkers – CCC Liv
  • Sofie de Vuyst – Parkhotel
  • Urska Zigart – BTC Ljubljana
  • Mia Radotic – BTC Ljubljana
  • Elizabeth Banks – Bigla Pro
  • Anna Trevisi – Alé Cipollini
  • Letizia Borghesi – Aromitalia
  • Marta Cavalli – Valcar
  • Vittoria Guazzini – Valcar

Na marca de 42km a dupla Marianne Vos e Liane Lippert lançaram um ataque do pelote para perseguir a fuga. Imediatamente a companheira de Vos, Rooijakkers passou a esperar a capitã para ajuda-la a fazer a ponte. Estava claro que seria muito difícil para o pelote combater uma fuga tão qualificada.

Trabalho da fuga garantiu vitória para Belga Sofie De Vuyst

A fuga percebendo à aproximação perigosa resolveu trabalhar, assim complicou a perseguição. A fuga entrou nos 15km finais de prova com 48″ sobre Vos e 1:30″ sobre o pelote. Esse trabalho da fuga matou tanto a perseguição de Vos como qualquer chance do pelote alcançar. A vitória seria da fuga, em sprint Coryn Rivera a ampla favorita.

Ao fim a jovem italiana Vittoria Guazzini da Valcar de 18 anos que fez um esforço fenomenal durante o dia ainda teve folego para esticar o pelote. A tática ajudou a deixar Coryn Rivera no fundo do pelote e assim a vitória ficou com Sofie de Vuyst da Parkhotel no sprint.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.