Valgren vence Amstel Gold Race!

Após juntar-se a fuga num contra-ataque liderado por Peter Sagan, o jovem dinamarquês da Astana Michael Valgren vence a segunda na temporada. Após um quarto lugar na Ronde van Vlaanderen colocando seu nome como um dos grandes ciclistas da temporada. Em segundo Roman Kreuziger pela Mitchelton Scott e em terceiro Enrico Gasparotto da Bahrein Merida.

Clássicas Ardenas na estrada, Amstel Gold Race tradicional prova holandesa que acontece na região de Limburgo em sua 53ª edição. Planejada para ser a concorrente holandesa das clássicas belgas a prova aconteceu pela primeira vez em 1966 no feriado Koningsdad que significa o “Dia do rei”. A prova teve algumas mudanças no local de largada e desde 1998 parte de Maastricht. A prova é marcada pelas curtas e duras colinas sendo 36 delas marcadas no perfil da prova:

Entre os ciclistas em atividade, Philippe Gilbert tem quatro vitórias na prova e Enrico Gasparotto duas, além de Kreuziger, Kwiatowski e Damiano Cunego com uma cada. Holandeses e belgas dominam os palmares com 30 vitórias ao total.

Assim que a bandeira baixou deixando a área neutralizada a fuga partiu, nove ciclistas começaram a luta pela vitória com 263km pela frente:

  • Bram Tankink (LottoNL-Jumbo)
  • Tsgabu Grmay (Trek-Segafredo)
  • Matteo Bono (UAE Team Emirates)
  • Lawson Craddock (EF-Drapac)
  • Oscar Riesebeek (Roompot-Nederlandse Loterij)
  • Eddie Dunbar (Aqua Blue Sport)
  • Marco Tizza (Nippo-Vini Fantini)
  • Willem Smit (Katusha-Alpecin)
  • Preben Van Hecke (Sport Vlaanderen-Baloise).

Entre eles Preben Van Hecke foi campeão belga em 2015 e nesta temporada Oscar Riesebeek é sem dúvida o mais forte entre eles. A fuga chegou a ter vantagem acima de sete minutos mas assim que entraram nos 50km finais o desgaste foi minando as forças. Atrás o grupo de favoritos foi sendo reduzido até que dentro dos 15km finais os ataques começaram e Valverde, Sagan e Wellens atacaram para fechar a diferença. Com fuga, com 12km para o final o grupo líder tinha 11 ciclistas com 18 segundos de vantagem para o outro pequeno grupo.

No Bemelerg a 6.9km Flugsang, Van Hecke e Riesebeek atacaram e perto da metade da subida Valverde atacou para neutralizar o dinamarquês. Assim começou um jogo mental entre Valverde, Alaphilippe e Valverde para saber quando atacar. Com dois ciclistas na ponta a equipe Astana tentou novamente por duas vezes com Valgren, na terceira Kreuziger o seguiu e  ficaria difícil para ser pego, 1km para o final  Gasparotto partiu em busca da dupla mas ficaria entre Kreuziger e Valgren, e o dinamarquês venceu a prova. Valgren venceu a Omloop Niewsblad primeira prova de paralelepípedos da temporada e a primeira nas Ardenas.

No pódio além das fotos tradicionaiss um destaque a vencedora da prova feminina que terminou 2h antes, Chantal Blaak da Boels Dolmans, atual campeã mundial.

 

 

 

Deixe uma resposta