Sonho interrompido

Uma viagem em nome da paz, de enviar ensinamentos religiosos e do respeito a natureza, assim começou o projeto da Tribo Tipah de cruzar o continente, após 20.000km percorridos a maioria no Brasil o projeto se interrompeu de forma trágica, logo após dar entrevista a Inter TV Cabugi, a ciclista baiana Alexia Suelen foi atropelada por uma moto, ficou três dias hospitalizada não resistindo aos ferimentos, vindo a falecer na tarde de hoje.

O mundo perde uma pessoa bela, jovem e dona de um sorriso encantador, o Pelote deseja que o projeto Tribo Totipah continue e tenha sucesso, e envia todo pesar aos amigos e familiares de Alexia.

O local do atropelamento não é ermo, nem mal iluminado, é a bela ponte Newton Navarro, cartão postal de Natal no Rio Grande do Norte e que mesmo sendo uma construção recente e estando num dos estados de maior utilização da bicicleta como meio de transporte não recebeu espaço pensando na diversidade dos meios de transporte, fica a mensagem da necessidade de todo ciclista lutar por melhores condições no trânsito, respeito dos demais motoristas.

 

1 thought on “Sonho interrompido”

  1. É bem triste esse acontecimento. A internet é muito rápida e logo a noticia chegou aqui em São paulo. Uma pena, até quando os sonhos, as viagens, as não viagens mas apenas trajetos feito de casa ao trabalho ou vice versa será interrompido abruptamente por veículos maiores e pessoas sem respeito com o próximo? Conheço essa ponte. Cartão postal? Que pena, existem diversos outros lugares que com certeza são bem mais belos que uma ponte. Somos ciclistas, somos pedestres e estamos sendo atropelados, morrendo por pessoas que não se importam com pessoas. Exemplo de nossos governantes? Fica a reflexão.

Deixe uma resposta