Tom “demoliu” tudo! Holandês assume camisa rosa com contra relógio perfeito!

Esperava-se um ótimo tempo de Dumoulin na etapa de contra relógio, mas não se esperava o domínio de forma arrasadora! O holandês da Sunweb voou baixo marcando 50’37” e colocou 49 segundos no segundo colocado do contra relógio que foi o britânico Geraint Thomas da Sky, Bob Jungels luxemburguês da Quick Step ficou em terceiro, Nairo Quintana marcou 53’30”, quase três minutos atrás do holandês voador.

Após um dia de descanso o Giro 2017 teve sua primeira etapa de contra relógio, um longo contra relógio individual de quase 40km entre Foligno e Montefalco. A etapa nomeada Sagrantino, em homenagem a uva que só existe na região e serve de base para o famoso vinho Sagrantino di Montefalco, que costuma acompanhar receitas mais gordurosas dado seus potentes taninos. A organização escolheu um trajeto longo e montanhoso com 400m de altimetria e muitas curvas, prejudicando sem dúvidas os especialistas em contra relógio acostumados a menor altimetria e percursos com menos curvas.

Com temperatura amena e ventos moderados a etapa começou com muitos sprinters fazendo seu tempo, os líderes chegariam bem mais tarde. No princípio Vasil Kiryienka da SKY caiu nos ultimos metros, o que não o impediu de no momento fazer o melhor tempo, mas como diria o narrador de futebol “que fase da Sky”. Vieram os favoritos e bons tempos de Bob jungels, Nibali, um “temporal” de Geraint Thomas mas Dumoulin destruiu tudo colocando quase três minutos em Quintana e companhia.

Nairo teve um momento tenso durante seu percurso, quando saltou um “gelo”:

Com isso a etapa ficou com os 10 primeiros colocados:

Com isso a classificação geral mudou novamente com Tom Dumoulin vestindo a camisa rosa com 2’23” sobre Quintana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *