Valgren vence Amstel Gold Race!

Após juntar-se a fuga num contra-ataque liderado por Peter Sagan, o jovem dinamarquês da Astana Michael Valgren vence a segunda na temporada. Após um quarto lugar na Ronde van Vlaanderen colocando seu nome como um dos grandes ciclistas da temporada. Em segundo Roman Kreuziger pela Mitchelton Scott e em terceiro Enrico Gasparotto da Bahrein Merida.

Clássicas Ardenas na estrada, Amstel Gold Race tradicional prova holandesa que acontece na região de Limburgo em sua 53ª edição. Planejada para ser a concorrente holandesa das clássicas belgas a prova aconteceu pela primeira vez em 1966 no feriado Koningsdad que significa o “Dia do rei”. A prova teve algumas mudanças no local de largada e desde 1998 parte de Maastricht. A prova é marcada pelas curtas e duras colinas sendo 36 delas marcadas no perfil da prova:

Entre os ciclistas em atividade, Philippe Gilbert tem quatro vitórias na prova e Enrico Gasparotto duas, além de Kreuziger, Kwiatowski e Damiano Cunego com uma cada. Holandeses e belgas dominam os palmares com 30 vitórias ao total.

Assim que a bandeira baixou deixando a área neutralizada a fuga partiu, nove ciclistas começaram a luta pela vitória com 263km pela frente:

  • Bram Tankink (LottoNL-Jumbo)
  • Tsgabu Grmay (Trek-Segafredo)
  • Matteo Bono (UAE Team Emirates)
  • Lawson Craddock (EF-Drapac)
  • Oscar Riesebeek (Roompot-Nederlandse Loterij)
  • Eddie Dunbar (Aqua Blue Sport)
  • Marco Tizza (Nippo-Vini Fantini)
  • Willem Smit (Katusha-Alpecin)
  • Preben Van Hecke (Sport Vlaanderen-Baloise).

Entre eles Preben Van Hecke foi campeão belga em 2015 e nesta temporada Oscar Riesebeek é sem dúvida o mais forte entre eles. A fuga chegou a ter vantagem acima de sete minutos mas assim que entraram nos 50km finais o desgaste foi minando as forças. Atrás o grupo de favoritos foi sendo reduzido até que dentro dos 15km finais os ataques começaram e Valverde, Sagan e Wellens atacaram para fechar a diferença. Com fuga, com 12km para o final o grupo líder tinha 11 ciclistas com 18 segundos de vantagem para o outro pequeno grupo.

No Bemelerg a 6.9km Flugsang, Van Hecke e Riesebeek atacaram e perto da metade da subida Valverde atacou para neutralizar o dinamarquês. Assim começou um jogo mental entre Valverde, Alaphilippe e Valverde para saber quando atacar. Com dois ciclistas na ponta a equipe Astana tentou novamente por duas vezes com Valgren, na terceira Kreuziger o seguiu e  ficaria difícil para ser pego, 1km para o final  Gasparotto partiu em busca da dupla mas ficaria entre Kreuziger e Valgren, e o dinamarquês venceu a prova. Valgren venceu a Omloop Niewsblad primeira prova de paralelepípedos da temporada e a primeira nas Ardenas.

No pódio além das fotos tradicionaiss um destaque a vencedora da prova feminina que terminou 2h antes, Chantal Blaak da Boels Dolmans, atual campeã mundial.

 

 

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.